Rastreabilidade ambiental

Por 23/05/2019, 07h:54 - Atualizado: 23/05/2019, 08h:00

Dayanne Dallicani

Colunista Vivaldo Lopes

 

A maioria dos cidadãos matogrossenses estão conscientes que a sustentabilidade ambiental passou a fazer parte da matriz econômica que sustenta o desenvolvimento econômico do Estado. A base de nossa economia é produção de alimentos e fibras. Líderes políticos que ignorarem tais fatores poderão frear o progresso econômico do Estado e perenizar o subdesenvolvimento de nossa economia. Estrategistas de negócios e empreendedores que não levarem em consideração este ativo intangível, a sustentabilidade ambiental e responsabilidade social, poderão conduzir seus negócios ao fracasso, por desprezarem o pensamento prevalecente no mundo atual.

Estrategistas de negócios e empreendedores que não levarem em consideração este ativo intangível, a sustentabilidade ambiental e responsabilidade social, poderão conduzir seus negócios ao fracasso, por desprezarem o pensamento prevalecente no mundo atual

Economistas e especialistas em análise de macrotendências indicam que na medida em que são disponibilizadas para a população mundial maior quantidade e qualidade de informações sobre estas questões, mais se consolida o convencimento de que a preservação das boas condições do planeta depende de atitudes e ações cotidianas de todos os seus habitantes-consumidores.

Essas atitudes incluem, naturalmente, os hábitos de consumo das sociedades, com reflexos diretos na industrialização e comercialização de mercadorias e serviços no mercado mundial. O consumidor da Dinamarca, Alemanha ou Noruega vai exigir informações de fontes confiáveis que o tranquilizem que o sapato que ele está adquirindo numa loja de seu país não derivou do couro de um animal criado em pastagens que prejudicaram o meio ambiente. Da mesma forma, a consumidora de uma loja luxuosa de Londres vai querer saber se o algodão do tecido não utilizou fertilizantes ou herbicidas nocivos ao meio ambiente. Ou fez uso de trabalho infantil em seu processo de produção. O designer de interiores de Milão, na Itália, não vai recomendar ao seu cliente, móveis que tenham utilizado madeira de desmatamento degradante da floresta amazônica. É muito provável que a exigente consumidora de cosméticos vendidos na 5ª. Avenida de Nova York vá exigir que a lecitina de soja contida em seu batom de grife não tenha vindo de plantio de soja cujo cultivo possa ter degradado o cerrado ou nascentes de rios que formam o pantanal de Mato Grosso. Enfim, o que no passado eram atitudes exóticas ou coisas de “ecochatos”, passam a ser exigência corriqueira de todos os consumidores.

Torna-se vital que empresas fiquem antenadas às megatendências mundiais nos aspectos do consumo, tecnológico, econômico e ambiental, sob o risco de serem sugadas pela tsunâmica onda verde planetária

Assim, os consumidores farão, sob a forma de ações cotidianas espontâneas, a rastreabilidade ambiental de toda a cadeia produtiva do que consome, com o propósito de contribuir para melhorar as condições de vida do nosso planeta. Cada vez mais as empresas serão cobradas por seus clientes a disponibilizar, em alguns casos em tempo real, informações relevantes da cadeia produtiva de sua mercadoria ou serviço. A constante e persistente luta pela preservação da boa qualidade de vida na terra está deixando de ser algo restrito a militantes ambientais sectários e barulhentos, ONG’s, universidades, instituições de pesquisas científicas e passa a ser prática cotidiana dos consumidores.

E, como o mundo dos negócios já sabe, mudanças de hábitos de consumo afetam drasticamente o faturamento e a sobrevivência das empresas. Torna-se, portanto, vital que estas fiquem antenadas às megatendências mundiais nos aspectos do consumo, tecnológico, econômico e ambiental, sob o risco de serem sugadas pela tsunâmica onda verde planetária.

Vivaldo Lopes é economista formado pela UFMT, onde lecionou na Faculdade de Economia.  É pós-graduado em MBA e Gestão Financeira Empresarial pela FIA/USP. Escreve nesta coluna com exclusividade às quintas-feiras. E-mail: vivaldo@uol.com.br

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Hugo werle | Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, 11h36
    1
    0

    Parabéns pelo texto. Muito bom. O tema pode ter a discussao ampliada, apontando quais efetivamente poderiam ser os cuidados a serem tomados.

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.