Henrique Maluf

Arte como educação e construção do ser

Por 07/01/2020, 12h:23 - Atualizado: 07/01/2020, 12h:27

Dayanne Dallicani

Colunista Henrique Maluf

2020 o começo de uma nova década, que deixa pra trás os anos 2010, esses foram incríveis, cheio de novidades, principalmente as virtuais, mas também que se encerrou com muita tensão em nosso país, na américa do sul e em partes do mundo.

A arte já faz parte do currículo educacional de todos países. Mas por que será? É unanime a resposta de que a arte auxilia as crianças no desenvolvimento das habilidades motoras, no raciocínio lógico. O que não deixa de ser verdade, só que o que se adquiri com a arte vai muito além

Pra mim os últimos 10 anos foram de inúmeras conquistas, no eterno processo de aprendizado pessoas especiais passaram por minha vida, me ajudando a construir o pensamento que tenho hoje, principalmente o de justiça social, liberdade do pensamento e de valorização da cultura, principalmente a regional.

A nova década começa com uma agradável e desafiadora missão. Fui aprovado no concurso da secretaria municipal de educação como professor de artes do ensino fundamental. Antes de qualquer pensamento egocêntrico, trago essa novidade como um gancho para algo que eu sempre quis dizer por aqui: a importância do ensino de artes nas escolas públicas.

A arte já faz parte do currículo educacional de todos países. Mas por que será? É unanime a resposta de que a arte auxilia as crianças no desenvolvimento das habilidades motoras, no raciocínio lógico. O que não deixa de ser verdade, só que o que se adquiri com a arte vai muito além.

Crianças são puras, verdadeiras e desprovidas de maldade. A arte se torna elemento fundamental no processo educacional, principalmente porque ajudam as crianças a expressarem seus sentimentos, o que ela ainda não consegue comunicar pelas palavras, pode sair das formas mais inusitadas, como numa pincelada, numa dança, num cantar. Crianças são livres por natureza, a arte dá voz a elas, e a noção de que tem voz devem serem ouvidas.

Arte é cultura, e seu ensino permite que entendamos a sociedade por meio de reflexões do que a história de um povo nos ensina, deixando de ser somente subjetiva, não sendo encarada apenas como entretenimento, mas como área de conhecimento. Dessa forma a arte utiliza aspectos cognitivos, sociais, motores, para mudar e recombinar aspectos da vida, tornando a criança, ou adulto, que pratica arte, em qualquer de suas possibilidades, numa pessoa plena, pois para a criação artística é necessária a plenitude do ser.

Nessa perspectiva de evolução do ser, psicólogos dizem que a arte é capaz de aumentar a autoestima e a auto percepção, além de baixar o nível de estresse e ansiedade. Essa promoção da autoestima e do conhecimento pessoal resultam numa maior inteligência emocional, o que é importantíssimo para a saúde mental da pessoa.

O ensino da arte é revelador, puro exercício da criatividade, faz com que o aluno pense

No momento da criação artística, além da plenitude do ser, naturalmente ela condiciona o aluno a realizar introspecção, o que aumenta sua capacidade de concentração e de organização lógica do pensamento abstrato. Crianças com hiperatividade ou dificuldades de aprendizagem alcançam ótimos resultados com a arte em suas vidas.

O ensino da arte é revelador, puro exercício da criatividade, faz com que o aluno pense além, que ele se permita enquanto ser, se preparando para encarar os desafios da vida adulta, que é sempre marcada pela extrema competitividade e voracidade do mercado de trabalho.

Nos últimos anos vivenciamos uma tensão sobre o lugar da arte na escola, desde a retirada da arte como disciplina obrigatória, como projetos “Novo Ensino Médio”, até o ataque direto da liberdade de cátedra com “Escola sem Partido”, essas são situações que ameaçam essa tão importante área do conhecimento humano, a arte. A arte é acima de qualquer pretexto, ciência.

Temos que olhar com atenção para nossos argumentos em defesa do ensino da arte na escola. Tudo isso que vimos acima é assertivo, mas não adianta apenas dizermos que a arte desenvolve a criatividade, expressão, e que auxilia em outras áreas de conhecimento, apenas nisso não podemos expressar a real necessidade da arte dentro e fora da escola.

A arte promove a produção de pensamento, em mim se manifesta como filosofia de vida, e me permitiu enxergar muito mais nas possibilidades reais humanas. A liberdade de expressão, a construção do pensamento crítico, a potencialização do pensamento e da produção de outros modos de existência. Permita a arte, viva a arte.

Henrique Maluf é músico, produtor cultural e pesquisador em Cuiabá. Escreve nesta coluna com exclusividade às terças-feiras. E-mail: herojama@gmail.com

Postar um novo comentário

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

Bolsonarista esperançoso no Patriota

roberto franca curtinha   Roberto França (foto) decidiu fazer uma aposta arriscada com vistas às urnas de outubro. Aos 71 anos, metade deles ocupando cargos eletivos, como de vereador, deputado estadual e federal e prefeito de Cuiabá, ele trocou um partido nanico por outro, do PV para o Patriota. A esperança do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.