Odontofobia

Por 21/10/2018, 00h:00 - Atualizado: 20/10/2018, 14h:48

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

Uma grande parcela dos nossos pacientes tem medo de dentista, ou fica em estado de ansiedade. Se pensarmos bem esse medo não vem sozinho, geralmente vem acompanhado ou é oriundo de outros, como: medo de agulha, de hospitais, de médicos, de sentir dor.

A posição que ficamos na cadeira do dentista, de certa maneira submissos e sem o controle da situação contribui para que essa fobia se manifeste de forma mais exacerbada. Pacientes relatam que a empatia com o profissional também colabora para que eles fiquem mais, ou menos temerosos. Portanto um comportamento sensível, acolhedor e seguro, é o ideal.

Nos desenhos animados, nos filmes, livros, programas de TV, a imagem do dentista quase sempre é negativa. Nos filmes de terror, por exemplo, a sugestão é de uma situação desagradável em detrimento do ambiente de consultório odontológico que envolve cheiros, ruídos, aparelhos que perfuram, jalecos brancos, luzes no teto.

Imagine-se deitado na cadeira, com a boca aberta, a broca fazendo barulho, o sugador, enquanto o dentista trabalha. Não é situação das mais agradáveis, nisso temos que concordar. Então, o ideal é que o paciente combine com o seu dentista um sinal para caso de dor ou desconforto. Levantar uma das mãos é ideal. Enquanto o trabalho do paciente é sinalizar, o do profissional deve ser o de parar imediatamente o procedimento, resultando assim em um condicionamento agradável, baseado principalmente na confiança e no diálogo aberto.

Muitas vezes o medo de dentista leva a maiores despesas. É um ciclo vicioso. O odontofóbico recusa o tratamento, o que leva a maiores problemas bucais

Jackelyne Pontes

A criança que tem medo de dentista grita, chora, transpira, debate-se, sente náusea, e não é tão diferente das reações dos adultos. É provável que tentem fugir ou se esconder, então as técnicas de condicionamento devem ser aplicadas. A mais usada é a “mostrar, falar, fazer”, que consiste no ato profissional de mostrar como será o procedimento, explicar com um vocabulário de fácil entendimento e finalmente executar a ação. O controle de voz também funciona muito bem, que é quando o dentista fala com o paciente com tons de voz diferenciados para cada situação, às vezes firme, às vezes carinhosamente, sem perder de vista o objetivo principal que é a execução do tratamento com qualidade.

Ir ao dentista o mais cedo possível (ao nascer, mesmo antes da erupção dos dentes), é o que preconizamos. Assim incutimos nos pequenos a cultura da boca e gengiva saudáveis. Cria-se então um vínculo profissional/paciente, que deve ser cultivado com visitas periódicas. Muitas vezes o medo de dentista leva a maiores despesas. É um ciclo vicioso. O odontofóbico recusa o tratamento, o que leva a maiores problemas bucais. Cabe aqui a velha máxima: prevenir é melhor – e mais barato - que remediar.

Para superar a Odontofobia, procurar um profissional que pratica a “odontologia gentil” é uma boa saída. O trabalho é feito de maneira que alivia o medo, explica os procedimentos, e ajuda o paciente a superar esta situação. Uma música suave, utilizar “bolas de estresse” para que o paciente as manipule durante a consulta, ter um membro da família ou amigo presente como apoio, hipnoterapia, técnicas de relaxamento, são medidas extremamente úteis e podem colaborar para amenizar o medo.

O que não podemos é deixarmos de tratar o paciente, ou deixarmos de visitar o cirurgião-dentista, afinal a saúde começa pela boca.

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, filiada ao Sinodonto-MT (Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso) e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

Grupo de EP e Kleber pra marketing

kleber lima 400 curtinha   O grupo do prefeito Emanuel Pinheiro decidiu abrir diálogo com o jornalista e marqueteiro Kleber Lima (foto), visando o pleito de outubro. Não há mais resistência a uma possível contratação de Kleber, independente de quem o grupo lançar ao Palácio Alencastro,...

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.