Coronavírus

Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2021, 11h:06 | Atualizado: 14/01/2021, 15h:34

PRESENCIAL

Com vacina atrasada, secretário diz que volta às aulas é temerária - ouça íntegra

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que já contraiu o coronavírus duas vezes e sofreu com a Covid-19, disse que é contra o retorno às aulas presenciais na rede estadual, diante desta segunda onda da doença.

Após longa internação, na UTI em São Paulo, e correr risco de morte, ele voltou a trabalhar somente nesta segunda (11) e acha temerário, neste cenário de crescimento dos registros de contágio e mortes, aglomerar alunos, professores e funcionários em escolas, mesmo com esforço de garantir distanciamento social, uso de máscara e higienização com álcool em gel.

"Entendemos que, com o crescimento dos casos no Estado e da taxa de ocupação de UTI, é uma temeridade neste momento voltar às atividades presenciais, mas não queremos tomar decisão isolada", diz o secretário. "À luz dos dados epidemiológicos", ele entende que as aulas devem permanecer on-line.

Secom-MT

Gilberto Figueiredo

Ele explica que a decisão é do Governo e os prefeito devem se orientar por ela. "Eu, como secretário de Estado, entendo que por mais que o município não esteja neste momento enquadrado no quadro crítico, o indicador taxa de ocupação de UTI é primordial, porque pode este município ter necessidade de um leito de UTI e não vai ter para os demais, então temos que tomar uma decisão um pouco mais ampliada, com mais segurança, já que há a perspectiva de começar lá pelo dia 25 a vacinação e aí esse cenário pode ser alterado, mas sem vacinação, sem remédico específico para doença e sem leito suficiente é meio temeroso permitir a concentração nas escolas".

O secretário reforçou que o país está atrasado com o plano de vacinação embora veja esforço do Ministério da Saúde para agilizar a campanha de imunização. O governador Mauro Mendes (DEM) havia reclamado disso nesta quarta (13) em entrevista na rádio. 

Figueiredo já adiantou que não haverá vacina suficiente para todos e terão de priorizar grupos de risco.

Haverá uma reunião ampliada hoje com Governo, Assembleia, Sintep e o Comitê de Operações Emergenciais (COE) e o Governo deve divulgar a qualquer momento a decisão tomada em ambiente colegiado sobre o retorno às aulas e vacinação.

Desde dezembro de 2020, foi registrado um aumento considerável nos casos de novo coronavírus em Mato Grosso. O Estado já acumula 194.113 casos da doença, além de 4.727 mortes. As aulas estão suspensas desde o início da pandemia, em março do ano passado.

Ouça a entrevista com o secretário

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Rosi Tomba | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2021, 12h55
    4
    0

    Se Lula fosse presidente ,estaríamos recebendo vacina desde dezembro. Bolsonaro além de inútil, é corrupto, e só se preocupa em blindar filhos também corruptos. Enquanto isso, morremos.

  • Juca | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2021, 11h47
    5
    1

    Pergunta que não quer calar. Cadê os hospitais de campanha e respiradores cobrados em Março de 2020? É falta de UTI? 10 meses se passaram. Dinheiro foi repassado pelo Governo Federal, cadê os hospitais de campanha e respiradores secretário?

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...

Mauro e vitórias na briga de decretos

orlando perri 400 curtinha   A estratégia do governador Mauro Mendes de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro,...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...