O cirurgião-dentista deve cobrar consulta?

Por 14/04/2019, 00h:00 - Atualizado: 12/04/2019, 21h:36

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

É um verdadeiro dilema para o cirurgião-dentista: cobrar ou não cobrar a consulta inicial. Muita gente acha que não devemos cobrar, mas esquecem que a parte mais importante de um tratamento, em qualquer área da saúde, é o diagnóstico, que é iniciado justamente no primeiro contato do profissional com o paciente.

Para o paciente pode ser um ponto crucial na escolha de qual profissional será responsável pela sua saúde bucal. Alguns, quando ligam para agendar e a secretária avisa que será cobrada a primeira consulta, desistem porque pensam assim: “se tem muitos que não cobram, porque eu deveria ir em um que cobra?”. Acham um absurdo o dentista cobrar “só para olhar”. E ainda têm aqueles que pensam: “nem sei se é bom, como vou pagar sem saber?”.

Acho válida uma pesquisa de preço, o que pode parecer contraditório, mas também acho que há meios de investigar sobre a conduta do seu futuro dentista através de depoimentos de outros pacientes (a propaganda boca a boca ainda funciona em todos os ramos profissionais), ou em uma consulta ao CRO (Conselho Regional de Odontologia).

Temos que nos atentar que, para que um profissional tenha a sua formação completa, ele passa de quatro a cinco anos na faculdade, e outros muitos anos em constantes especializações e aperfeiçoamentos para que o seu trabalho seja cada vez mais qualificado e o seu diagnóstico preciso.

Então, valorizar o seu conhecimento aliado à prática refinada não é pecado. Os cursos de marketing na área odontológica orientam o profissional a cobrar a consulta e dão subsídios para que esta prática seja feita de forma honesta e eficaz. Estudos comprovam que o fato de cobrar consulta não faz crescer ou decair o número de pacientes no consultório, o que faz a diferença é o modelo de atendimento impresso pelo profissional.

Impregnados na primeira consulta, que vai muito além do diagnóstico, estão o seu relacionamento com o paciente, o prognóstico e o plano de tratamento, que irá evoluir para o tratamento em si à medida que as consultas acontecem. O que o profissional deve fazer é agregar valor.

Será que se eu fosse médica estaria escrevendo este artigo?

Jackelyne Pontes

A decisão de cobrar ou não a consulta cabe a cada profissional, porém a divulgação da não cobrança constitui infração ética segundo o Código de Ética Odontológica:

Art. 20 Constitui infração ética:

  • * Oferecer serviços gratuitos a quem possa remunerá-los adequadamente
  • * Divulgar ou oferecer consultas e diagnósticos gratuitos ou sem compromisso.
  •  

Eu, particularmente, acho que o cirurgião-dentista deve sim cobrar a consulta por diversos motivos. E, somente para citar alguns, a não cobrança da consulta desvaloriza a prática profissional, promove uma concorrência desleal, e a nivelação dos serviços e honorários acaba sendo feita por baixo.

Afinal, para a consulta foi utilizado material clínico, mão de obra qualificada, encargos realtivos à energia, água, alvarás, e outros gastos acoplados. Se o profissional começar a sua carreira não cobrando consulta porque “precisa fazer o nome no mercado”, acredite, dificilmente conseguirá faze-los pagar pela consulta no futuro. A valorização profissional começa de cada um.

E me resta ainda uma última pergunta para reflexão: será que se eu fosse médica estaria escrevendo este artigo?               

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.