Sirlei Theis

Tempos difíceis na Saúde

Por 13/07/2020, 07h:10 - Atualizado: 13/07/2020, 07h:14

Arte/Dayanne Dallicani

Colunista Sirlei Theis

Realmente vivemos tempos difíceis. Uma pandemia mundial e ninguém sabe exatamente como lidar com ela. Até agora, não existe um tratamento padrão e a vacina, nas melhores hipóteses, somente no início de 2021. Nós, os brasileiros, demoramos um pouco para acreditar que ela chegaria até aqui. A grande maioria acreditava que o vírus não sobreviveria no nosso clima tropical. Que as condições do Brasil eram bem diferentes daquelas existentes nos países onde a pandemia chegou primeiro, mas não foi bem assim que aconteceu.

Atualmente o Brasil é o segundo país com o maior número de mortes por Covid-19 e o colapso na saúde pública já é um fato. Em Mato Grosso, 98% dos leitos de UTI estão ocupados e os casos de contaminação chegando cada vez mais próximos de todos nós.

Atualmente o Brasil é o segundo país com o maior número de mortes por Covid-19 e o colapso na saúde pública já é um fato. Em Mato Grosso, 98% dos leitos de UTI estão ocupados e os casos de contaminação chegando cada vez mais próximos de todos nós

Acompanhei recentemente um caso de perto e sofri junto com a família quando veio o diagnóstico positivo; quando veio o pedido de UTI e a informação de que não existiam vagas na rede pública; quando mesmo com uma liminar em mãos, descobrimos que também não tinham vagas nos hospitais particulares. Sofrimento geral, de quem está doente e dos familiares e amigos, por se sentirem impotentes diante do caos da saúde pública no Estado de Mato Grosso.

Sabemos muito bem que o quadro que se apresenta atualmente na saúde pública não é exclusividade das gestões atuais, mas do descaso que ocorre há tantas outras gestões. Ressalto, contudo, que as gestões atuais do Estado e de grande parte dos municípios, poderiam ter adotado medidas mais efetivas que teriam minimizado o caos atual na saúde pública. Afinal, todos receberam recurso federal para faze-lo e tiveram tempo para isso.

Por conta da pandemia, veio à tona algo que já era anunciado e que de certa forma já acontecia, mas não era tão divulgado. Sabe muito bem do que estou falando, os familiares das tantas pessoas que são diagnosticadas com câncer no interior do Estado, que acabam morrendo em razão da demora no atendimento. Se essa realidade já existia, imagina como será depois da pandemia.

Diante desse quadro, o que resta para nós, é cada um fazer a sua parte. Se cuidar e cuidar daqueles que ama para não serem contaminados. Ter consciência que a partir de agora, mesmo com dinheiro, se precisar de UTI, poderá não encontrar. Dessa forma, se puder, fique em casa e se não puder, se cuide.

Sirlei Theis é advogada, especialista em gestão pública, palestrante e treinadora comportamental e escreve com exclusividade para esta coluna às segundas. E-mail: sirleitheis@gmail.com. Instagram: @sirleitheis. Facebook: sirleitheisoficial

Postar um novo comentário

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.