CONTEÚDO

Quinta-Feira, 28 de Dezembro de 2017, 15h:33 | Atualizado: 28/12/2017, 15h:51

Galli articula palanque em MT para Bolsonaro e não descarta disputar Senado ou sair ao Governo

O deputado federal Victório Galli (PSC) aguarda 2018 para intensificar as articulações com objetivo de assegurar palanque para o presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) em Mato Grosso. Para isso, cogita abrir mão de buscar sua reeleição à Câmara federal para entrar na disputa majoritária.

Assessoria

Bolsonaro e Galli

Deputados federais Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Victório Galli, do mesmo partido

Galli tem sido encorajado pelo grupo político a disputar o Senado. A possibilidade de concorrer a governador não está descartada. “Estamos avaliando os cenários e trabalhando para garantir palanque para Bolsonaro aqui no Estado. Estamos conversando com diversos setores. Política é assim mesmo. É a arte de gastar saliva”, disse Galli em entrevista ao .

As definições em Mato Grosso passam pela decisão do cenário em âmbito nacional. Isso porque Bolsonaro ainda está avaliando se adere ao Patriota para concorrer à presidência da República.

A adesão ao Patriota chegou a ser descartada por Bolsonaro devido a impasses na composição dos diretórios estaduais. O convite para filiação de figuras como o deputado estadual Daltinho (Solidariedade) também influenciou a decisão do deputado federal do Rio de Janeiro, agora reconsiderada.

Se o governador Pedro Taques resolver o problema da saúde, se torna imbatível na eleição

Ainda existe a possibilidade de Bolsonaro aderir ao PR a convite do senador Magno Malta (ES) ou ficar no PSC. Para permanecer na sigla, o presidenciável precisa superar as divergências com o presidente nacional, pastor Everaldo, além de reacomodar o economista Paulo Rabello de Castro, escolhido como pré-candidato a presidente da República.

A partir da definição de Bolsonaro, Galli decidirá se fica no PSC ou o acompanha para outra sigla. Nos bastidores, o parlamentar tem afirmado que vai apoiá-lo independente de coligação partidária. “Bolsonaro é um homem sério, cristão e de direita. Tem meu apoio porque é o candidato certo para endireitar o Brasil”, completa Galli.

No Estado, Galli não descarta apoiar a reeleição do governador Pedro Taques (PSC) em 2018. Argumenta que o PSC ajudou a elegê-lo, faz parte da base e tem compromisso em ajudar Mato Grosso a superar a crise. “Se o governador Pedro Taques resolver o problema da saúde, se torna imbatível na eleição. Podemos apoiá-lo sem abrir mão de Bolsonaro para presidente”, concluiu Galli.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • said joseph | Sexta-Feira, 29 de Dezembro de 2017, 10h32
    0
    0

    Esse Deputado Galli é hipócrita, oportunista, profeta do demo. Não satisfeito, vai afundar sua própria candidatura e arrastar a igreja a qual pertence ao descrédito. É um fracasso total.

  • Cristiano Bolsonaro | Sexta-Feira, 29 de Dezembro de 2017, 09h28
    1
    1

    Se for por vontade do povo, Bolsonaro já ganhou. Porém, o TSE sinalizou que não irá cumprir a lei do voto impresso, portanto, já podemos nos preparar para um presidente do PT ou PSDB.

  • EliCar | Sexta-Feira, 29 de Dezembro de 2017, 00h23
    1
    1

    Cesinha pega teu rumo, que você ta vomitando o lixo dos psicopatas da esquerda. Irmão não prega mentira, crê em Cristo, e se afasta do mal.

  • OLHO VIVO | Quinta-Feira, 28 de Dezembro de 2017, 21h45
    4
    3

    Com Bolsonaro ou sem Bolsonaro esse Galliano vai levar um cacete que vai perder até o rumo....etá politiquinho hipócrita....se esconde atrás de igreja mas é um MALA....amigo do Temer...é do SATANÁS..RSRSRS

  • Cesinha | Quinta-Feira, 28 de Dezembro de 2017, 20h45
    2
    8

    esse pastor é um falso profeta!!! Anda de Mercedes na custa do povo!!! Vai apoiar um torturador, um apoiador do estupro de mulheres, Galli é homofobico e defendeu a reforma trabalhista que beneficiou apenas os padrões, alem de ser á favor da reforma da previdência, que vai fazer os trabalhadores do Brasil aposentar com sem 100 anos e contribuir mais para o governo!!! E aí irmãos!!!!???? Vamos acreditar neste irmão que defende o poder econômico e político!?

  • joaoderondonopolis | Quinta-Feira, 28 de Dezembro de 2017, 19h00
    4
    2

    A favor de Bolsonaro, MT vai ter muitos pretendentes para disputa, e serão vitoriosos, até eu não descarto disputar a deputado estadual ou federal.

Matéria(s) relacionada(s):

Selma sob risco de ganhar e não levar

selma arruda curtinha   Uma das grandes surpresas nas urnas de MT, a juíza aposentada Selma Arruda (PSL), eleita senadora na 1ª vaga, ao alcançar 678.542 votos, ainda vai ter muita dor de cabeça até o fim da investigação em que é acusada de abuso de poder econômico, através de caixa...

Deputado culpa Emanuel pela derrota

valtenir pereira curtinhas   Valtenir Pereira (foto), do MDB, tem culpado, em parte, pela derrota nas urnas pelo quarto mandato, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, do mesmo partido. Em privado, reclama que o prefeito, que recebeu o seu apoio para chegar ao Palácio Alencastro em 2016, lhe passou as pernas, pois havia se comprometido em...

Eraí paga R$ 1 mi de dívidas de Taques

erai maggi   O empresário Alan Malouf revelou, em delação no STF, que em meados de 2016, já no segundo ano do Governo Taques, o rei da soja Eraí Maggi (foto), do Grupo Bom Futuro, lhe pagou R$ 1 milhão, inclusive em espécie. Segundo Alan, o pagamento serviu para abater o débito de parte de um...

Modesto embolsa R$ 300 mil de extra

julio modesto curtinhas   Não foi somente Paulo Brustolin, que recebera salário extra milionário para comandar a pasta de Fazenda do Governo Taques, totalizando R$ 1,4 milhão (R$ 500 mil de "luva" e mais R$ 80 mil mensais entre janeiro e dezembro de 2015). Segundo o delator Alan Malouf, um grupo de empresários,...

Mais de R$ 1 milhão só de salário extra

paulo brustolin sefaz curtinhas   Em delação homologada no Supremo em janeiro deste ano, o empresário Alan Malouf conta que o executivo Paulo Brustolin (foto), numa negociação chancelada pelo governador Taques, recebeu R$ 500 mil a título de "luva" para assumir o cargo de secretário estadual de...

Vice migra para PP e deve ir a prefeito

ubaldo barros curtinha   O vice-prefeito de Rondonópolis, professor universitário e empresário Ubaldo de Barros (foto), só esperou o resultado das urnas para migrar de partido. Trocou o PSL pelo PP, que terá uma cadeira na Câmara, com Neri Geller, e outra na Assembleia, com Paulo Araújo. Embora...

Pivetta atuará como gestor do Núcleo

otaviano pivetta curtinhas   Com carimbo de bom gestor que ajudou Lucas do Rio Verde, enquanto prefeito por 3 mandatos, a ganhar o topo nacional em referências, como de IDH e de educação, o empresário e vice-governador eleito Otaviano Pivetta (foto), do PDT, não vai assumir secretaria na gestão Mauro. Mas...

Distante e com maior votação em ROO

adilton sachetti curtinha   Embora distanciado de Rondonópolis - vive mais em Cuiabá -, o deputado federal e sojicultor Adilton Sachetti conquistou uma votação histórica ao Senado no município. Dos 333.082 obtidos nas urnas, 61.397 vieram da cidade onde ele foi prefeito e depois perdeu a...

Respaldo dá a Taques a maior votação

thelma de oliveira curtinha   Diferente de Rondonópolis, onde o apoio e empenho do prefeito Pátio contribuiu para tirar voto de Taques, em Chapada dos Guimarães, a prefeita Thelma de Oliveira conseguiu entregar o que prometeu de votos. Ela teve uma participação importante na boa votação do governador...

MAIS LIDAS