Boa relação profissional-paciente

Para ser um profissional de saúde é preciso gostar de gente

jackelyne_artigo_domingo.jpg

Jackelyne Pontes

O relacionamento profissional com o seu paciente é uma via de mão dupla. Sempre tive a convicção de que tanto na saúde privada quanto na pública o paciente tem direito de escolher o profissional que prestará o atendimento necessário para que o seu bem estar seja restabelecido e vice-versa. O elo de confiança, respeito e principalmente cuidado deve ser estabelecido e mantido. Quando profissional e paciente conseguem estabelecer um pacto harmonioso o tratamento tem maiores probabilidades de sucesso a curto, médio ou longo prazo.

Se nos reportarmos a um passado não muito distante podemos citar o médico de família. Ele conhecia e acompanhava os seus integrantes por um longo período de tempo e muitas vezes por toda sua vida. Restam poucos profissionais assim. O diagnóstico muitas vezes era feito através de muito diálogo, sem pressa, tendo como base a pessoa como um todo. Hoje a tecnologia não nos permite mais esse tipo de extravagância. Para que ouvirmos o paciente se podemos colocá-lo em uma máquina e examiná-lo por dentro? Para que olharmos nos olhos se estamos constantemente anotando algo, seja a mão ou no computador? Nem sempre o diagnóstico está nas ressonâncias magnéticas. Ele pode estar nas condições socioeconômicas ou mesmo culturais do indivíduo.

Essa relação do profissional da saúde e o seu paciente esfriou. Necessitamos de mais humanização, de mais afagos, de mais palavras trocadas, de mais agradecimentos. Estamos acostumados a enfrentar filas absurdas para conseguirmos uma consulta que pode ser marcada para meses depois. Estamos acostumados a esperar por horas a fio em uma recepção de consultório. Estamos tão acostumados ao caos que quando uma situação atípica de nos depararmos com profissionais que cumprem seu horário, atendem com hora marcada e não nos fazem esperar nós reclamamos. Parece absurdo, mas é assim mesmo que acontece.

No Sistema Único de Saúde é assim: o paciente desconhece os serviços prestados, e quando se depara com um bom atendimento, com profissionais comprometidos, consultas agendadas com hora marcada muitas vezes estranha e não sabe se portar diante do fato inusitado, o que é extremamente compreensível. Estamos acostumados com uma realidade que está arraigada em nosso subconsciente e é difícil mudarmos ou aceitarmos uma situação melhor, infelizmente.

Para ser um profissional de saúde é preciso gostar de gente. É preciso saber doar-se e muitas vezes entender que todos nós, sem exceção, temos problemas, qualidades e defeitos. É dar ao paciente a oportunidade de conhecê-lo um pouco mais além do jaleco, da máscara, do gorro, das luvas, dos óculos, enfim, dos equipamentos de proteção. E o paciente também deve se fazer conhecer, e assim teremos uma assistência digna e de qualidade. A satisfação deve ser mútua. Sugiro então que sejamos mais próximos, profissionais e pacientes, e assim possamos caminhar em direção à saúde, sempre a passos largos, criando situações equidistantes.

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, filiada ao Sinodonto-MT (Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso) e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.