COPA-2014

Terça-Feira, 10 de Junho de 2014, 18h:36 | Atualizado: 11/06/2014, 07h:43

ATRASOS

Conselheiro do TCE sugere que obras atrasadas não surpreendem ninguém

Davi ValleRdnews

capa Conselheiro Camargo Júnior

 Conselheiro Camargo Júnior afirma que esperava atraso nas obras da Copa

A três dias para o início da Copa em Cuiabá, o último relatório de vistorias técnicas realizadas pelo Tribunal de Contas constatou que nenhuma das 16 obras consideradas essenciais para o Mundial serão concluídas 100%. Mesmo assim, o órgão fiscalizador sustenta ter constatado melhorias com relação ao último levantamento, feito no fim de maio. Entre as que avançaram estão a trincheira do Santa Isabel (Verdão), a reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Rondon, o viaduto Dom Orlando Chaves e a duplicação da rodovia Mário Andreazza. O conselheiro João Batista de Camargo Júnior, no entanto, sugeriu, em coletiva nesta terça (10), que ninguém mais esperava que as obras fossem concluídas até a Copa.

Novamente, o TCE informou que os atrasos nas execuções das obras são devido à demora nos repasses oriundos do governo federal e, consequentemente, do governo do Estado para as empreiteiras. Além disso, ainda foram apontados como vilões erros de planejamento do Executivo estadual, que estabeleceu muitas metas a serem cumpridas sem que houvesse tempo hábil.

A extinção da Secopa também é um ponto que preocupa o órgão fiscalizador. De acordo com o conselheiro João Batista de Camargo Júnior, presidente da Comissão de Acompanhamento das obras da Copa, segundo a legislação, a previsão é que a pasta seja diluída no dia 31 de dezembro deste ano, ou seja, quando encerrar a gestão do governador Silval Barbosa (PMDB). Caso as obras não sejam concluídas a contento, uma nova lei complementar pode ser aprovada para manter a secretaria operante.

Questionado sobre a efetividade dos trabalhos que são realizados pelo Tribunal de Contas, o conselheiro Camargo Júnior explicou que os atrasos identificados não implicam em penalidades. As sanções poderão ser aplicadas somente quando do julgamento das contas do governo estadual. 

As obras fiscalizadas foram duplicações da Estrada da Guarita e da rodovia Mário Andreazza; as trincheiras Santa Isabel/Verdão, Santa Rosa e da avenida dos Trabalhadores à Jurumirim; duplicação da avenida Arquimedes Pereira Lima; Complexo Viário do Tijucal; restauração da avenida 8 de abril com implantação coletor tronco Córrego Mané Pinto; restauração de ruas entorno Arena Pantanal (dois contratos 40 e 60 de 2012); viaduto Dom Orlando Chaves; construção da avenida Parque do Barbado; construção dos Centros Oficiais de Treinamento UFMT e da Barra do Pari; reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Rondon e implantação do Fifa Fan Fest.

VLT

O modal de transportes é outra obra que não será entregue para o Mundial. Um cronograma sobre a conclusão deve ser enviado pela Secopa ao TCE até o próximo dia 16.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Zé Poxoréo | Quarta-Feira, 11 de Junho de 2014, 07h56
    0
    0

    É verdade tem tantas coisas nesse governo que já surpreende mais ninguém, agora, também é de surpreender esse tipo posicionamento do TCE!

  • aguinaldo leite | Terça-Feira, 10 de Junho de 2014, 20h45
    0
    0

    Não sou pessimista. O futuro a Deus pertence e só ele pode prevê: Não acredito que o viaduto da Fernando Correia com a Avenida Beira Rio, a duplicação sobre o rio coxipó e o alargamento da avenida fernando correira para a instalação do trilhos do VLT, sejam concluidas este ano.

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.