Um dia de índio

gilson_sabado_colunista

Gilson Nunes

A expressão do tema acima revela uma tremenda falta de conhecimento da personalidade dos primeiros habitantes desse extenso território, o qual nos encontramos e que se chama Brasil. Antes que alguém seja inconveniente ao pensar asneiras sobre o índio, é salutar e oportuno que reflita sobre a importância de sua existência para o mundo e o conceito filosófico de felicidade que lhe é peculiar, ainda que ingênuo. O índio nada mais é do que a coerência pautada nos costumes e tradições fabulosas que sobrevivem por forças sobrenaturais que se tornam lendas ou mitos, que não se deixam explicar.

O título desse artigo é um tanto quanto atrevido e arrogante. Ele nos leva a pensar que ter um dia de índio, é ter um dia ruim, um dia de cão, onde nada dá certo e, por conseguinte, a sorte não passa de um mito ou uma lenda que o paradigma criou insanamente. Não é bem por aí e, se me permite, vou mais além: É uma ignorância imperdoável da sociedade branca pensar que o índio é um... “bicho do mato”. Isso chega a ser uma aberração. Ledo engano! O índio é um ser humano como qualquer um de nós, porém, com valores muito mais consistentes que os que pensamos ter.

Para início de conversa é importante que o homem branco saiba que o índio seus traquejos mensurados nas tradições de seus antepassados, confirmados numa crença que nem mesmo o tempo consegue lhe furtar. O convívio no mundo simples das matas faz com ele viva a vida sem os limites imbecis impostos pelos nossos pais, considerando-os seres humanos supostamente racionais e sabedores de tudo.

As autoridades na sociedade branca têm seus vínculos pautados em leis que eles próprios criam, mas não cumprem. São secretarias, câmaras disso e daquilo, autarquias e tantas outras organizações que, no fim, tornam-se uma verdadeira anarquia.

O índio é da terra e das florestas. Ele é a valorização incondicional das terras em que vive. A comprovação mais clara é o fato de que por elas, ele dá a sua própria vida. Esta singela homenagem ao índio pretende ir além de um simples reconhecimento, tentar sensibilizar aqueles que destroem a natureza pelo fato da ganância.

O índio não tem ambição e desconhece egoísmos. Partilha com o irmão de aldeia a caça, a pesca e os alimentos que extraem da própria natureza. Outra virtude do índio é não ter a necessidade de criar comissões, câmaras, plenários para discursos que só visam aparecer para a mídia e enganar a sociedade branca. O viver em paz é o seu grande desejo e sonho.

O índio merece mais respeito e carinho de toda a sociedade. Merecimento, esse, feito pelo cantor e compositor Jorge Benjor, em uma de suas músicas: “Todo dia era dia de índio, mas agora ele só tem o dia 19 de abril”. O homem branco é tão ignorante perante o índio que sequer teria a capacidade de seguir seus exemplos. Viva o dia do índio!

Gilson Nunes é jornalista e funcionário público e escreve neste Blog todo sábado. E-mail: gnunes01@yahoo.com.br

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Zé da Silva | Sábado, 19 de Abril de 2014, 16h23
    3
    1

    Gilson, já que o senhor defende tanto o índio, deixa a cidade, o carro, o avião, o ar condicionado, o colchão de molas, e todo conforto do branco, e vá morar numa aldeia! O índio divide sua caça com os demais da aldeia por que não tem geladeira e freezer para conservar a carne, não por que é "partilhador" como dizes! Aliás, ele não paga impostos, logo não sustenta ninguém como funcionário público.

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.