O cirurgião-dentista deve cobrar consulta?

Por 14/04/2019, 00h:00 - Atualizado: 12/04/2019, 21h:36

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

É um verdadeiro dilema para o cirurgião-dentista: cobrar ou não cobrar a consulta inicial. Muita gente acha que não devemos cobrar, mas esquecem que a parte mais importante de um tratamento, em qualquer área da saúde, é o diagnóstico, que é iniciado justamente no primeiro contato do profissional com o paciente.

Para o paciente pode ser um ponto crucial na escolha de qual profissional será responsável pela sua saúde bucal. Alguns, quando ligam para agendar e a secretária avisa que será cobrada a primeira consulta, desistem porque pensam assim: “se tem muitos que não cobram, porque eu deveria ir em um que cobra?”. Acham um absurdo o dentista cobrar “só para olhar”. E ainda têm aqueles que pensam: “nem sei se é bom, como vou pagar sem saber?”.

Acho válida uma pesquisa de preço, o que pode parecer contraditório, mas também acho que há meios de investigar sobre a conduta do seu futuro dentista através de depoimentos de outros pacientes (a propaganda boca a boca ainda funciona em todos os ramos profissionais), ou em uma consulta ao CRO (Conselho Regional de Odontologia).

Temos que nos atentar que, para que um profissional tenha a sua formação completa, ele passa de quatro a cinco anos na faculdade, e outros muitos anos em constantes especializações e aperfeiçoamentos para que o seu trabalho seja cada vez mais qualificado e o seu diagnóstico preciso.

Então, valorizar o seu conhecimento aliado à prática refinada não é pecado. Os cursos de marketing na área odontológica orientam o profissional a cobrar a consulta e dão subsídios para que esta prática seja feita de forma honesta e eficaz. Estudos comprovam que o fato de cobrar consulta não faz crescer ou decair o número de pacientes no consultório, o que faz a diferença é o modelo de atendimento impresso pelo profissional.

Impregnados na primeira consulta, que vai muito além do diagnóstico, estão o seu relacionamento com o paciente, o prognóstico e o plano de tratamento, que irá evoluir para o tratamento em si à medida que as consultas acontecem. O que o profissional deve fazer é agregar valor.

Será que se eu fosse médica estaria escrevendo este artigo?

Jackelyne Pontes

A decisão de cobrar ou não a consulta cabe a cada profissional, porém a divulgação da não cobrança constitui infração ética segundo o Código de Ética Odontológica:

Art. 20 Constitui infração ética:

  • * Oferecer serviços gratuitos a quem possa remunerá-los adequadamente
  • * Divulgar ou oferecer consultas e diagnósticos gratuitos ou sem compromisso.
  •  

Eu, particularmente, acho que o cirurgião-dentista deve sim cobrar a consulta por diversos motivos. E, somente para citar alguns, a não cobrança da consulta desvaloriza a prática profissional, promove uma concorrência desleal, e a nivelação dos serviços e honorários acaba sendo feita por baixo.

Afinal, para a consulta foi utilizado material clínico, mão de obra qualificada, encargos realtivos à energia, água, alvarás, e outros gastos acoplados. Se o profissional começar a sua carreira não cobrando consulta porque “precisa fazer o nome no mercado”, acredite, dificilmente conseguirá faze-los pagar pela consulta no futuro. A valorização profissional começa de cada um.

E me resta ainda uma última pergunta para reflexão: será que se eu fosse médica estaria escrevendo este artigo?               

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

Morre pai do secretário da Casa Civil

Mauro Carvalho pai   Faleceu, aos 97 anos, o pai do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. O empresário, que também emprestava o nome ao filho, Mauro Carvalho, foi vítima de um infarto nesta quinta (9). A informação foi confirmada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB) que publicou nota de...

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.