Carnaval: cuidado ao beijar na boca

jackelyne_artigo_domingo

Jackelyne Pontes

Eu adoro carnaval. Faço questão de iniciar este artigo com esta afirmação. Porém, nas folias de Momo sabemos todos que o beijo na boca é prática quase que obrigatória, principalmente nas micaretas, as pessoas beijam desenfreadamente e sem critérios, aleatoriamente. Beijar na boca é bom, mas temos que lembrar que durante o beijo são trocados mais de 250 tipos de microorganismos, e que você pode transmitir ou contrair doenças, pois a boca é povoada de bactérias, tanto da flora normal quanto as que podem trazer enfermidades. E temos que levar em consideração que durante os dias de festa o folião fica sem uma rotina de descanso, com a alimentação desregrada, desidratado, portanto, com a imunidade baixa, com o organismo debilitado e suscetível a agravos.

Existem várias doenças transmitidas pelo beijo, mas as três mais comuns são: cárie, herpes e mononucleose. Muitas pessoas erroneamente acham que a cárie não é uma doença transmissível, o que é um grande engano. É transmissível e infecciosa. Ocorre que a cárie é transmitida por uma bactéria chamada Streptococcus mutans, que estão presentes na flora bucal do indivíduo, e que através do beijo contamina-se com a “bactéria alheia” aumentando a sua diversidade. A mononucleose é conhecida como a “doença do beijo” transmitida pelo vírus Epstein-Barr, e muitas vezes as pessoas têm o vírus mas não sabem, e transmitem a doença para outras. O vírus pode ficar incubado no organismo de 30 a 45 dias e não tem cura, uma vez contaminado carrega-se o vírus para o resto da vida, e quando há sintomas os principais são fadiga, dor de garganta, tosse e inchaço dos gânglios.

Já a herpes é transmitida mesmo que o parceiro não tenha nenhum sinal da doença na boca ou em outras partes do corpo, que são facilmente identificados, pois se manifestam em forma de pequenas bolhas que quando se rompem formam uma ferida, e esta tem um ciclo de cura de aproximadamente 7 dias. Porém, a exemplo da mononucleose, herpes também não tem cura. Uma vez contaminada a pessoa carrega a doença para o resto da vida, e que se manifesta geralmente em períodos de baixa imunidade e alto estresse.

Além das três doenças citadas, o beijo pode transmitir gengivite, candidíase, tuberculose, hepatite, sífilis, gonorréia, meningite, HPV, gripe A, entre outras. O risco é maior em pessoas que usam piercing como acessório na língua ou lábios e não houve cicatrização ou há sangramento no local da inserção, e o mesmo se aplica quem usa aparelho ortodôntico pois a mucosa da boca pode sofrer pequenos ferimentos.

Recomenda-se então a prática de higiene diária, fazendo a escovação após cada refeição, sem esquecer o uso do fio dental. Os bochechos com colutórios bucais, que são líquidos anti-sépticos bacteriológicos, coadjuvantes na limpeza da boca, mas que de forma alguma substituem a ação da escova e do fio dental, são apenas um complemento. Todos têm o direito à diversão, o que importa é ser responsável e prudente. 

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, filiada ao Sinodonto-MT (Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso) e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • José De Paiva Gildo | Quinta-Feira, 17 de Abril de 2014, 01h51
    0
    0

    gosto

  • celso | Domingo, 16 de Março de 2014, 10h54
    1
    0

    Que bacana a sua orientação profissional ,Dra Jackline, nome difícil de digitar pela extemporaneidade , mas vç é muito singela e clara . Parábens e obrigado pelas informações. Socializarei as informações , se vç assim me permitir .

  • ELOI LUIZ DE ALMEIDA | Domingo, 02 de Março de 2014, 12h02
    1
    0

    parabens pelo o conteudo desta materia cujo teor é de uma magnitude imensuravel, bom carnaval, e bom final de semana.

Luta de Misael e asfalto no Despraiado

misael galvao curtinha 400   O presidente da Câmara da Capital, Misael Galvão (foto), está comemorando uma vitória suada: a retomada das obras de pavimentação em toda extensão das ruas Afonso Pena e Oswaldo Correa, no bairro Despraiado. Ele fez várias indicações para...

Deputado reforça equipe com Nego

nego ramos 400 curtinha   Com larga experiência na política, Valdeny dos Santos Ramos, o popular Nego Ramos (foto), agora reforça a equipe do deputado Emanuelzinho, que, aos 25 anos hoje, é o terceiro federal mais jovem do país, e foi o terceiro mais votado nas urnas de 2018, em Mato Grosso, com 76.781 votos....

Irmão de prefeito não deporá à CPI

francisco faiad 400 curtinha   Por meio de seu advogado Francisco Faiad (foto), Marco Polo de Freitas Pinheiro, o Popó, dono do instituto de pesquisa Mark e irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, comunicou oficialmente hoje à CPI do Paletó, da Câmara da Capital, que não irá prestar depoimento nesta...

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.