Calculista

sandra_artigo_segunda

Sandra Alves

O som de uma goteira persistente acordou aquele homem calculista. Na noite anterior o projeto do dia seguinte foi repassado em sua mente, de forma detalhada. O que para muitos poderia ser um terror - planejamento - sua mente processava, cotidianamente, de forma automática.

A chuva que caía naquela manhã, torrencial, como o clima determinou para o ano, causava frustração. O dia anterior presenteou aos moradores da cidade com sol, após um longo período de cheias, e a expectativa era de nova trégua das águas. Mas a tempestade era daquelas que não permitia o comércio abrir, os carros trafegarem, pessoas saírem de casa.

Homem calculista, cérebro severo. A manhã era perfeita para estender o sono, preguiçar na cama, deixar chover lá fora! Não para ele. Em um ímpeto, jogou a coberta para o lado, levantou. Conferiu se a goteira afetava alguma parte da casa. Estava tudo em ordem. Higiene, alimentação, atualização das notícias, enfim, saiu.

O plano inicial era de um dia produtivo brindado por raios de sol. Mas não seria qualquer precipitação de água que sabotaria a segunda-feira. No caminho entre sua morada e os portões da empresa refaria a ordem de prioridades do trabalho. A primeira coisa é verificar os danos e a sujeira trazidas pela chuva; conferir se houve queda de energia; a quantidade suficiente de matéria prima; e por aí seguiam os pensamentos em torno de uma super organização.

A premissa básica de sua vida girava em torno da ideia de que um bom planejamento e a realização de tarefas objetivamente corretas levariam ao resultado pretendido. Quando pequeno precisava se alimentar bem e fazer exercícios para chegar à vida adulta forte e inteligente; quando adolescente se dedicou aos estudos; trabalhou em toda causa com fervor; sem horários; sem limites para a dedicação absoluta a todos os objetivos.

A adversidade da chuva levou o homem a alterar o trajeto hoje, viu pelo noticiário que uma árvore foi arrancada pelo vento, tão logo, processou a informação e buscou seu plano alternativo, outra rota. O problema encontrado agora foi o questionamento implacável de seu cérebro calculista que lhe afligia a cada fato observado e a inaceitável conclusão de que o óbvio não é visto pelos seres humanos.

O senhor calculista passou por muitas terras boas para produção que estavam tomadas de ervas daninhas, ora, é óbvio que um país produtor deve cultivar a terra, afinal, a população mundial cresce e precisa de alimentos; passou por represas que estavam secando a diversos anos seguidos, ora, é óbvio que se a represa está perdendo nível a mais de uma década é necessário buscar outros meios de abastecimento; parou em uma estrada interditada em função de alagamento - o Estado ficou isolado -, ora, é óbvio que se a estrada for feita no mesmo nível de represas, a variação de chuvas pode causar inundações; viu políticos chorar em discursos inflamados de assinatura da concessão de algo já concedido, ora, é óbvio que é ano eleitoral!

Enfim, o homem que por toda a sua vida calculou os benefícios e conquistas de uma vida planejada, organizada, chegou ao seu destino naquela manhã chuvosa de segunda-feira. Pontualmente, superadas as adversidades, sob a pressão de um cérebro implacável em seus questionamentos, ingressou na sala onde marcara a reunião. É óbvio, permaneceu sozinho naquela manhã!

Sandra Cristina Alves é tabeliã e registradora de imóveis, ex-analista do TJ/MT e escreve exclusivamente para este Blog toda segunda-feira. (sandrac.alves@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Clauberto Franco | Segunda-Feira, 07 de Abril de 2014, 15h24
    0
    0

    Legal.

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

Rei da soja incentiva Fávaro ao Senado

erai maggi 400 curtinha   O ex-vice-governador Carlos Fávaro não mantém o silêncio à toa. Embora tenha sido o terceiro mais votado em 2018 - por pouco não fica com a vaga ocupada hoje pelo senador Jayme Campos -, Fávaro está enfrentando uma série de dificuldades para se viabilizar de...

Professor terá desempenho avaliado

marioneide 400 curtinha   Professores da rede pública estadual agora vão passar por avaliação de desempenho tanto para fins de progressão funcional quanto para atender a uma série de novas exigências. A secretária de Educação, professora Marioneide Kliemaschewsk (foto), já...

O pinóquio de antes, o aliado de hoje

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), hoje deputado pelo quarto mandato, está levando porrete de todo lado pela decisão de entrar na base do Governo Mauro Mendes, seu então adversário político dos últimos 15 anos. Ambos, que se enfrentaram nas urnas duas vezes, uma a prefeito e outra para...

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.