Incoerências do padrão Fifa para o futebol

gilson_articulista.jpg

Gilson Nunes

Em férias e, entre tantos passeios, em Minas Gerais, visitei as dependências do estádio Mineirão, ou Arena Magalhães Pinto. Não tem como não dizer que a Arena virou uma das atrações e cartão de visita de Belo Horizonte. A grama do campo, por exemplo, veio de Portugal, as águas das chuvas são captadas e utilizadas para tratamento rigoroso do gramado durante todo o ano. Seguindo o fluxo, a sala de aquecimento dos jogadores é constituída de grama sintética. E não para por aí. Os jogadores ainda gozam de mordomias inacreditáveis, como banheiras com hidromassagem e um superfrizer que produz gelo instantaneamente para tratá-los em caso de contração dos músculos. O objetivo é aliviar as tensões, caso eles sintam alguma fadiga pós-jogo. Tudo arquitetado com o que há de mais tecnológico em todo o mundo. É o padrão Fifa. 

Os torcedores mineiros ganharam conforto, requinte e sofistificação. Por outro lado, deixaram que enterrassem o que haveria de ser a essência do futebol: a paixão e o amor que os faziam chorar pelo clube que amavam, na alegria e na tristeza, independentemente de classe social. As arenas construídas conforme o padrão Fifa "não aceitam” o torcedor de baixa renda, pois este não consegue pagar pelos ingressos por elas cobrados. O padrão Fifa excluiu a antiga geral.

Assim como Belo Horizonte, as capitais que irão receber as seleções para a Copa do Mundo deste ano seguem a mesma filosofia. Ou seja, sob os interesses da Fifa, o futebol passa a ser elitizado e o pobre, se quiser, tem que assistir aos jogos pela televisão ou pelo rádio. Moral da história: O futebol de hoje não é mais do povo, muito menos para o povo.

Que incoerência desrespeitosa para com esses torcedores! É preciso lembrar que antes de qualquer coisa, os maiores craques da história do futebol brasileiro nasceram em campinhos de periferia, de várzeas localizadas no interior dos Estados brasileiros. Alguém por acaso já ouviu falar de tal de Pelé? De tal de Zico, de Tostão, de Gerson ou Reinaldo? Esses jogadores eram profissionais da bola e, ainda hoje, são referências mundiais. Mas, antes disso, todos eles começaram nos campinhos localizados no subúrbio do subúrbio das cidades, nas favelas das favelas onde ninguém imaginava seguir uma carreira propriamente dita. O futebol era regido pela emoção do time. O coração batia por amor ao futebol. Naquela época não havia grama sintética, muito menos os sofisticados camarotes, cabines de imprensa, etc... Em Cuiabá, a exemplo de Belo Horizonte, a Arena Pantanal simplesmente destruiu uma história construída por craques fenomenais dos quais Bife foi um deles: o Verdão.

Tudo é muito bonito por fora, mas por dentro, a concepção de lazer para todos começa a ser uma utopia desumana e sem precedentes. O futebol de verdade dá lugar a uma vitrine de interesses exacerbados pela ganância de quem pouco importa se o time “A” ou o time “B” vai ganhar a competição.

Mas, e agora com a Fifa ditando como deve ser o futebol do futuro? Onde vai ficar a emoção de quem sempre prestigiou e honrou o seu time do coração dentro dos gramados bons ou ruins dos campos de outrora? Para quem iremos torcer amanhã, se hoje não podemos ver o nosso time se apresentar nos castelos chamados Arena?

Gilson Nunes é jornalista, funcionário público e escreve neste Blog todo sábado - e-mail: gnunes01@yahoo.com.br

Postar um novo comentário

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

Priminho Riva deve disputar em Juara

priminho riva 400 curtinha   Dezesseis anos depois de comandar Juara por dois mandatos (1997 a 2004), Priminho Riva (foto) está de volta. Filiado ao PR, ele deve concorrer a prefeito. Político bastante popular e carismático, tende a enfrentar um páreo duro com dois nomes considerados fortes, o do ex-vice e que se tornou...

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.