Especial atender pacientes com deficiência

jackelyne_artigo_domingo

Jackelyne Pontes

Nós, colegas cirurgiões-dentistas, auxiliares e técnicos em saúde bucal tivemos o privilégio de participar ao longo do ano de um curso de Aperfeiçoamento em Atendimento a Pacientes Especiais oferecido pelo Ministério da Saúde. E, durante esta última semana, que foi especialmente produtiva e cheia de aprendizados, fizemos o módulo de estágio clínico no Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais. Logo na primeira manhã nos foi proposto pelos tutores o trabalho por uma nova odontologia, mais humana, com mais acesso e com foco no usuário. Nos disseram que aprenderíamos muito de nós mesmos e do outro, que seria uma experiência inesquecível e inigualável, e eu faço questão de enumerar aqui um pouco do que eu aprendi:

  • Aprendi que o pouco para uns é muito para outros;
  • Aprendi que um sorriso e um olhar de carinho cura mais que fármacos;
  • Aprendi que ética, união, companheirismo, disposição para ajuda mútua e multiprofissionalismo são fatores determinantes para o sucesso de uma equipe de trabalho;
  • Aprendi que amor de mãe é imensurável;
  • Aprendi que ninguém é melhor que ninguém;
  • Aprendi que quando há vontade de fazer não existe espaço para negativas;
  • Aprendi que um profissional preparado e sensível à causa vale ouro;
  • Aprendi que a vida é mais frágil do que imaginamos, e que o nosso corpo é um santuário;
  • Aprendi que nós somos frágeis como cristal e ao mesmo tempo fortes como um diamante;
  • Aprendi que sempre temos que estar abertos para conhecer novas pessoas e fazer amigos;
  • Aprendi que o tempo é relativo, assim como números e relatórios;
  • Aprendi que a vida é um eterno “estar”: hoje você manda, amanhã você obedece, hoje você é saudável, amanhã pode necessitar de tratamentos especializados;
  • Aprendi que podemos fazer muito com pouco;
  • Aprendi que sempre é tempo de renovar conceitos e que não somos donos da verdade;
  • Aprendi que um paciente com necessidades especiais deve ser tratado como tal, com todas as particularidades;
  • Aprendi que ensinar o outro não nos deixa mais vulneráveis, ao contrário, nos fortalece;
  • Aprendi que ser ousado e destemido pode não ser uma virtude, é necessário ter prudência;
  • Aprendi que ninguém sabe tudo, sempre teremos algo a ensinar ou a conhecer;
  • Aprendi que estamos cada vez mais à mercê das mazelas de um sistema despreparado;
  • Aprendi que saber escolher os nossos gestores influencia diretamente no tipo de tratamento que poderemos oferecer ao nosso paciente;
  • Aprendi que conhecimento científico aliado a boa prática profissional e uma grande dose de sensibilidade nos torna preparados para cuidarmos com êxito do outro;
  • Aprendi que nem tudo que parece é. As pessoas sábias não alardeiam o seu conhecimento, apenas demonstram despretensiosamente;
  • Aprendi que para quem tem vontade de se preparar a distância não é obstáculo;
  • Aprendi que o toque acalma;
  • Aprendi que ser um cuidador é uma missão para poucos;
  • Aprendi que o medo do desconhecido é totalmente superável;
  • Aprendi que observar é um dom;
  • Aprendi a aprender.
  •     
  •    É com sentimento de dever cumprido que agradecemos aos idealizadores, realizadores, coordenadores, tutores, gestores, funcionários e em especial aos pacientes especiais e seus familiares que nos permitiram ser multiplicadores deste ofício divino que é atende-los. Tenho certeza que nós também nos tornamos especiais! Aproveito também para repetir que o Ceope é de demasiada importância, que é referência, e que merece uma maior atenção por parte dos gestores em nível central.
  •  
  •   Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, filiada ao Sinodonto-MT (Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso) e escreve exclusivamente para este Blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Juliane | Domingo, 08 de Junho de 2014, 15h48
    1
    0

    Parabens pelo curso e por se tornar especial junto com tantos outros colegas...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

Ex-deputada vai à vereadora em VG

zilda pereira 400 curtinha   A ex-deputada estadual Zilda Pereira Leite (foto) permaneceu pouco tempo na base dos Campos em Várzea Grande. Chateada por não ter sido renomeada como secretária de Educação, de cuja pasta havia se afastado por problemas de saúde, Zilda se filiou ao PSB, do pré-candidato...

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.