O acesso aos serviços de saúde

Por 03/02/2019, 06h:54 - Atualizado: 03/02/2019, 07h:01

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

Alguns fatos me intrigam e sempre me preocupam em relação a saúde pública, a questão do acesso do usuário aos serviços aos quais tem direito é um deles. Para que haja uma boa cobertura é pré-requisito de fundamental importância facilitar a acessibilidade da população, pensando desde a localização geográfica da unidade de saúde até as questões demográficas, sociais, econômicas, funcionais e culturais, com a participação ativa da comunidade no processo de escolha da metodologia utilizada pelos gestores para implementar e implantar esta assistência.

 Deve-se levar em conta a demanda aos serviços e os recursos disponíveis, disso não tenho dúvida. Os modelos teóricos funcionam muito bem no papel, mas na prática a realidade de cada comunidade requer adaptação, entendimento e planejamento levando a equidade de atendimento tão sonhada pelos profissionais de saúde e pelos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo inclusive assegurada pela Constituição Federal de 198.

Fico indignada, agoniada mesmo, sabendo da realidade de nossa população que para receber atendimento tem que enfrentar filas imensas

Fico indignada, agoniada mesmo, sabendo da realidade de nossa população que para receber atendimento tem que enfrentar filas imensas, comparecer às unidades de saúde em plena madrugada, saindo de suas casas e ficando a mercê da violência urbana, praticamente acampando nas portas e calçadas das clínicas e policlínicas,  para com sorte conseguir uma “ficha” para consulta médica ou odontológica, ou ainda quando comparece aos plantões noturnos não encontram profissionais disponíveis para atende-los, e ainda lugares onde há uma grande demanda reprimida, chegando ao cúmulo de comercialização de lugares na fila de espera.

Temos, nós atores envolvidos nessa grande estrutura que é o atendimento público à saúde, que garantir o acesso, acolhimento e humanização dos serviços oferecidos. Não consigo entender por exemplo o fato de em um núcleo familiar com grande número de indivíduos apenas os mais novos, menores de 6 anos de idade, tem entrada livre no atendimento odontológico. Já os pais, os irmãos mais velhos, a família como um todo enfrentam a burocracia de filas, listas de espera intermináveis e muitas vezes o chamado para o tratamento não vem, ou quando vem já é tarde e o usuário já perdeu o dente.

A postura dos usuários influencia na qualidade do atendimento de saúde, que quando insatisfeitos, ao invés de uma postura passiva, devem tomar as rédeas para situação e lutar pela reestruturação do sistema de agendamento de consultas. E não só por isso, mas por uma unidade de saúde melhor estruturada, para que não falte insumos, profissionais competentes e aí sim, depois do sistema organizado discutir junto com o gestor a priorização do atendimento.

O usuário é protagonista do sistema, e a sua intervenção visando o aperfeiçoamento do atendimento tem impacto mais que positivo. Temos que deixar de lado a velha postura de pensar saúde sozinhos, em salas refrigeradas e sem conhecer a realidade da população, gerando assim teorias que nem sempre condizem com o perfil dos usuários, e envolve-los no processo.

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

Grupo de EP e Kleber pra marketing

kleber lima 400 curtinha   O grupo do prefeito Emanuel Pinheiro decidiu abrir diálogo com o jornalista e marqueteiro Kleber Lima (foto), visando o pleito de outubro. Não há mais resistência a uma possível contratação de Kleber, independente de quem o grupo lançar ao Palácio Alencastro,...

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.