Henrique Maluf

Sugar baby: prostituição ou uma forma de amar?

Por 19/11/2019, 11h:10 - Atualizado: 26/11/2019, 12h:09

Dayanne Dallicani

Colunista Henrique Maluf

Os termos Sugar Daddy e Sugar Baby estão em alta nas redes sociais. A novela “A Dona do Pedaço” é uma das responsáveis por isso e, na onda, o Fantástico fez uma matéria bem interessante no último domingo. O que você pensa sobre a temática? Relacionamento ou Exploração?

A interpretação mais óbvia seria a de prostituição, mas será que o relacionamento sugar é baseado apenas em sexo e o pagamento? 

Ao pé da letra a tradução de Sugar Baby é “Bebê de Açúcar”, Sugar Daddy, “Papai de Açúcar” e Sugar Mommy “Mamãe de Açúcar” e diz respeito às relações amorosas entre casais de idades bem diferentes, que tenham um vínculo financeiro, onde a pessoa mais velha do relacionamento (Daddy ou Mommy) sustenta ou paga para a pessoa mais nova, as Babies, independente do gênero.

A interpretação mais óbvia seria a de prostituição, mas será que o relacionamento sugar é baseado apenas em sexo e o pagamento pelo mesmo? Seria o termo “Sugar” apenas uma glamourização da prostituição? Antes de opinar sobre o relacionamento sugar, levantei alguns dados sobre a prostituição no Brasil.

Desde 2002 é reconhecida pelo Ministério do Trabalho como ocupação profissional, há também um projeto de “regulamentação”, o PL Gabriela Leite, que causa grandes discussões sobre o tema, de um lado quem é a favor e defende que o resultado seria a inclusão social e a diminuição da marginalização e do outro quem é contra argumentando que a PL nada mais é que a legalização das atividades dos cafetões e empresários do sexo onde o resultado é a mercantilização do corpo da mulher.

As estatísticas da prostituição são preocupantes, 87% acontece na rua, 90% gostariam de ter outro trabalho, 78% são mulheres, 59% são chefes de família e sustentam seus filhos sozinhas, além do baixo grau de escolaridade. Isso tudo num país onde o turismo sexual é um grave problema/atrativo, obviamente, sem contar com a problemática da prostituição infantil. Esses dados deixam evidente que o assunto é uma questão social e de saúde pública.

Os relacionamentos amorosos com pessoas de idades muito diferentes estão em nosso cotidiano há a muito tempo. Os mais conservadores e moralistas sempre apontaram o dedo para esses perfis de casais, como era o caso de Marília Gabriela e Reynaldo Gianechini, Fatima Bernardes com seu novo namorado, os cantores Marcelo Camelo e Mallu Magalhães, dentre muitos outros, recentemente um caso em especial esteve em alta, o do Presidente francês Emmanuel Macron e sua esposa Brigitte Trogneux, 24 anos de diferença e uma incrível história de amor, sendo ele, o mais novo, o apaixonado.

O traço comportamental dos “Sugar”, independente de quem banca, ou é bancado, não é nenhuma novidade, não é de hoje que esse tipo de relacionamento existe, em sua maioria de forma discreta. O que sempre gera burburinhos com a curiosidade de saber aonde fulano(a) arrumou aquela novinha(o) e que esta é só uma relação de interesse, sempre colocando a novinha como a interesseira.

É exatamente nesse recorte que surge o badalado relacionamento sugar, no puro interesse, as Babies procuram por Daddys que lhe deem segurança financeira, apoio de carreira, possibilidade de realizações de sonhos e estabilidade emocional, e é levado a sério por ambas partes.

Nos Estados Unidos, faz mais de dez anos que existem redes sociais e sites especializados nesse tipo de relacionamento. No Brasil alguns sites e aplicativos tem se destacado, tais como o Meu Patrocínio, Universo Sugar, Meu Rubi. Confira matéria exclusiva aqui

O relacionamento sugar vem se tornando uma opção para aqueles que buscam transparência, objetividade e alinhamento de expectativas, que são muito definidas: sexo e dinheiro

Essas plataformas capricham na propaganda das Babies e na vantagem de ser um Daddy ou Mommy. Tais como, “Sugar Babies são mulheres jovens, determinadas, objetivas e que almejam conquistar todos os seus sonhos. Elas têm em seus Sugar Daddies verdadeiros mentores, que podem auxiliá-las na busca pela ascensão social e profissional” ou “Um verdadeiro relacionamento Sugar é baseado na transparência de ambas as partes e em benefícios mútuos. Todo mundo sai ganhando!”

Há uma política comportamental nesses sites e aplicativos que determinam que as possíveis relações dali saídas não seja caracterizada como prostituição, inclusive banindo os desrespeitosos, o intuito é apenas um, que a babie encontre seu daddy.

O relacionamento sugar vem se tornando uma opção para aqueles que buscam transparência, objetividade e alinhamento de expectativas, que são muito definidas: sexo e dinheiro. Sinal dos tempos modernos, ou nem tanto? De uma coisa eu tenho certeza, como diz Lulu Santos, “consideramos justa toda forma de amor!”

Henrique Maluf é músico, produtor cultural e pesquisador em Cuiabá. Escreve nesta coluna com exclusividade às terças-feiras. E-mail: herojama@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Nilton Ferreira | Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 12h55
    4
    0

    sei. até a mais velha profissão do mundo foi modernizada - um uber da prostituição prostituição não é crime sites que incentivam isso ai é outra coisa e se virar eventualmente uma relação de união estável? e os bens do Dady? mommy? e a família deles vão dividir com a sugar?

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.