Sirlei Theis

O Sonho que virou pesadelo

Por 10/06/2019, 06h:54 - Atualizado: 10/06/2019, 07h:04

Dayanne Dallicani

Colunista Sirlei Theis

 

Ainda está viva em nossa memória a festa realizada na Praça 8 de Abril quando da escolha de Cuiabá como uma das sedes brasileiras da Copa do Mundo de 2014. O sonho de ver a capital mato-grossense transformada estava bem ali, ao nosso alcance, mas o tempo passou e infelizmente “o sonho virou pesadelo”.

Me lembro muito bem da gestão política feita para trazer a Copa para Cuiabá, seria uma oportunidade de mostrar para o mundo todo as belezas e riquezas mato-grossenses. Iniciativa pública e privada se uniram nessa luta por entender que seria o melhor para o Mato Grosso. A sensação de alegria era contagiante e estava no rosto de todos.

Pena foi ver o despreparo político dos gestores à época. Pessoas que se deslumbraram frente as facilidades dos financiamentos públicos e do “poder”, a começar pela criação da Agecopa, uma estrutura inchada e cheia de mordomias. Virou um grande cabide de emprego, com cargos comissionados altíssimos. Poder e vaidade impediram que as coisas acontecessem. Cada um queria aparecer mais que o outro, e o resultado não poderia ter sido diferente.

Já no início o modelo de gestão adotado demonstrou que não funcionaria e as obras iniciadas sem planejamento, transformaram Cuiabá e Várzea Grande em um grande e inacabado canteiro de obras. Para a população e comerciantes instalados nestes corredores ficaram inúmeros prejuízos.

A extinção da Agecopa e a criação da Secopa, aconteceu às pressas, em 30 de setembro de 2011, com a promessa de que o novo modelo garantiria que as obras aconteceriam no tempo necessário.

A torcida agora é para que o governador Mauro Mendes comece o quanto antes as mudanças no sistema de gestão que aí está

Sirlei Theis

O VLT é o símbolo do descaso e do desperdício de recursos públicos. Recentemente recebeu o título de obra símbolo nacional de “obra fantasma”, um prejuízo que aumenta a cada dia. Num momento corrupção, em outro, incompetência e daí vem a inoperância e o VLT Cuiabá, segue indefinido. Para nós sobraram os vagões ao relento e muitas ruas a espera dos trilhos, que sabe lá se virão ou não.

Na última quinta, 06 de junho de 2019, por maioria de votos, o TJMT decidiu manter a rescisão unilateral do contrato firmado entre o Governo do Estado e o Consórcio VLT para a execução da obra.

O Governo já anunciou que decidirá o que fazer nos próximos 30 dias. Caberá a nós aguardarmos para saber qual será a decisão que definirá o futuro do VLT. Independentemente da decisão, já sabemos que essa obra entrará para a história do nosso Estado, símbolo de tudo que nos envergonha, pois reflete muito bem o modelo de gestores que elegemos. Pessoas despreparadas e descompromissadas com o cidadão, que não medem as consequências dos seus atos.

O caso Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT de Cuiabá, por abranger um valor expressivo teve repercussão nacional, serviu como piada de alguns gestores em programas de humor, mas não é o único responsável pela situação que o nosso Estado passa atualmente.

Como servidora e gestora pública que sou e por conhecer muito bem essa máquina estatal, posso afirmar que enquanto perdurar esse modelo de gestão burocrático e de apadrinhamento de indicações políticas, as coisas não vão mudar, pois os desperdícios continuam acontecendo. Precisa ficar claro para todos nós que o descomprometimento em cuidar da coisa pública produz um resultado tão maléfico quanto a corrupção.

A falta de ação funciona como uma torneira que fica pingando indefinidamente. Uma torneira aqui e outra ali, e de gota em gotas, podemos em alguns anos ter um prejuízo tão grande quanto o do VLT. Pequenas coisas que acabam não sendo percebidas pelos nossos gestores, que em alguns casos, vivem ilhados em seus gabinetes, pessoas que imaginam ter uma importância que não têm e seguem blindados.

E por falar em poder e empoderados, quem passa pela avenida Historiador Rubens de Mendonça com certeza tem saudade do jardim que separava as pistas, destruído para a passagem do VLT e que agora parece estar sendo reconstruído. Mais dinheiro nosso jogado no ralo? O tempo dirá!

O certo é que depois do corrupto Silval e do isolado Taques, não iremos aguentar mais um fracasso. A torcida agora é para que o governador Mauro Mendes comece o quanto antes as mudanças no sistema de gestão que aí está. O futuro de nosso Estado pode depender disso.

Sirlei Theis é advogada, especialista em gestão pública e escreve com exclusividade para esta coluna às segundas. E-mail: sirleitheis@gmail.com. Instagram: @sirleitheis. Facebook: sirleitheisoficial

Postar um novo comentário

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

Selma vê maior conforto no Podemos

selma curtinha 400   No grupo de WhatsApp "PSL Mulher MT", Selma Arruda (foto) escreveu um texto de despedida do partido. Disse estar chateada "com tudo isso", mas que não perdeu a fé e que o Governo Bolsonaro vai dar certo. Afirma sair do PSL com "coração partido" e que continua com os mesmos ideais no Podemos, onde...

Podemos esperando Selma se salvar

alvarodias_curtinhas   Na busca para ampliar a bancada do Podemos no Senado, o senador Alvaro Dias, derrotado à presidência no ano passado, só correu atrás de Selma, no sentido de convencê-la a se filiar no partido, depois que foi informado que ela tem chances reais de derrubar no TSE a cassação por...

Fávaro e esperança em assumir vaga

carlosfavaro_curtinha   O representante do escritório de MT em Brasília Carlos Fávaro (PSD) está convicto de que a senadora Selma não só será cassada de vez pelo TSE nos próximos meses, como a decisão da Corte lhe permitirá assumir a vaga enquanto não for eleito um novo...

Maturidade e nova visão sobre o TCE

janaina_riva_curtinha   No segundo mandato e sentindo-se mais madura politicamente, apesar de ainda bem jovem – completou 30 anos em 21 de janeiro – a deputada Janaína Riva revela que pensa diferente sobre a indicação de políticos ao cargo de conselheiro do TCE. Ao autorizar os colegas a derrubar a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.