Cirurgião-dentista, seja ético!

Por 24/03/2019, 00h:00 - Atualizado: 30/03/2019, 19h:35

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

Mais uma eleição para dirigir o CRO-MT (Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso) se aproxima. Vamos, através de um processo democrático e digital, eleger os nossos representantes legais, aqueles que, segundo a lei federal nº 4.324 de 14/04/1964 no seu artigo 11 compete:

a) deliberar sobre inscrição e cancelamento, em seus quadros, de profissionais registrados na forma desta lei

b) fiscalizar o exercício da profissão, em harmonia com os órgãos sanitários competentes

c) deliberar sobre assuntos atinentes à ética profissional, impondo a seus infratores as devidas penalidades

d) organizar o seu regimento interno, submetendo-o à aprovação do Conselho Federal

e) sugerir ao Conselho Federal as medidas necessárias à regularidade dos serviços e à fiscalização do exercício profissional

f) eleger um delegado-eleitor para a assembleia referida no art 3º

g) dirimir dúvidas relativas à competência e âmbito das atividades profissionais, com recurso suspensivo para o Conselho Federal

h) expedir carteiras profissionais

i) promover por todos os meios ao seu alcance o perfeito desempenho técnico e moral de odontologia, da profissão e dos que a exerçam

j) publicar relatórios anuais de seus trabalhos e a relação dos profissionais registrados

k) exercer os atos de jurisdição que por lei lhes sejam cometidos

l) designar um representante em cada município de sua jurisdição

m) submeter à aprovação do Conselho Federal o orçamento e as contas anuais

Diante do que eu tenho escutado, eu gostaria de abordar um assunto que anda esquecido em tempos de politicagem e de favorecimento àqueles que fazem parte do círculo de amizades de quem detém o poder: ética (ou a falta dela).

Atitude inaceitável é esta que tem como lema: “aos queridos tudo, aos demais o que sobrar (e se sobrar)”. O termo ética deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). É sabido que somos testados nas mais diversas situações de vida, e que esses nossos princípios da boa conduta, chamados de princípios morais, são exaustivamente colocados em xeque. O que não podemos é pensar que o que fazemos de errado ficará impune ou permanecerá para todo o sempre em segredo.

Todo profissional deve seguir um conjunto de normas morais, seguindo princípios como: respeito ao ser humano, honestidade e lealdade ao trabalho e a empresa para qual presta serviço, assim como a observação das normas administrativas, segredo profissional e respeito ao colega de profissão.

Existe dois tipos de odontologias para que as remunerações sejam diferentes?

Jackelyne Pontes

Este instrumento é denominado Código de Ética, onde as regras básicas que norteiam as ações profissionais são enumeradas. A ética profissional é um compromisso social que estabelece uma certa previsibilidade de ações como forma de garantir o bom serviço prestado, é o estudo que define o que é justo ou injusto, o que é correto ou incorreto, o que é adequado ou inadequado.

Esta deve ser observada muito antes de iniciar-se a prática profissional. Só é um ser comprometido aquele que reflete sobre a sua prática e compromete-se com a sua categoria.

Inúmeras vezes presenciamos troca de farpas e de acusações entre pares, ou ainda acusações de serviço desqualificado com a proteção das quatro paredes do consultório. Mas, rapidamente, tudo é espalhado pelas recepções, bate papos informais, redes sociais e afins. Outras vezes, somos informados sobre disparidades salariais em relação às jornadas de trabalho e aos cargos exercidos, simplesmente pelo fato de ser “amigo do rei”.

Ora, me pergunto: existe dois tipos de odontologias para que as remunerações sejam diferentes embora os cargos sejam idênticos? Existem privilégios para uns, em detrimento de outros? A remuneração do profissional não deve ser condizente com a sua carga horária? Ainda bem que para esclarecer todas as nossas dúvidas existe o portal transparência, cujo acesso é irrestrito.

A ética não é estanque, está sempre em evolução. Um profissional ético tem em mente e persegue valores de consciência, autonomia e coerência, ele faz a coisa certa! Nós não nascemos éticos, esse princípio é amalgamado de acordo com a nossa trajetória de vida e profissional.

Sejamos então éticos, alinhados com os princípios da moral e da conduta reta, só assim teremos crédito para que as nossas ideias sejam não só ouvidas, mas sim avaliadas e quando possível colocadas em prática. Que Santa Apolônia continue nos abençoando!

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Comentario | Domingo, 24 de Março de 2019, 13h54
    4
    0

    Percebe-se o quanto o Sr é "ETICO" e "GENUINO" http://www.hipernoticias.com.br/conteudo.php?sid=171&cid=30609

  • Edmar Roberto Prandini | Domingo, 24 de Março de 2019, 07h12
    3
    4

    Infelizmente, o artigo está equivocado sobre ética e sobre ética profissional. Os princípios indicados contém itens que não integram a ética pessoal nem profissional. Os objetivos da ética também não correspondem àqueles aos quais a ética se propõe.

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

Morre pai do secretário da Casa Civil

Mauro Carvalho pai   Faleceu, aos 97 anos, o pai do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. O empresário, que também emprestava o nome ao filho, Mauro Carvalho, foi vítima de um infarto nesta quinta (9). A informação foi confirmada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB) que publicou nota de...

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.