O empoderamento do conhecimento

Por 17/02/2019, 00h:00 - Atualizado: 16/02/2019, 17h:35

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

Por diversas vezes aqui neste mesmo espaço defendi a ideia de que as classes devem fazer de tudo para que sejam unidas, que os  discursos devem ser pareados e, principalmente, que todos nós nos apoderemos do conhecimento.

Uma classe unida e informada é uma classe mais forte e com capacidade de promover mudanças, assim como uma sociedade consciente e participativa pode fazer com que suas necessidades e seus anseios sejam atendidos.

O conhecimento não é algo estático, imutável e, principalmente, não é inacessível. Ele está sempre a disposição daqueles que se propõem a usá-lo como arma de democracia, como objeto de luta, como meta.

Ele surge da relação das pessoas com o mundo e, gradativamente, influencia nas mudanças do meio em que vivemos. Existem vários tipos de conhecimento como o empírico, o científico, o filosófico, que tem associação com o conhecimento tácito, que é aquele particular, aquele que dita qual a função que podemos exercer com eficácia e é adquirido com as experiências da vida pessoal, é que deve ser diagnosticado, identificado e colocado em prática a nosso favor.

Digo tudo isso porque é preciso que acordemos para a nossa realidade, que gritemos por melhores condições de trabalho, salário digno, desprecarização de vínculos, equipamentos e insumos de qualidade e em quantidade suficiente para que o serviço não pare por falta de um item básico.

É preciso nos sensibilizarmos que o usuário não precisa dormir em uma fila para garantir o seu acesso ao atendimento, o que é preciso é que criem vagas e nelas empossem profissionais suficientes para atender a toda demanda.

É apoderando-se de conhecimento que podemos dizer: isso é mentira

Jackelyne Pontes

Não adianta construir uma belíssima unidade de saúde se esta não está equipada e muito menos pode atender a população de forma adequada. A “terapia do encaminhamento” deve acabar. O agravo deve ser sanado no momento da procura, e caso este usuário necessite de um atendimento mais especializado, aí sim ele seja referenciado a outra unidade com maior grau de complexidade.

Tem um ditado que diz que nos damos conta de que existe dor somente quando o calo aperta, e é a mais pura verdade. É fato que nos organizamos e exigimos os nossos direitos somente em momentos de crise, e isso tem que parar.

Chega dessa postura de reagir aos acontecimentos somente quando o barco está prestes a afundar, chega de nos curvarmos aos falsos moralismos e de olharmos o nosso próprio umbigo, chega de aplaudirmos inverdades ditas por gestores em atos públicos como se o seu discurso fosse o fiel retrato da nossa realidade.

É apoderando-se de conhecimento que podemos dizer: isso é mentira. Contra fatos não há argumentos. Não podemos continuar avalizando frases de efeito ditas em um discurso inflamado, para pessoas que não estão inseridas em nossa realidade ou até mesmo colegas que vivem em uma rotina de completa alienação, sabendo que o caos está instalado e que a situação por nós vivenciada é completamente diferente daquela que foi dita a plenos pulmões por nossos gestores. Vamos deixar a covardia de lado e nos apoderarmos de nossas lutas. Sonho com o dia em que vamos deixar o nosso confortável papel de expectador, acomodados em confortáveis cadeiras, e batendo palmas no modo automático. Sonho com o dia em que vamos nos levantar e dizer: “perai, isso é mentira!”

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Ex-vereador por 5 vezes tenta retornar

wilson kishi 400   Após uma década sem encarar uma disputa eleitoral, Wilson Kishi (foto), que já exerceu cinco mandatos de vereador por Cáceres, somando quase 20 anos ininterruptos de assento no legislativo, decidiu se submeter ao teste das urnas de outubro. Vai tentar cadeira de vereador. Se filiou ao PSB, que tem a...

SD e chapa competitiva pra vereador

aluizio lima 400   Comandado no Estado por Zé do Pátio, prefeito de Rondonópolis, o Solidariedade ganhou novos filiados em Cuiabá e já tem uma lista de 32 pré-candidatos a vereador, numa expectativa de conquistar até quatro cadeiras. Além dos recém-filiados, vereadores Vinicius Hugueney...

MDB diz apostar em Thiago em Roo

thiago silva 400 curtinha   Dirigentes do MDB contestam o registro em nota no Curtinhas, assegurando que a oposição está forte em Rondonópolis e que deve unificar os grupos políticos e derrotar o projeto de reeleição do prefeito Zé do Pátio. Pesquisas internas estão deixando...

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.