Edésio Adorno

Selma Arruda apoia pleito de prefeitos do noroeste de MT

Por 07/06/2019, 06h:53 - Atualizado: 07/06/2019, 09h:34

Dayanne Dallicani

Colunista Edesio Adorno

 

Gostaria muito de anunciar, no primeiro parágrafo desse artigo, que o futuro já chegou ao noroeste de Mato Grosso. Infelizmente, o povo daquela rica região ainda vai ter que comer muita poeira, perder tempo e dinheiro em atoleiros, enfrentar muitas dificuldades e fazer passagens arriscadas sobre mal conservadas pontes de madeira. Viver a adversidade faz parte da saga dos pioneiros, desbravadores contemporâneos que fazem a grandeza de MT.

Impossível visitar o noroeste do estado e não se apaixonar por suas belezas naturais. A riqueza da região está na cafeicultura, na indústria madeireira, na produção mineral e na criação de gado de corte. O verde que domina a paisagem ao lado das rodovias de chão batido é formado por pastagens e lavouras de soja e milho. A prosperidade nasce no campo e aquece a economia das cidades.

A cidade de Juína, fundada em 1979 pela extinta Companhia de Desenvolvimento de Mato Grosso (Codemat), além de ser polo regional, é a porta de acesso a Castanheira, Cotriguaçu, Aripuanã e Rondolândia. O prefeito Altir Antonio Peruzzo (PT) é um entusiasta da retomada das obras da BR-174. Ele mantém diálogo permanente com autoridade do governo do estado. Peruzzo também cobra apoio do legislativo estadual e da bancada federal de Mato Grosso.

Na semana passada (31/05), o vice Otaviano Pivetta (PDT), o federal Juarez Costa (MDB), a deputada Janaina Riva (MDB) e um representante do Denit visitaram a cidade de Aripuanã para conhecer de perto e apresentar alternativas para minorar o drama vivido pela população da região.

Jonas Canarinho, o chefe do executivo de Aripuanã, não tem grande estatura física. Mas é um gigante político. Ele conseguiu projetar sua cidade no cenário nacional. Seu grito já não é mais restrito a floresta Amazônica. Canarinho é ouvido em Cuiabá e em Brasília. O sonho do prefeito Jonas é interligar o noroeste do estado a Rondônia e ao Amazonas. Quando isso acontecer, aquele pedaço de Mato Grosso será uma terra de fartura e de prosperidade.

Assim, com as mudanças políticas havidas em MT e no Brasil, é possível que as transformações ocorram

Edésio Adorno

A microrregião de Aripuanã é composta pelos municípios de Juína, Colniza, Aripuanã, Brasnorte, Cotriguaçu, Juruena, Castanheira e Rondolândia. Sob a perspectiva geográfica e de logística, Canarinho entende que a federalização das rodovias MT-208 e MT-313 rompe o gargalo que atravanca o desenvolvimento de toda a região.

O trecho é relativamente curto. 400Km de estrada de chão batido separam Aripuanã de Ji-Paraná/RO. O acesso a BR-364 e aos portos do Norte consolidam o desenvolvimento do noroeste do estado. Atualmente, as prefeituras custeiam com recursos próprios a manutenção dessa malha viária do estado. Vontade política é o insumo que falta para impulsionar o noroeste do estado.

A senadora Selma Arruda (PSL) avalia que a luta pela federalização das MT-208 e MT-313 é justa, meritória, urgente e necessária. “Para o noroeste do estado, é economicamente mais vantajoso exportar a produção de carne, grãos, madeira e minérios pelos portos de Rondônia e do Amazonas. Aliás, esses estados são grandes compradores dos produtos de Mato Grosso”.

A parlamentar pretende se reunir, nos próximos dias, com os prefeitos da região para tratar da federalização das duas rodovias estaduais. Em seguida, Selma deve fazer um encaminhamento direto ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura. Assim, com as mudanças políticas havidas em MT e no Brasil, é possível que as transformações ocorram e o futuro se aproxima do noroeste do estado. Já era tempo! 

Edésio Adorno é advogado em MT e escreve exclusivamente para este Blog toda sexta-feira. E-mail: edesioadorno@gmail.com​

Postar um novo comentário

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

Selma vê maior conforto no Podemos

selma curtinha 400   No grupo de WhatsApp "PSL Mulher MT", Selma Arruda (foto) escreveu um texto de despedida do partido. Disse estar chateada "com tudo isso", mas que não perdeu a fé e que o Governo Bolsonaro vai dar certo. Afirma sair do PSL com "coração partido" e que continua com os mesmos ideais no Podemos, onde...

Podemos esperando Selma se salvar

alvarodias_curtinhas   Na busca para ampliar a bancada do Podemos no Senado, o senador Alvaro Dias, derrotado à presidência no ano passado, só correu atrás de Selma, no sentido de convencê-la a se filiar no partido, depois que foi informado que ela tem chances reais de derrubar no TSE a cassação por...

Fávaro e esperança em assumir vaga

carlosfavaro_curtinha   O representante do escritório de MT em Brasília Carlos Fávaro (PSD) está convicto de que a senadora Selma não só será cassada de vez pelo TSE nos próximos meses, como a decisão da Corte lhe permitirá assumir a vaga enquanto não for eleito um novo...

Maturidade e nova visão sobre o TCE

janaina_riva_curtinha   No segundo mandato e sentindo-se mais madura politicamente, apesar de ainda bem jovem – completou 30 anos em 21 de janeiro – a deputada Janaína Riva revela que pensa diferente sobre a indicação de políticos ao cargo de conselheiro do TCE. Ao autorizar os colegas a derrubar a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.