Sirlei Theis

Intolerância na política promove inimigos e greves

Por 08/07/2019, 07h:17 - Atualizado: 08/07/2019, 16h:37

Dayanne Dallicani

Colunista Sirlei Theis

O que está acontecendo com a humanidade? A intolerância com as diferenças está cada vez mais evidente, onde um não respeita a opinião e o espaço do outro. Tudo isso tem levado a inúmeras crises em muitas áreas, que precisam de reformas. Nessa semana que passou, a mídia nos presenteou com vários assuntos nacionais e locais que são reflexos dessas crises, como casos de violência contra a mulher, a greve dos professores, o projeto de lei que altera as regras e percentuais para a concessão de incentivos fiscais com a taxação de alguns itens, a reforma da previdência, dentre outros.

São questões que realmente precisam urgentemente de reformas, mas do jeito que as coisas estão caminhando dificilmente surgirá um consenso, pois tudo isso reflete a maior crise de todas, que é a crise de valores da humanidade.

Enquanto não pararmos um pouco para exercitar o autoconhecimento, principalmente para rever nossos próprios valores, dificilmente teremos uma reforma que vá resolver os problemas sociais.

Enquanto não pararmos um pouco para exercitar o autoconhecimento, principalmente para rever nossos próprios valores, dificilmente teremos uma reforma que vá resolver os problemas sociais

Tudo que está acontecendo com o nosso país e também com o nosso Estado, na realidade é reflexo de nós mesmos. Precisamos ser honestos, praticar a gentileza e ser auto responsáveis, só assim vamos entender que estamos onde merecemos, mas que podemos consertar o rumo das coisas escolhendo melhor aqueles que se propõe a nos representar na politica.

A política brasileira nos últimos tempos tem sido um palco de guerra, onde poucos respeitam a opinião do outro e o tempo passa e nada de relevante acontece para mudar esse cenário. Isso é o retrato da falta de autoconhecimento dos nossos representantes e também dos eleitores.

A intolerância no mundo político tem transformado pessoas em inimigos, simplesmente por pensarem diferentes. Como vamos construir um lugar melhor para viver se não pararmos para o diálogo?

A política não é uma atividade para ser exercida individualmente, de forma impositiva, ao contrário, é um trabalho que deve ser realizado em conjunto e nunca foi tão importante resgatar tal espírito, pois o que temos hoje é exatamente o contrário.

A greve dos professores retrata exatamente essa falta de diálogo. De um lado o governo que bate o pé dizendo que não tem como dar nenhum reajuste, do outro a categoria que luta por direitos há muito conquistados e a muitos negados pelo poder público. Nesta queda de braço perdem todos, alias esta é daquelas disputas que não deveria ter vencedor, pois para alguém vencer alguém tem que perder e neste caso penso que perdemos todos nós. Perde a sociedade que se enfraquece e praticamente anula o seu poder de negociação, perde o governo, perde a escola, enfim, mais uma derrota de toda a humanidade, cada vez mais fria, calculista e antipática.

Se partirmos do conceito que temos os representantes que merecemos, já passou da hora de assumirmos a auto responsabilidade de nossos atos e escolher baseado em valores e não em troca de favores

Num Estado democrático de Direito como o Brasil, o gestor precisa estar preparado para o diálogo e não concordar, mas também para abrir concessões, ele nunca pode esquecer a hierarquia e quem é o titular que lhe delegou o poder.

Estamos há pouco mais de um ano das próximas eleições municipais, muitos pré-candidatos já começam a se movimentar, coligações já são articuladas e é nesse momento que nos é dado a oportunidade de fazer melhores escolhas entre este e aquele candidato.

Se partirmos do conceito que temos os representantes que merecemos, já passou da hora de assumirmos a auto responsabilidade de nossos atos e escolher baseado em valores e não em troca de favores.

A transformação política depende necessariamente da transformação dos indivíduos, pois a maior crise existente na atualidade é a de valores e se o homem não transformar primeiro a si mesmo, não teremos transformação social e muito menos política.

Sirlei Theis é advogada, especialista em gestão pública e escreve com exclusividade para esta coluna às segundas. E-mail: sirleitheis@gmail.com. Instagram: @sirleitheis. Facebook: sirleitheisoficial

Postar um novo comentário

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.