Coronavírus

Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 12h:15 | Atualizado: 25/03/2020, 12h:23

Após últimas declarações do presidente, prefeito de Sorriso pode liberar comércio

Ari Laffin

A Prefeitura de Sorriso (a 398 km de Cuiabá) planeja rever medidas de prevenção de combate ao novo coronavírus, como fechamento de comércio, indústrias e máquina pública, após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em rede nacional, que pediu a volta da normalidade da rotina das pessoas que estão em isolamento.

Sábado, pela manhã, vamos avaliar a repercussão desta fala do presidente da República, das demais autoridades e acompanhar os números dos infectados no Mato Grosso e Sorriso. Se for a opinião de todas essas autoridades que me compõem abrir, assim o faremos a partir de segunda-feira

Presidente

A decisão foi tomada de forma unânime pelos membros do Comitê de Crise do município para combater a doença, em reunião extraordinária na noite desta terça (24) - e que foi motivada pelo discurso do Bolsonaro -, com o prefeito Ari Laffin (PSDB), empresários, agricultores, sindicatos e autoridades religiosas e demais entidades.

Por ora, a orientação é para que os comerciantes permaneçam fechados até este sábado (28), quando haverá nova reunião. “Sábado, pela manhã, vamos avaliar a repercussão desta fala do presidente da República, das demais autoridades e acompanhar os números dos infectados no Mato Grosso e Sorriso. Se for a opinião de todas essas autoridades que me compõem abrir, assim o faremos a partir de segunda-feira”, disse o prefeito.

Ari também pontuou que, caso tivesse testes rápidos, não veria problema de voltar com a rotina da cidade. "Não vejo problema porque rapidamente descobre e coloca em quarentena. O que nós não temos mecanismos é de fazer os testes. Nós hoje estamos trabalhando numa aeronave no meio de uma tempestade sem os aparelhos para nos dar segurança de que vamos bater numa rocha ou cair".

Mesmo com uma possível revisão do decreto, Ari aponta que a preocupação com o COVID-19, doença causada pelo coronavírus, "continua a mesma". No entanto, demonstra apreensão com a demora dos resultados dos exames pelo Governo. "São respostas muito demoradas e isso nos traz uma preocupação. A estrutura de atendimento também é muito deficitária - e estamos ouvindo isso por parte dos profissionais de saúde".

Procurada pela reportagem, a assessoria da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas disse que os comércios só podem voltar a normalidade se as Prefeituras assim o determinar. Em Cuiabá e Rondonópolis, as atividades foram suspensas, por exemplo. Em municípios em que não há decreto, vale a orientação do Governo de manter as portas abertas, mas com distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas e adotar normas de limpeza e prevenção do coronavírus.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 10h23
    0
    0

    Quero ver os defensores da abertura das cidades se esta pandemia pegar aqui pra valer. Eu estou abrindo empresa agora e não consigo nem alvará da vigilância sanitária, que obviamente tem coisas muito mais importantes do que fiscalizar meu estabelecimento agora, mas fazer o quê... paciência, estou perdendo dinheiro e com despesas, mas todos deveriam se sacrificar, assim por dizer, por pelo menos umas três semanas até a onda viral apaziguar.

  • Amaral de souza | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 07h40
    0
    3

    Prefeitos de olho na reeleiçao nao aguentam nem 3 dias de pressao. O povo nao ta saindo e a despesa será maior...lojistas sem noçao.

  • ISRAEL BORGES | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 14h51
    4
    12

    PREFEITO TOMA ATIDUTE E ABRE HOJE .O COMERCIO ISSO DE NOIS AQUI NO MT FECHAR E COISA DE LOUCO ,O QUE DEVE FAZER SIM E NAO TER AGROMERAÇAO COMO FESTAS .ETC E TAL

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.