Condições de trabalho

jackelyne_artigo_domingo

Jackelyne Pontes

Os fatores que contribuem para o bom desempenho profissional do cirurgião-dentista são a sua saúde física e mental. Nós somos acometidos por inúmeras patologias ao longo da carreira, tendo como exemplo as doenças dermatológicas, de visão, audição e musculares, isso sem contar com as doenças de origem mental, pois a pressão da rotina de trabalho é imensa, e o risco de contrair doenças transmissíveis, risco de processos, necessidade de produzir elevam o nível de estresse. As condições de trabalho contribuem e determinam o surgimento das enfermidades. Esforços repetitivos e má postura, associados a esforços físicos trazem problemas ortopédicos. O constante ruído do tão temido “motorzinho de dentista” traz perdas auditivas e a grande exigência da visão traz agravos oftalmológicos.

Por  muitas vezes esses riscos acabam passando desapercebidos e o profissional se acostuma com o incômodo ou com a dor e não toma providências no sentido de cuidar de sua saúde. Acontece que a odontologia exige dos profissionais raciocínio, firmeza, objetividade, delicadeza, paciência, segurança, coordenação motora, habilidade, dentre outros talentos, quem é odontopediatra sabe muito bem do que eu falo, e manter a saúde física implica em manter a saúde psíquica.

Certa vez ouvi uma frase de um paciente e achei no mínimo pitoresca: o futuro do cirurgião-dentista é ser cego, surdo, torto e esclerosado. Naquele dia ri. Hoje, com o passar dos anos, tenho a certeza absoluta que temos como determinar o nosso futuro por meio de prevenção, de consciência postural e de uma busca por equilíbrio mental. 

Um profissional que trabalha em situações inadequadas, onde a sua ergonomia fica em segundo plano, com obrigatoriedade de repetição de movimentos e esforços constantes certamente será acometido por dores musculares e articulares, e tem o seu nível de excelência comprometido, diminuindo a  auto-estima e aumentando as chances de apresentar um quadro de depressão. Chegando nesse patamar não há condições de pensar em qualidade de vida, e entramos em uma rotina de apenas sobrevivermos, um dia após o outro, sem maiores perspectivas. Esse é o ponto onde não devemos chegar. Temos que nos prevenir.

Medidas simples como colocar os instrumentais de trabalho em locais de fácil acesso, melhorar a ergonomia, conhecer plenamente o ambiente de trabalho, fazer exercícios físicos regularmente, realizar alongamento muscular nos intervalos dos atendimentos, e encontrar uma atividade de lazer que nos agrada e nos dá satisfação  ajuda a minimizar tais patologias.

As salas de atendimento devem seguir as normas de biossegurança e condições elencadas pela Vigilância Sanitária. Devemos prestar atenção na presença de umidade que leva a proliferação fúngica, na rede hidráulica e elétrica e na conservação dos equipamentos utilizados no consultório. Vale lembrar que eticamente, seja na rede pública ou privada, quem responde pela qualidade de atendimento é o profissional que o presta, sendo assim nos cabe o direito de exigirmos condições de trabalho satisfatórias. 

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, filiada ao Sinodonto-MT (Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso) e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Juliane | Domingo, 27 de Abril de 2014, 13h55
    1
    0

    Infelizmente com o passar dos anos a nossa profissão nos deixa com inúmeras sequelas... e só nos damos conta quando já aconteceu.

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

Empolgado e já morando em VG

emanuelzinho 400   O deputado federal Emanuelzinho (foto), do PTB, está tão empolgado com a possibilidade de concorrer a prefeito de Várzea Grande que não só transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para o município vizinho, ainda no ano passado, como também alugou um apartamento...

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.