Coronavírus

Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 17h:26 | Atualizado: 01/03/2021, 18h:38

"INVIÁVEL"

Fechamento às 19 horas pode falir bares e restaurantes e gerar mais demissões leia

Divulgação

Bares e restaurantes Cuiab�

Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) seccional Mato Grosso emitiu nota nesta segunda (1) e afirmou que as medidas decretadas pelo Estado para contenção da pandemia do novo coronavírus são “totalmente inviáveis”.

“Uma vez que restringem o atendimento somente até às 19h e sábado até meio dia, podendo elevar a taxa de desemprego e o fechamento de mais empresas”, diz trecho de declaração.

Nesta manhã, governador Mauro Mendes (DEM) anunciou uma série de medidas para combater a Covid-19. Entre as justificativas está a taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), que estava em 87% até este domingo (28). Medidas restritivas terão duração inicial de 15 dias.

Entre elas, está o fechamento do comércio das 19h às 5h e o toque de recolher a partir das 21h. Para a associação, contudo, afirmou que o setor de alimentação é composto em 80% por pequenas empresas de gestão familiar que seriam prejudicadas.

“Diante disso, esperamos que os prefeitos tenham melhor compreensão quanto às restrições de horários de atendimento dos estabelecimentos do setor”.

Ainda, empresários disseram que são favoráveis ao enrijecimento das ações de fiscalização no combate às aglomerações e no cumprimento das normas de biossegurança.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, participou na tarde desta segunda (1), de reunião com representantes do setor produtivo por videoconferência e prometeu divulgar posicionamento sobre medidas anticovid nesta terça (02).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Benedita da Silva | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 10h13
    0
    1

    Não conhecem bar delivery? Mantém empregados,sem coloca-los em risco. Os delivery vieram.pra ficar, mesmo após a pandemia,o e-commerce mostra isso. Reinventa e siga em frente.

  • Dra Edna de Oliveira | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 10h08
    0
    1

    Se esses empresários donos de bar e restaurante falam que podem falir é por serem incompetentes, sem planejamento econômico. Têm que fechar. Capitalista é egoísta e têm que dar sua contribuição fechando. Cadeia para quem ousar abrir. Economia se recupera. Vida não.

  • Romes | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 09h17
    3
    2

    Essas pessoas que acham que os donos de bares fossem os unicos responsaveis, deveria fazer o seguinte, adote um bar, chega nos empresarios e fala pra ele pode fechar que voce paga todas as suas dividas trabalhistas, encargos e salarios dos funcionarios por tempo que durar a pandemia. Faz isso. Quem critica deve ser aquele cidadão que fica me casa, recebendo todo mes do estado e acha que todos conseguem ficar em casa só esperando o dinheiro cair na conta, pois tem gente trabalhando pra eles para entregar seus queijos e vinhos importados, seus lanches, delivery, compras tudo por aplicativo. Ou seja varias pessoas podem trabalhar pra esta turma do fica em casa mas o restante não, podem ficar sem emprego e passar fome. O hipocrisia.

  • antonio da silva | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 07h42
    3
    1

    Só quem pode perder o emprego pode se manifestar sobre isso.

  • Jorge | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 06h14
    5
    2

    Cambada de egoísta! Só quem tem parente profissional de saúde trabalhando na linha de frente sabe o caos que estamos vivendo. Enquanto alguns lutam para sobreviver outros lutam para promover aglomeração!

  • Alexandre | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 20h08
    7
    9

    Trabalhar e gerar recursos financeiros todos precisam, porém nesse momento a vida é muito mais importante, o segnento já teve proprietários morrendo de covid, a diversão e curtição sem os devidos cuidados de proteção nesse momento devem ser evitados, ou amanhã poderá ser o seu enterro, sem despedidas e deixando muitas pessoas triste com a sua partida.

  • Dra KELLEN EJA | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 18h45
    6
    12

    Economia se recupera. Vida não. Empresários São gananciosos, se trabalhadores pegarem coronavirus, deixam morrer sem UTI e contratam outro.

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...