Henrique Maluf

O atual perfil do artista mato-grossense, 1.001 funções e um só resultado: arte

Por 18/06/2019, 07h:44 - Atualizado: 18/06/2019, 08h:13

Dayanne Dallicani

Colunista Henrique Maluf

 

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e escasso, profissionais das mais diversas áreas buscam alternativas que possibilitem ascensão de suas carreiras, os mais arrojados estão sempre em busca de capacitações, reciclagens, e aquele “up” nas mídias sociais.

A velocidade da informação transformou uma geração, exigindo que nós sejamos mais dinamizados, práticos, e funcionais, tanto em nossos meios profissionais, como pessoais. Afinal, quando perguntado “como você está?”, quem nunca respondeu “corrido!”

No ramo artístico não seria diferente. Ao tratar de arte, o mercado de trabalho é um tanto sensível, pois estamos operando uma fábrica sensorial, afinal, ao ouvir uma música, apreciar uma obra, assistir uma peça teatral, ou qualquer outra forma de manifestação artística, a ação em si passa pela interpretação pessoal de cada um que a consome.

No cenário artístico mato-grossense o que não falta são atores, músicos, artistas plásticos, dançarinos, que se reinventam, que descobrem novas maneiras de reproduzir antigas práticas, tudo pra estar adaptados a essa nova realidade.

Na minha experiência nos mais diversos palcos, pude notar que o público está mais exigente, ou pelo menos os vídeos da internet os deixam muito atualizados, dessa forma, é dever do artista estar um passo à frente do seu público.

O resultado não poderia ser outro, nossos artistas estão ganhando notoriedade em nosso estado, no país e no exterior

Henrique Maluf

O empreendedorismo é o caminho comum nos dias de hoje, resultado de políticas públicas que facilitaram o acesso ao CNPJ de micro empreendedor, o que possibilitou a vários artistas uma nova maneira de gerir suas carreiras e de entendê-las como um negócio, um trabalho, e digo mais, trabalho duro.

Hoje pensamos na prática artística (cantar, atuar, pintar, dançar, etc), no figurino, nos ensaios, na divulgação, no contratante, nas redes sociais, no cachê, na logística, no público, e na administração disso tudo, ou seja, na produção em geral. O ideal seria focar apenas no processo criativo, pois além da inspiração, do “dom”, e do amor pela arte, os artistas mato-grossenses estão cada vez mais se capacitando, seja em cursos superiores, técnicos, e outros.

O resultado não poderia ser outro, nossos artistas estão ganhando notoriedade em nosso estado, no país e no exterior, temos muitos exemplos, como Thyago Mourão, Eduardo Butakka, Bruno Bini, Rafael Jonnier, Karola Nunes, Babu78, Estela Ceregatti, Jean Siqueira, são alguns nomes que circulam em importantes premiações regionais, nacionais e internacionais, isso porque estou falando da nova geração, porque se eu colocar aqui os nomes de todos artistas mato-grossenses este artigo viraria um livro.

Conheço a forma de trabalhar de alguns desses que citei, e são verdadeiros produtores culturais e gestores de suas carreiras, o resultado desses longos dias frenéticos que vivemos, o que não menospreza o valor estético de suas obras. A arte mato-grossense respira novos ares, e não deixa a desejar para os grandes centros, aproveitemos o que temos aqui e prestigiemos nossos artistas.

Henrique Maluf é músico, produtor cultural e pesquisador em Cuiabá. Escreve nesta coluna com exclusividade às terças-feiras. E-mail: herojama@gmail.com

Postar um novo comentário

EP cita 4 pela força do MDB em Cuiabá

rafael bastos 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro disse neste sábado, no encontro do MDB, que acabou atraindo a presença de representantes de outros 12 partidos, que a agremiação emedebista foi construída e ganhou força e espaço na Capital graças aos filiados históricos Rafael...

Júlio, do DEM, vê boa gestão de EP

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), uma das lideranças históricas do DEM, foi "apertado" nesta sexta, em entrevista a Antero de Barros, na rádio Capital FM, especialmente sobre o fato do ex-governador e ex-senador demonstrar simpatia e apoiar a gestão do prefeito Emanuel, enquanto outros do partido...

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.