Eduardo Mahon

Doentes de política

Por 26/10/2019, 08h:37 - Atualizado: 26/10/2019, 08h:41

Dayanne Dallicani

Colunista Eduardo Mahon

Os senhores da “esquerda caviar” são uns hipócritas. Apoiam as manifestações no Chile, preocupados em demonstrar o fracasso do modelo econômico. Por quê? Porque é importante fazer o contraponto com o liberalismo. Hipócritas porque não dizem que o Chile tem IDH de 0.84, o melhor da América do Sul, enquanto a ditadura boliviana de esquerda encontra-se na segunda pior posição do continente com índice de 0.69. Hipócritas porque se calam diante da fome venezuelana, resultado da tirania ensandecida de um odioso bravateiro que golpeia diariamente o regime político, assalta a economia e promove a pobreza generalizada.

Os senhores da 'esquerda caviar' são uns hipócritas

Hipócritas porque omitem o golpe branco que a Bolívia sofreu, com anuência de um tribunal corrupto, integralmente indicado pelo próprio beneficiário de que indicou os julgadores. Hipócritas porque deixam na surdina que o PIB do Chile é de quase 26 mil dólares, enquanto o brasileiro não ultrapassa os 17 mil dólares depois de uma década do governo petista. Hipócritas porque preferem não dizer que, enquanto o Brasil tem aproveitamento de 377 pontos em matemática no PISA, o Chile é avaliado com 423 pontos no mesmo exame internacional. Hipócritas porque não dizem que o Chile ocupa a 33ª posição no ranking de competitividade internacional, enquanto o Brasil amarga o 72º lugar no mesmo quesito, sendo que o nosso país não avançou em nenhum quesito de estabilidade econômica nos últimos 6 anos. Hipócritas porque escondem o relatório Doing Business que coloca o Chile na 56ª posição no índice de países com maior facilidade de fazer novos negócios internos e externos, enquanto o Brasil patinha na 109ª posição. A expectativa de vida no Chile é maior em 5 anos do que a brasileira, o analfabetismo chileno é de quase 4% enquanto 12% dos brasileiros não sabem ler e escrever, o salário mínimo do Chile é maior do que o brasileiro e a média salarial do país convulsionado é de 770 dólares, enquanto no Brasil 50% da população não recebe mais de 250 dólares. São hipócritas porque propagandeiam o modelo cubano, mesmo fechando os olhos para a absoluta ditadura que proíbe acesso livre de internet, de jornais, de partidos políticos, de compras, de abertura de empresas, proíbem a livre cátedra nas universidades, controlam o material didático nas escolas, tudo isso mesmo com o fim do embargo norte-americano tão responsabilizado pela miséria. E a Venezuela? E a Bolívia? E o Equador? Onde estão os brados contra o “fascismo”? E o próprio Brasil? Chegamos aos 12 milhões de desempregados, a uma crise de liquidez nunca vista, a um comprometimento das contas públicas inédito, ao desequilíbrio assombroso da nossa dívida interna e da previdência. Despencamos em todos os quesitos e não adianta culpabilizar um governo de

A hipocrisia crônica só pode ser explicada pelo dogma religioso que se estabelece na mente distorcida desses militantes

transição ou a nova administração personalista e tresloucada que tem apenas 10 meses. São hipócritas porque selecionam o que mais interessa criticar, silenciando o que não convém. Os fracassos da esquerda no mundo todo, as ditaduras sanguinárias, o controle sistemático das liberdades civis, as crises econômicas que jogam todos na miséria, o enriquecimento de uma elite áulica que circunda os governantes, tudo é convenientemente apagado das críticas nas redes sociais. A hipocrisia crônica só pode ser explicada pelo dogma religioso que se estabelece na mente distorcida desses militantes. Aliás, não é uma doença que só afeta a esquerda ao gritar pela liberdade de um criminoso enjaulado, mas qualquer regime, inclusive os novíssimos autoritários de plantão que desprezam partidos, organizações sociais, sindicatos, imprensa para proclamar uma autocracia familiar do mocorongo Bolsonaro, comprovadamente milicianos e corruptos. Essa é a mesma doença retira a lógica, a autocrítica, o senso de ridículo das pessoas que se pintam para uma guerra imaginária, tornando-as hipócritas por adesão. Gente que pontifica nas redes sociais a favor e contra, gente que passa vexame em público ao defender ou atacar, gente que está adoecida de política. Trata-se de um déficit cognitivo contemporâneo que afeta a maioria, patologia que tem uma causa bem conhecida: a manipulação cafajeste da política. São os escrotos de esquerda e de direita que fazem o gado mugir no tom adequado. De um lado, há os tristemente emburrecidos, de outro há os maliciosamente hipócritas.

Eduardo Mahon é advogado, escritor e escreve exclusivamente neste espaço todo sábado. E-mail: edu.mahon@terra.com.br

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Tarcisio Oliveira | Sábado, 26 de Outubro de 2019, 15h15
    0
    0

    Embora seja um índice muito útil, por se tratar de uma média amplamente utilizada na literatura econômica em geral, tal coeficiente esconde várias disparidades na distribuição de renda. Um país, por exemplo, pode ter uma boa renda per capita, mas um alto índice de concentração de renda e grande desigualdade social. Também é possível que um país tenha uma baixa renda per capita mas não haja muita concentração de renda, não existindo assim grande desigualdade entre ricos e pobres. Atualmente, os países com a mais alta renda per capita são, em primeiro lugar Luxemburgo, segundo Noruega, e em terceiro os Estados Unidos, o CHILE teve nos últimos 16 anos as mãos de Michelle Bachellet com a batuta no comando dessa nação logo tudo o que eles querem é apenas retomar o que perderam nas urnas mas agora pela força além do que o Chile tem uma área de 750. mil quilômetros quadrado e 18,5 milhões de pessoas em ambos os casos 9% do território e população brasileira a saúde não é universalizada como aqui e a aposentadoria em sua grande parte é privada problema hoje exposto em função da população não fazer sua poupança e hoje querer responsabilizar o governo pelo desgoverno de cada um lá secou o poço, aqui vagarosamente as testas estão secando e a canhotada pira!

  • Jasson Borralho Paes de Barros | Sábado, 26 de Outubro de 2019, 15h12
    0
    0

    Nobre e admirado Colega Mahon, a simplicidade da reflexão é para os menos favorecidos de intelecto, parabéns...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.