Coronavírus

Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 14h:45 | Atualizado: 25/03/2020, 19h:26

GREVE POR PROTEÇÃO

Correios demite 3 após greve cobrando condições de trabalho durante pandemia

Divulgação

CORREIOS VG DEMISS�O

Funcionários dos Correios param atividades cobrando condições sanitárias mínimas para trabalharem durante surto de coronavírus; MPT já foi acionado

Três funcionários dos Correios foram demitidos em Mato Grosso após a categoria parar as atividades e exigir condições sanitárias mínimas para continuarem trabalhando por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. De acordo com o sindicato que representa a classe, uma denúncia foi protocolada no Ministério Público do Trabalho (MPT) ontem (24). 

Além das condições de trabalho frente ao vírus, a categoria também pede pela liberação de terceirizados que fazem parte do grupo de risco para home office, que já acontece com os servidores concursados. O revezamento de turnos também é reivindicado pelos trabalhadores. 

Desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus, os funcionários fazem alertas de que a empresa é um potente transmissor do vírus. Dentre as acusações relatadas em denúncia ao MPT constam: o assédio cometido através de um termo de informação, falta de condições mínimas de trabalho, falta de limpeza no início e no fim da jornada.

Segundo o Sindicato existem agências, na capital e principalmente no interior que estão há mais de um mês sem qualquer tipo de limpeza. Na terça (22), os trabalhadores paralisaram os serviços para exigir Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) como álcool em gel, luvas e máscaras, mas não foram atendidos. 

Os trabalhadores terceirizados do grupo de risco, que não podem se identificar por medo de retaliações, denunciaram que estão sendo obrigados a trabalhar num galpão com aglomerações, entre 150 a 200 pessoas.

Segundo ele, “os trabalhadores terceirizados não tem a mesma segurança dos trabalhadores concursados e por isso eles nos pressionam”. O sindicato informou que além da denuncia no MPT, será ajuizada uma ação civil pública em defesa de todos os trabalhadores efetivos e terceirizados dos Correios. 

Outro lado

Em resposta à posição do sindicato, a assessoria dos Correios diz que a informação das demissões não procede e que vem tomando todas as medidas sanitárias para garantir a saúde de seus funcionários. Leia nota:

Não procede a informação sobre demissão de empregados.

Os Correios estão seguindo a determinação do Decreto nº 10.282/2020 da Presidência da República, que define os serviços postais como essenciais. A empresa está atenta à proteção de empregados e clientes, com protocolos operacionais e profiláticos já disseminados, baseados nas orientações do Ministério da Saúde.

O plano de ação dos Correios para combate à COVID-19 pode ser conferido em: https://saladeimprensa.correios.com.br/noticias/2020/03/20/coronavirus-correios-adota-novas-medidas-para-enfrentamento-da-pandemia/

  • Entre as medidas já adotadas pela estatal, destacam-se:
  • · Envio de orientação a todos os empregados quanto aos cuidados básicos de higiene, conforme recomendado pelo Ministério da Saúde;
  • · Disponibilização de álcool gel 70% em locais próximos às estações de trabalho;
  • · Intensificação de procedimentos de higienização e limpeza do ambiente e equipamentos;

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.