Coronavírus

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 15h:50 | Atualizado: 27/03/2020, 13h:47

Sinop

CDL e bolsonaristas pressionam prefeita, que deve liberar comércio - vídeo e ofício

A CDL e Bolsonaristas usam discurso do presidente Jair Bolsonaro para conseguir a reabertura do comércio em Sinop. A tendência é que a prefeita Rosana Martinelli (PL) passe a seguir as determinações previstas em decreto editado hoje pelo governador Mauro Mendes. Nele, é autorizado o funcionamento de empresas, desde que sigam algumas restrições - leia mais aqui.

A pressão começou depois que Bolsonaro, em pronunciamento nacional na terça (24), pediu o retorno das pessoas ao trabalho. Nele, chegou a comparar o Covid-19 a uma gripezinha.

Na manhã de hoje (26), o bolsonarista Marcelo Stachin liderou um pequeno e barulhento protesto na frente da Prefeitura de Sinop. Lá, pediu a abertura do  comércio e também a retomada das aulas.

A CDL, por sua vez, encaminhou ofício no qual menciona a fala de Bolsonaro e também pede a abertura das empresas. “Na ânsia de colaborarmos com o combate ao coronavírus e sua propagação e cientes de que este é um esforço de todos para superarmos esta crise, os empresários de Sinop comprometem-se a trabalhar de forma diferenciada neste período de pandemia”, diz trecho.

Os comerciantes se comprometem a usar luvas, fazer a assepsia correta, priorizar os atendimentos delivery e atender um número limitado de clientes por vez.

PageFlips: Ofício da CDL de Sinop

Rosana ainda não se pronunciou oficialmente, mas deve adotar as medidas previstas no decreto do Executivo, que autoriza, entre outras coisas, o funcionamento de empresas, mas veta abetura de parques e mantém o isolamento social para idosos e pessoas do grupo de risco.

Nele, Mauro prevê ainda que os municípios devem seguir as regras de forma "padrão" ou apresentar estudos caso queiram discordar.

Por enquanto, Sinop não registra nenhum caso confirmado da doença. Há, entretanto, 29 suspeitos, conforme último balanço divulgado pela secretaria estadual de Saúde.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.