O empoderamento do conhecimento

Por 17/02/2019, 00h:00 - Atualizado: 16/02/2019, 17h:35

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

Por diversas vezes aqui neste mesmo espaço defendi a ideia de que as classes devem fazer de tudo para que sejam unidas, que os  discursos devem ser pareados e, principalmente, que todos nós nos apoderemos do conhecimento.

Uma classe unida e informada é uma classe mais forte e com capacidade de promover mudanças, assim como uma sociedade consciente e participativa pode fazer com que suas necessidades e seus anseios sejam atendidos.

O conhecimento não é algo estático, imutável e, principalmente, não é inacessível. Ele está sempre a disposição daqueles que se propõem a usá-lo como arma de democracia, como objeto de luta, como meta.

Ele surge da relação das pessoas com o mundo e, gradativamente, influencia nas mudanças do meio em que vivemos. Existem vários tipos de conhecimento como o empírico, o científico, o filosófico, que tem associação com o conhecimento tácito, que é aquele particular, aquele que dita qual a função que podemos exercer com eficácia e é adquirido com as experiências da vida pessoal, é que deve ser diagnosticado, identificado e colocado em prática a nosso favor.

Digo tudo isso porque é preciso que acordemos para a nossa realidade, que gritemos por melhores condições de trabalho, salário digno, desprecarização de vínculos, equipamentos e insumos de qualidade e em quantidade suficiente para que o serviço não pare por falta de um item básico.

É preciso nos sensibilizarmos que o usuário não precisa dormir em uma fila para garantir o seu acesso ao atendimento, o que é preciso é que criem vagas e nelas empossem profissionais suficientes para atender a toda demanda.

É apoderando-se de conhecimento que podemos dizer: isso é mentira

Jackelyne Pontes

Não adianta construir uma belíssima unidade de saúde se esta não está equipada e muito menos pode atender a população de forma adequada. A “terapia do encaminhamento” deve acabar. O agravo deve ser sanado no momento da procura, e caso este usuário necessite de um atendimento mais especializado, aí sim ele seja referenciado a outra unidade com maior grau de complexidade.

Tem um ditado que diz que nos damos conta de que existe dor somente quando o calo aperta, e é a mais pura verdade. É fato que nos organizamos e exigimos os nossos direitos somente em momentos de crise, e isso tem que parar.

Chega dessa postura de reagir aos acontecimentos somente quando o barco está prestes a afundar, chega de nos curvarmos aos falsos moralismos e de olharmos o nosso próprio umbigo, chega de aplaudirmos inverdades ditas por gestores em atos públicos como se o seu discurso fosse o fiel retrato da nossa realidade.

É apoderando-se de conhecimento que podemos dizer: isso é mentira. Contra fatos não há argumentos. Não podemos continuar avalizando frases de efeito ditas em um discurso inflamado, para pessoas que não estão inseridas em nossa realidade ou até mesmo colegas que vivem em uma rotina de completa alienação, sabendo que o caos está instalado e que a situação por nós vivenciada é completamente diferente daquela que foi dita a plenos pulmões por nossos gestores. Vamos deixar a covardia de lado e nos apoderarmos de nossas lutas. Sonho com o dia em que vamos deixar o nosso confortável papel de expectador, acomodados em confortáveis cadeiras, e batendo palmas no modo automático. Sonho com o dia em que vamos nos levantar e dizer: “perai, isso é mentira!”

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

4 ex-prefeitos se juntam em Chapada

gilberto mello 400 curtinha   Considerado nome mais forte da oposição, Gilberto Mello (foto), do PL, lançou sua pré-candidatura à sucessão em Chapada dos Guimarães com apoio de nada menos que três ex-prefeitos, fora ele próprio, que administrou o município entre 2005 e 2008....

Contrato em VG sob irregularidades

jaqueline jacobsen curtinha 400   O TCE mandou a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, suspender qualquer pagamento à empresa Lidyfarma Comércio de Produtos Farmacêuticos referente a um contrato sem licitação para compra de 50 mil comprimidos de Azitromincina 500 mg para combate ao coronavírus....

Fabio deve mesmo tentar prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   O DEM do governador Mauro aposta todas as fichas na candidatura do empresário Fábio Garcia (foto) a prefeito de Cuiabá. Até sexta ele deve responder "sim" ao partido. Fabinho, como é conhecido, é um dos integrantes do núcleo de confiança do governador. Inclusive foi...

No marketing de Pivetta para Senado

bruno bini 400 curtinha   O cineasta e publicitário Bruno Bini (foto) deve comandar o marketing da campanha ao Senado do vice-governador Otaviano Pivetta. As negociações estão praticamente fechadas. Antes da pandemia, em fevereiro, Pivetta estava em negociação com Antero de Barros. A última campanha...

Jogada de vereador pra conseguir vice

thiago muniz 400 curtinha   O vereador de 2º mandato Thiago Muniz (foto), primo do ex-prefeito Percival, resolveu se lançar pré-candidato a prefeito de Rondonópolis pelo DEM como estratégia para manter o nome nas discussões majoritárias e na esperança de ser convidado para vice de alguém....

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.