Sirlei Theis

Pandemia, isolamento social e eleições 2020

Por 04/05/2020, 07h:46 - Atualizado: 04/05/2020, 15h:47

Arte/Dayanne Dallicani

Colunista Sirlei Theis

2020 começou movimentado no meio político, principalmente no Estado de Mato Grosso que teria duas eleições. A suplementar para o senado que aconteceria em abril e as municipais em outubro. Muitas articulações no meio político aconteceram. Para alguns, uma possível candidatura ao senado serviria como trampolim para as municipais, enquanto que para outros uma possibilidade de galgar um passo um pouco mais alto.

Confesso que a inércia e falta de visão dos candidatos às eleições suplementares me incomoda muito. Vejo que perdem a melhor oportunidade de suas vidas de levar suas propostas para a rede e fazer uma campanha eleitoral com custo reduzido

Em meio a todas as articulações e entrevistas dos possíveis candidatos, o que mais me impressionou foi a falta de projetos para um cargo tão relevante quanto o de um Senador.

Mas a chegada da pandemia do Covid-19 ao Brasil surpreendeu a todos e não foi diferente no meio político. As eleições suplementares ao senado foram suspensas, sem prazo definido para acontecer. Acontece que aqueles que passaram grande parte do seu tempo em 2020 articulando para garantir suas candidaturas ao senado, na menor dificuldade se encolheram e até agora não se sabe quais seriam suas propostas.

O pouco que se ouve falar é que esse ou aquele vai desistir porque perdeu o interesse ou vai focar nas eleições municipais. Tudo isso contribuiu para o insistente terceiro colocado das eleições de 2018, Carlos Henrique Fávaro, assumir o mandato interinamente.

Confesso que a inércia e falta de visão dos candidatos às eleições suplementares me incomoda muito. Vejo que perdem a melhor oportunidade de suas vidas de levar suas propostas para a rede e fazer uma campanha eleitoral com custo reduzido.

Estamos vivendo um momento onde a grande maioria das pessoas está em casa  e conectadas. As mídias sociais nunca estiveram tão presentes no cotidiano das pessoas, não tendo melhor momento que o atual para criar engajamento e identidade política.

Ao se verem impossibilitados de fazerem suas campanhas nos moldes tradicionais, os candidatos ao senado desapareceram e deixam passar aquela que poderia ser a melhor oportunidade de suas vidas.

Embora o Carlos Fávaro tenha entrado em exercício como substituto, as eleições suplementares vão acontecer. Da mesma forma entendo que as eleições municipais vão acontecer, assim que se controle um pouco a Pandemia, podendo ser ainda nesse ano.

Embora o Carlos Fávaro tenha entrado em exercício como substituto, as eleições suplementares vão acontecer. Da mesma forma entendo que as eleições municipais vão acontecer, assim que se controle um pouco a Pandemia, podendo ser ainda nesse ano

Usei o caso dos candidatos ao senado como exemplo, mas não é diferente para as eleições municipais. Até o momento não vejo movimento nas mídias sociais dos pré-candidatos. Aqueles que tentam fazer, acabam na maioria das vezes fazendo errado, optam por uma comunicação mecânica que não cria identidade com o seguidor.

O isolamento social é uma realidade da qual não podemos correr. A Pandemia que chegou em ano eleitoral só vai antecipar algo que no futuro deverá acontecer normalmente, campanhas políticas realizadas somente pela internet, o que poderá gerar uma economia incalculável para os cofres públicos.

Contudo, a comunicação nas mídias sociais não pode ser algo maçante, precisa ser atrativa e criar identidade. Se você pretende se candidatar a um cargo nas eleições municipais e ainda não começou, pense bem. O tempo está passando e vai ser implacável com aqueles que deixarem tudo pra depois. Se reinvente e faça do caos uma oportunidade.

Sirlei Theis é advogada, especialista em gestão pública, palestrante e treinadora comportamental e escreve com exclusividade para esta coluna às segundas. E-mail: sirleitheis@gmail.com. Instagram: @sirleitheis. Facebook: sirleitheisoficial

Postar um novo comentário

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

Cáceres, lockdown e frases de alerta

francis maris 400 curtinha   Em Cáceres, o prefeito Francis Maris (foto) decretou lockdown desde a última segunda, dia 29, como forma de forçar os moradores a permanecer em casa para conter o avanço da Covid-19. Mas as medidas restritivas não estão surtindo tanto efeito na prática. Muitos continuam...

4 prefeitos de MT com coronavírus

luiz binotti 400 curtinha   Pelo menos quatro prefeitos em Mato Grosso já foram diagnosticados com Covid-19. O caso mais recente envolve Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Ele aguarda resultado de exames, mas já se encontra em isolamento domiciliar. Com sintomas do novo coronavírus, Binotti decidiu ficar em casa. De um...

Forçando cuiabanos a ficar em casa

emanuel pinheiro 400 curtinha   Acuado por causa do avanço dos casos de Covid-19, o que tem provocado colapso na rede pública de saúde, principalmente em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu adotar medidas mais restritivas para conter circulação e aglomerações de pessoas,...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.