Sirlei Theis

Então é Natal mesmo?

Por 16/12/2019, 08h:28 - Atualizado: 16/12/2019, 09h:06

Dayanne Dallicani

Colunista Sirlei Theis

Entramos na segunda quinzena de dezembro de 2019, o natal já vem dobrando a esquina, pronto para ocupar nossa vida de maneira arrebatadora. As cidades estão decoradas, cheias de luzes, os shoppings centers e as lojas lotadas, muitos presentes empacotados, confraternizações acontecem a toda hora e o espírito natalino, será que de fato chegou ou é só uma época do ano de luzes, decoração e troca de presentes?

As cidades estão decoradas, cheias de luzes, os shoppings centers e as lojas lotadas, muitos presentes empacotados, confraternizações acontecem a toda hora e o espírito natalino

Recentemente eu e minha filha de 9 anos, montamos a nossa árvore natalina e enquanto pendurávamos os enfeites, ela me perguntou se eu estava no espírito natalino? A pergunta me fez refletir sobre esse espírito, que representa nada mais, nada menos que o Espírito de Deus, que deveria preencher os corações das pessoas, permitindo a elas agir com mais empatia e amor ao próximo, mas será que é esse o espírito que estamos vivendo de fato?

Para os cristãos o natal é a data em que se comemora o nascimento de cristo, o filho de Deus que deu sua vida para salvar a humanidade.

Nessa época as pessoas deveriam reforçar aquilo que já vinham fazendo ao longo do ano, ou seja, tirar um tempo ainda maior para si mesmas, olhar para o próximo com um olhar ainda mais atento e cheio de amor, esquecer as tristezas e frustrações e exercitar atos nobres, aqueles que nem mesmo a correria do dia a dia consegue destruir.

É muito comum nessa época do ano buscar-se o perdão, a reconciliação, a compaixão e também realizar ações sociais. Com o natal batendo à nossa porta as pessoas costumam doar um pouco de si ou do que tem para ajudar aqueles que pouco ou nada tem.

Muitos agem como se fossem imortais, passam o ano todo tão ocupadas com seus afazeres que se esquecem de dar valor ao que de fato importa, como cuidar da saúde, curtir a vida, os familiares e os amigos, e dai nessa época parecem querer compensar as faltas com uma inesquecível troca de presentes e uma farta ceia natalina.

É claro que o Espírito Natalino desperta nas pessoas a bondade, a generosidade e o amor ao próximo, mas isso deveria acontecer o ano todo, na prática o que temos percebido é que tão logo o natal acaba estes sentimentos e ações tão nobres desaparecem junto com o último pedaço de peru. A benevolência invariavelmente será devorada pela correria do dia a dia que parece ficar a espreita só esperando as luzes da arvore de natal serem desligadas.

O ano não acabou, ainda há tempo de mudar, de planejar e de executar

Dai vem a constatação, a generosidade praticada nessa época de nada adianta, se as pessoas continuarem com o coração cheio de mágoa, ressentimento, insensibilidade e ódio nos outros dias do ano.

Por outro lado, o consumismo praticado com a troca de presentes, fomentado pela mídia, seduzindo principalmente nossas crianças, pode representar um ato de carinho, mas nunca irá representar o verdadeiro espírito natalino.

O ano não acabou, ainda há tempo de mudar, de planejar e de executar, se você deixou o ano passar sem cuidar de si mesmo, sem cuidar das pessoas que você ama, sem praticar a gratidão, o perdão e a caridade, não perca a oportunidade de fazer não só um natal diferente, mas uma vida abundante e plena do espírito natalino, do espirito de Deus na forma que você o conceba.

O Natal deveria ser o ano todo, pelo menos o espírito natalino deveria acompanhar o ser humano 365 dias. Já pensou que mundo maravilhoso teríamos?

Feliz Natal!

Sirlei Theis é advogada, especialista em gestão pública, palestrante e treinadora comportamental e escreve com exclusividade para esta coluna às segundas. E-mail: sirleitheis@gmail.com. Instagram: @sirleitheis. Facebook: sirleitheisoficial

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Kirlian Lopes | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 17h41
    2
    0

    Parabens..bela e sabia reflexao Feliz Natal..

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

Bolsonarista esperançoso no Patriota

roberto franca curtinha   Roberto França (foto) decidiu fazer uma aposta arriscada com vistas às urnas de outubro. Aos 71 anos, metade deles ocupando cargos eletivos, como de vereador, deputado estadual e federal e prefeito de Cuiabá, ele trocou um partido nanico por outro, do PV para o Patriota. A esperança do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.