A Copa do Mundo e o mundo da Copa

gilson_sabado_colunista

Gilson Nunes

A Copa do Mundo de Futebol acontece no Brasil daqui a menos de um mês. A grande expectativa das cidades sedes é fazer com que ela se realize da melhor maneira possível, sem balbúrdias, e com a necessidade de tentar passar a melhor impressão em todos os aspectos. A tarefa não é das mais fáceis. Se considerarmos que o país vive sob a neblina de condições infraestruturais precárias, a começar pelo saneamento básico, o resto fica por conta da incerteza da conclusão da necessidade mínima pleiteada, imaginada e sonhada.  A realização de um evento dessa magnitude exige, por excelência, que condições consideradas, no mínimo satisfatórias, sejam adequadas no padrão internacional. Lascou! 

O Brasil quer realizar um evento como a Copa do Mundo de Futebol. Porém, o que ele sabia, mas não queria enxergar, é que as exigências do padrão internacional pudesse alterar tanto os seus costumes e suas tradições. A Copa do Mundo é assim, mas, o mundo da copa não é o mesmo de uma Copa do Brasil, Copa Libertadores e outras Copas que o futebol brasileiro inventa para o seu povo.

Cuiabá vive um de seus mais nobres momentos. Ser escolhida uma das sedes do Mundial levou a capital mato-grossense a fazer reviravoltas em seu cotidiano. Os munícipes conviveram, e ainda convivem, com os transtornos provocados pelos canteiros de obras que há muito, eram notórias e mais do que necessárias. O trânsito foi o maior vilão de quase todos os transtornos, desde a implosão do Verdão até a construção da Arena Pantanal. Se dependesse apenas da arquitetura da Arena Pantanal, Cuiabá e todo restante do Estado seriam um dos celeiros arquitetônicos mais encantadores do mundo. Mas, sediar uma Copa do Mundo de futebol, requer mais que isso. 

O mundo da Copa do Mundo é muito diferente do mundo do futebol vivido no Brasil nas décadas de 60 e 80. Nessa época, o futebol era do povo e para o povo. Naquela época quem frequentava os campos de futebol para ver o seu time jogar era o assalariado, aquele que fazia do futebol o seu descarrego, o seu desabafo. A vidraça era o coitado do juiz que ouvia os mais sublimes xingamentos: “filho da p., ladrão, ...”. Ao retornar para casa, estava ele feliz, independentemente da vitória ou não de seu time.

Copa do Mundo hoje em dia é sinônimo de elite, de glamour, de tietagem, de comércio lucrativo de quem o coordena e o manipula. Os jogadores não vestem mais a camisa por amor e se tornam gananciosos a procura do estrelismo quando haveria de ser a procura da realização pessoal que, consequentemente, lhes tornariam felizes, literalmente.

A fortuna gerada pela realização da Copa também haveria de atender as necessidades dos países sedes que, mesmo sem terem as mesmas condições infraestruturais, econômicas e culturais compatíveis com as dos países de primeiro mundo, procuram fazer o máximo possível para serem a vitrine de qualidades que talvez eles desconhecem. Espero que Cuiabá não surpreenda apenas os turistas estrangeiros, mas, também, todo o Brasil.

Gilson Nunes é jornalista e funcionário público e escreve neste Blog todo sábado. E-mail: gnunes01@yahoo.com.br

Postar um novo comentário

Luta de Misael e asfalto no Despraiado

misael galvao curtinha 400   O presidente da Câmara da Capital, Misael Galvão (foto), está comemorando uma vitória suada: a retomada das obras de pavimentação em toda extensão das ruas Afonso Pena e Oswaldo Correa, no bairro Despraiado. Ele fez várias indicações para...

Deputado reforça equipe com Nego

nego ramos 400 curtinha   Com larga experiência na política, Valdeny dos Santos Ramos, o popular Nego Ramos (foto), agora reforça a equipe do deputado Emanuelzinho, que, aos 25 anos hoje, é o terceiro federal mais jovem do país, e foi o terceiro mais votado nas urnas de 2018, em Mato Grosso, com 76.781 votos....

Irmão de prefeito não deporá à CPI

francisco faiad 400 curtinha   Por meio de seu advogado Francisco Faiad (foto), Marco Polo de Freitas Pinheiro, o Popó, dono do instituto de pesquisa Mark e irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, comunicou oficialmente hoje à CPI do Paletó, da Câmara da Capital, que não irá prestar depoimento nesta...

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.