Sirlei Theis

Vida de Maria

Por 08/06/2020, 08h:13 - Atualizado: 08/06/2020, 17h:41

Arte/Dayanne Dallicani

Colunista Sirlei Theis

Gritos era algo que fazia parte da vida de Maria

Maria era uma garotinha que gostava muito de sonhar. Ela morava com os pais e quatro irmãos. Todos os dias ajudava a mãe nos afazeres domésticos, enquanto os irmãos acompanhavam o pai no trabalho da lavoura. Maria sonhava muito e muitas vezes esquecia dos seus afazeres olhando para o vazio, mas a mãe sempre a trazia de volta para a realidade aos gritos. Sim, gritos era algo que fazia parte da vida de Maria, ora de sua mãe, ora de seu pai. Conforme Maria crescia, os trabalhos também aumentaram e não sobrava mais tempo para sonhar, até que um dia ela já nem mais sabia como fazê-lo. Foi quando conheceu José, um moço que veio visitar os irmãos, que lhe pareceu muito gentil, mas depois de casados, ele já não era tão gentil, muitas vezes gritava com Maria e ela foi se tornando uma mulher triste e amarga, muito parecida com a mãe dela.

Vieram os filhos e por fim, nasceu Maria José, uma garotinha linda, que lembrava muito a Maria quando pequena. Maria José também gostava muito de sonhar, imaginava um mundo mágico onde conseguiria fazer tudo, mas conforme crescia começou a ser despertada de seus sonhos com os gritos de sua mãe. Assim, também aconteceu com a Maria Ruth, com Maria Célia, com a Maria Tereza, até que um dia nasceu a Maria Madalena, uma garotinha linda, que lembrava muito a sua mãe quando pequena.

Mas a Maria Madalena não parou de sonhar, a cada grito que ouvia dentro da sua casa, ela reforçava a certeza de que queria um futuro diferente daquele e para isso continuava sonhando. Foi assim que Maria Madalena cortou um ciclo que se repetia a muito tempo naquela família e possibilitou para as próximas gerações um futuro totalmente diferente. Agora os sonhos eram estimulados pela mãe e os gritos deixaram de existir dentro de casa, desta forma deu-se início a uma geração de pessoas felizes e bem resolvidas.

A história destas Marias se repete em muitos lares até os dias atuais. Pessoas adotam determinados comportamentos porque foi assim que aprenderam e não conseguiram cortar o ciclo. Seguem reproduzindo padrões e muitas vezes roubando os sonhos de seus filhos por não conseguirem cortar a corrente que as mantém presas a comportamentos e crenças vindo de seus ancestrais.

Não caia nesta armadilha, você pode fazer exatamente o que Maria Madalena fez, continuar sonhando independente das adversidades e buscar um novo caminho

Como você tem tratado estas questões em sua vida, você tem conseguido quebrar estas correntes, interromper o ciclo. Esta não é uma tarefa fácil, é preciso muita vontade para rever um caminho, mas é necessário. Principalmente na educação dos filhos cabe a cada um de nós rever impor um novo caminho. O problema é quando nos conformamos com um paradigma e simplesmente passamos a adotar um determinado comportamento simplesmente por que é assim, sem ao menos nos darmos ao trabalho de questionar ou então pararmos para analisar o porquê daquilo de fato.

Não caia nesta armadilha, você pode fazer exatamente o que Maria Madalena fez, continuar sonhando independente das adversidades e buscar um novo caminho. Uma geração inteira está dependendo da sua atitude, então não deixe pra amanha, comece a fazer a diferença agora.

Sirlei Theis é advogada, especialista em gestão pública, palestrante e treinadora comportamental e escreve com exclusividade para esta coluna às segundas. E-mail: sirleitheis@gmail.com. Instagram: @sirleitheis. Facebook: sirleitheisoficial

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Maria | Segunda-Feira, 08 de Junho de 2020, 14h13
    0
    0

    Gosto muito da forma que você escreve. consegue tocar as pessoas. Viajei na história de Maria

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

Pátio punido por não licitar transporte

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto) vai concluir o mandato sem conseguir realizar a licitação do transporte coletivo urbano de passageiros, vencido desde março de 2014. Por essa irregularidade na concessão, já que a Cidade de Pedra, empresa que explora o...

Anelise só vai com respaldo de MM

anelise silva 400 curtinha   Filiada ao DEM, Anelise Silva (foto) deve desistir da disputa à Prefeitura de Cáceres, a não ser que o governador Mauro Mendes, com quem ela pretende conversar nos próximos dias, declare apoio irrestrito a sua candidatura. Nos bastidores, Mauro não dá sinais de que...

Deputados "adotam" pré-candidatos

franklin 400 curtinha   Deputados estaduais se transformaram em padrinhos políticos de quatro pré-candidatos a prefeito de Santo Antonio de Leverger. Considerado o nome mais forte eleitoralmente, o ex-vereador por três mandatos e derrotado ao Executivo em 2016, Franklin Silva (foto), do PSDB e sobrinho do ex-prefeito Edu, entrou...

Candidato da Reitoria sob desgaste

julio cesar 400 curtinha   O professor Júlio Cesar (foto), um dos dois candidatos a reitor, tem apoio carimbado do grupo que comanda a instituição há cerca de 20 anos - desde a Escola Técnica, passando pelo CEFET, até o IFMT. Mas, nas viagens e reuniões em busca de voto, e numa tentativa de evitar o...

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.