Sirlei Theis

O Sonho que virou pesadelo

Por 10/06/2019, 06h:54 - Atualizado: 10/06/2019, 07h:04

Dayanne Dallicani

Colunista Sirlei Theis

 

Ainda está viva em nossa memória a festa realizada na Praça 8 de Abril quando da escolha de Cuiabá como uma das sedes brasileiras da Copa do Mundo de 2014. O sonho de ver a capital mato-grossense transformada estava bem ali, ao nosso alcance, mas o tempo passou e infelizmente “o sonho virou pesadelo”.

Me lembro muito bem da gestão política feita para trazer a Copa para Cuiabá, seria uma oportunidade de mostrar para o mundo todo as belezas e riquezas mato-grossenses. Iniciativa pública e privada se uniram nessa luta por entender que seria o melhor para o Mato Grosso. A sensação de alegria era contagiante e estava no rosto de todos.

Pena foi ver o despreparo político dos gestores à época. Pessoas que se deslumbraram frente as facilidades dos financiamentos públicos e do “poder”, a começar pela criação da Agecopa, uma estrutura inchada e cheia de mordomias. Virou um grande cabide de emprego, com cargos comissionados altíssimos. Poder e vaidade impediram que as coisas acontecessem. Cada um queria aparecer mais que o outro, e o resultado não poderia ter sido diferente.

Já no início o modelo de gestão adotado demonstrou que não funcionaria e as obras iniciadas sem planejamento, transformaram Cuiabá e Várzea Grande em um grande e inacabado canteiro de obras. Para a população e comerciantes instalados nestes corredores ficaram inúmeros prejuízos.

A extinção da Agecopa e a criação da Secopa, aconteceu às pressas, em 30 de setembro de 2011, com a promessa de que o novo modelo garantiria que as obras aconteceriam no tempo necessário.

A torcida agora é para que o governador Mauro Mendes comece o quanto antes as mudanças no sistema de gestão que aí está

Sirlei Theis

O VLT é o símbolo do descaso e do desperdício de recursos públicos. Recentemente recebeu o título de obra símbolo nacional de “obra fantasma”, um prejuízo que aumenta a cada dia. Num momento corrupção, em outro, incompetência e daí vem a inoperância e o VLT Cuiabá, segue indefinido. Para nós sobraram os vagões ao relento e muitas ruas a espera dos trilhos, que sabe lá se virão ou não.

Na última quinta, 06 de junho de 2019, por maioria de votos, o TJMT decidiu manter a rescisão unilateral do contrato firmado entre o Governo do Estado e o Consórcio VLT para a execução da obra.

O Governo já anunciou que decidirá o que fazer nos próximos 30 dias. Caberá a nós aguardarmos para saber qual será a decisão que definirá o futuro do VLT. Independentemente da decisão, já sabemos que essa obra entrará para a história do nosso Estado, símbolo de tudo que nos envergonha, pois reflete muito bem o modelo de gestores que elegemos. Pessoas despreparadas e descompromissadas com o cidadão, que não medem as consequências dos seus atos.

O caso Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT de Cuiabá, por abranger um valor expressivo teve repercussão nacional, serviu como piada de alguns gestores em programas de humor, mas não é o único responsável pela situação que o nosso Estado passa atualmente.

Como servidora e gestora pública que sou e por conhecer muito bem essa máquina estatal, posso afirmar que enquanto perdurar esse modelo de gestão burocrático e de apadrinhamento de indicações políticas, as coisas não vão mudar, pois os desperdícios continuam acontecendo. Precisa ficar claro para todos nós que o descomprometimento em cuidar da coisa pública produz um resultado tão maléfico quanto a corrupção.

A falta de ação funciona como uma torneira que fica pingando indefinidamente. Uma torneira aqui e outra ali, e de gota em gotas, podemos em alguns anos ter um prejuízo tão grande quanto o do VLT. Pequenas coisas que acabam não sendo percebidas pelos nossos gestores, que em alguns casos, vivem ilhados em seus gabinetes, pessoas que imaginam ter uma importância que não têm e seguem blindados.

E por falar em poder e empoderados, quem passa pela avenida Historiador Rubens de Mendonça com certeza tem saudade do jardim que separava as pistas, destruído para a passagem do VLT e que agora parece estar sendo reconstruído. Mais dinheiro nosso jogado no ralo? O tempo dirá!

O certo é que depois do corrupto Silval e do isolado Taques, não iremos aguentar mais um fracasso. A torcida agora é para que o governador Mauro Mendes comece o quanto antes as mudanças no sistema de gestão que aí está. O futuro de nosso Estado pode depender disso.

Sirlei Theis é advogada, especialista em gestão pública e escreve com exclusividade para esta coluna às segundas. E-mail: sirleitheis@gmail.com. Instagram: @sirleitheis. Facebook: sirleitheisoficial

Postar um novo comentário

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.