Tratamento humanizado no SUS: uma meta

Por 10/03/2019, 08h:14 - Atualizado: 10/03/2019, 08h:20

jackelyne_pontes_artigo_400

Jackelyne Pontes

É mérito do servidor receber uma resposta pública positiva por parte do usuário, que pode ser manifestada através da ouvidoria. A ouvidoria é um canal que serve para receber elogios, reclamações e sugestões que contribuem para o bom andamento do serviço. Sabemos que em se tratando de funcionalismo público o que quase sempre se escuta é: não gosta de trabalhar, trata o usuário com má vontade, faltou ao trabalho, chegou tarde, ou ainda veio e ficou somente uma hora. Isso é fato. Porém a regra não deve ser aplicada a todos, temos em nosso quadro de servidores pessoas altamente qualificadas e comprometidas com a prestação de serviço adequada à população.

Em 2003 uma Política Nacional de Humanização foi pensada para trazer este sentimento de solidariedade nas práticas cotidianas de atenção à saúde e também

Sabemos que, em se tratando de funcionalismo público, o que quase sempre se escuta é: não gosta de trabalhar, trata o usuário com má vontade, faltou ao trabalho, chegou tarde, ou ainda veio e ficou somente uma hora. Isso é fato. Porém a regra não deve ser aplicada a todos

de gestão, qualificando, instruindo e incentivando gestores, trabalhadores e usuários. Sabemos que as enfermidades tanto por parte do doente quanto por parte do profissional de saúde pode afetar a qualidade do cuidado, produzindo práticas e atitudes muitas vezes desumanizadas. A dor, o sofrimento, a doença fala mais alto quando temos necessidade de atendimento. Todos temos problemas que necessitam de solução, mas antes de nos destratarmos (profissionais de saúde para com o usuário e vice-versa), devemos levar em conta o histórico de acontecimentos do cotidiano. O usuário pode estar vindo de uma peregrinação sem fim, de unidade em unidade de saúde, sem sucesso, e o profissional de saúde pode estar em meio a um plantão interminável, ou até mesmo em uma tempestade de cunho pessoal, e o ideal é nos esforçarmos para que esses processos negativos não causem desgastes e estresses entre ambos. Sabemos que todos temos dificuldades e problemas, a sugestão é focarmos na criação de vínculos solidários, sem qualquer tipo de distinção melhorando assim as condições de trabalho e de atendimento.

Humanizar é incluir-se no processo de cuidado e de produção de saúde. É definir-se como protagonista de tais ações positivas que não são construídas por uma só pessoa, e sim pelo coletivo, pelo grupo, pela comunidade e equipe da unidade de saúde que atende o seu bairro. Todos somos responsáveis pela mudança, que já está acontecendo. O usuário e o profissional de saúde devem ser agentes ativos e sugerirem mudanças de práticas e comportamentos.

Um tratamento humanizado e um acolhimento adequado resulta em redução de filas e atendimento mais resolutivo, ampliando assim o acesso ao serviço de saúde. De nada adianta esbravejar a procura de atendimento, ou tratar o doente como se estivesse fazendo um favor em atende-lo, a postura educada, ponderada e até mesmo sábia tem que vir de ambas as partes, tem que ser uma via de mão dupla. Quem trabalha atendendo o usuário merece respeito, e ao mesmo tempo o trabalhador deve entender a necessidade do usuário, que o protagonista do SUS. A mudança de comportamento não acontece do dia para a noite, mas continuamos a regar a sementinha já plantada em 2003. Baraúna (2005) afirma que “a humanização é um processo de construção gradual, realizada através do compartilhamento de conhecimentos e de sentimentos”. Então que criemos uma rede de empatias, que seja promovida uma troca positiva onde a ética, o respeito e a individualidade sejam peças chaves.

Ouvidoria de saúde municipal: http://ouvidoria.cuiaba.mt.gov.br/registromanifestacao.html

Ouvidoria de saúde estadual: http://www.saude.mt.gov.br/contato-ouvidoria

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e escreve exclusivamente para este blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.