Coronavírus

Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 12h:20 | Atualizado: 01/03/2021, 17h:16

Pandemia

Governador vai decretar novo toque de recolher em todo MT a partir das 21 horas

Arte Rodinei Crescêncio

Gr�fico medida restritivas - covid - mar�o de 2021

O governador Mauro Mendes (DEM) vai decretar toque de recolher em todo Estado, das 21h às 5h, com encerramos das atividades no comércio e empresas a partir das 19h, na tentativa de conter a disseminação da Covid-19. A decisão foi tomada em reunião com os Poderes e órgãos constitucionais realizada no Palácio Paiaguás, na manhã desta segunda (1º),  com vigência pelo prazo de 15 dias. 

 A reunião contou com a participação da Assembleia, Tribunal de Justiça, Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas do Estado e Defensoria Pública.

Secom-MT

Governador Mauro Mendes - medidas restritivas da Covid

Governador Mauro anuncia ações contra Covid ao lado do secretários Gilberto Figueiredo (Saúde), Mauro Carvalho (Casa Civil) e presidente da AL, Max Russi
 

A PM será responsável pela fiscalização e está autorizada a dispersar aglomerações e fechar estabelecimentos comerciais. Os deliverys  poderão  funcionar até 22h e o transporte coletivo não foi afetado

O decreto do Executivo será publicado ainda hoje. Um projeto de Lei normatizando punições para quem descumprir o decreto será encaminhado para a Assembleia em regime de urgência urgentíssima.

A multa para pessoas físicas que descumprirem o toque de recolher será de R$ 180. Para CNPJs, o valor será ainda mais pesado.

Vejas as medidas

A PM será responsável pela fiscalização e está autorizada a dispersar aglomerações e fechar estabelecimentos comerciais.

Os deliverys  poderão funcionar até 22h com exceção de farmácias que estão liberadas a funcionar 24h.  O transporte coletivo não foi afetado. As aulas só serão paralisadas no período noturno. 

Os supermercados funcionarão de segunda à sexta das 5h às 19h, sábados das 5h às 12h. Apenas uma pessoa da família pode realizar as compras.

Os eventos podem ser promovidos somente das  5h às 19h de segunda a sexta-feira e das 5h às 12h aos sábados, desde que sejam respeitadas as medidas restritivas.

Já as igrejas ficam autorizadas a abrir das 5h às 19h de segunda a sexta-feira e das 5h às 12h aos sábados, seguindo as normas de biossegurança. Não será permitido cultos e missas aos domingos.

As academinas poderão funcionar das 5h às 19h de segunda a sexta-feira e das 5h às 12h aos sábados.

Nos horários permitidos, os empresários de todas as atividades devem continuar cobrando medidas de segurança como o uso de máscara,  distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local, bem como a utilização de álcool em gel.

Reunião com prefeitos 

Após a reunião com os Poderes e órgãos constitucionais, Mauro se reuniu com os prefeitos dos 141 municípios e pediu que todos respeitem o toque de recolher. Uma das sugestões é que, seguindo o exemplo do Governo do Estado, suspendam o atendimento presencial nos órgãos públicos por 15 dias.

Por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), os prefeitos podem editar seus próprios decretos. No entanto, somente com regras mais rígidas e nunca afrouxando as medidas impostas pelo Estado.

Mauro fez a convocação aos prefeitos na última sexta (26), quando a taxa de ocupação de UTIs  no Estado chegou a 87%. Na ocasião, alertou que medidas mais duras precisaram ser adotadas para conter a profiferação do novo coronavírus. 

Postar um novo comentário

Comentários (21)

  • Ribeiro | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 19h59
    1
    0

    Raul, o Brasil fechou fechou contrato com apenas uma Farmaceutica fornecedora de vacina, enquanto países desenvolvidos que se anteciparam com Japão, Israel, EUA e Reino unido, fecharam contrato com mais de 4 Farmacêuticas, tendo mais opções. Provavelmente, terão suas populações toda vacinada em tempo record e 1º que o Brasil.

  • Glauber | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 19h50
    2
    0

    Elisangela, eu sei que a maioria das pessoas que comentam no site tem problema sério de analfabetismo funcional. Não consegue interpretar e compreender um texto, e provavelmente, é por conta disso que você ao não entender o meu comentário, distorce e foge completamente do assunto discutido, tanto do meu comentário, quanto da matéria publicada no site. Eu não disse no comentário que sou a favor do Lockdown, embora acredite que seja a medida mais correta para FREAR, CONTER e NÃO ACABAR COM O VIRUS, para dar tempo ao sistema de saúde do estado se recompor e tentar atender a todos. A matéria também não esta dizendo que o governador esta decretando Lockdonw no estado, pelo contrário, ele ainda esta tendo Bom senso de “pegar leve” ao decretar restrições de horário e não fechamento total das atividades econômicas. Você já se informou e viu que os leitos de UTIS dos Hospitais estaduais já estão com mais de 90% de ocupação? E que é questão de dias para que bata 100%. O que você queria que o governo fizesse? Vai esperar Cuiabá “virar” uma nova Manaus, morrendo mais de 100 pessoas/dia pra poder agir? Mais duas coisas: 1º tratamento precoce não da garantia de cura do Coronavirus, algumas pessoas reagem bem e se recuperam, outras não, são organismos diferentes, ENTENDE ISSO? Tanto é que não para de morrer gente, inclusive com tratamento precoce. 2º Onde você viu algum cientista no mundo dizer que o vírus vai sumir?...Pelo amor de Deus, vamos ter seriedade nos cometários.

  • Dra KELLEN EJA | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 18h53
    0
    1

    Elisangela mente descaradamente no comentário abaixo. Deve ser filhote de Bolsonaro.

  • JUSTO VERISSÍMO | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 18h39
    1
    1

    Ano que vem durante os meses das eleições 2022, acaba tudo, e cabos eleitorais nas ruas com bandeiras, e políticos nas ruas abraçando o povo, e no vitoria vamos aglomerar e comemorar no Praça do Choppao e por ai pelas cidades.

  • Raul | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 15h59
    3
    2

    Mas o problema não era o bozo que não comprava vacina? Agora o congresso ja decidiu que governadores e prefeito podem comprar vacina. Vamos la chega na fabrica dos produtores de vacina na europa e Ásia, e fala que temos prioridade na compra da vacina, que Cuiabá pode comprar na frente de EUA, inglaterra, UE, china. A culpa era do bozo que não tyinha vacina e agora não tem mais desculpa, manda a grana e vê se chega a vacina na frente dos grandes países do mundo. Afinal pela mídia, vacina tem até demais, esta sobrando nas prateleiras das indústrias, o que faltava era só o comprador com dinheiro. É só pagar que ja leva pra casa.

  • Elisangela | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 15h50
    3
    3

    Glauber acorda, o mundo inteiro estão morrendo pessoas, verifica a argentina no maior lockdown feito e morre mais gente por milhão lá do que aqui, se lockdown resolvesse muitos países já teria saído dessa crise sanitária. Na verdade o que acontece que aqui tem gente acha que só fechando tudo e se trancando em casa o vírus vai sumir. Negacionista tem de monte, ainda mais quem nega o tratamento precoce, ou seja, vai na onda daquele ex-minisro da saude que manda ficar em casa e só procurar ajuda quando faltar ar. Pergunto, porque as autoridades politicas quando adoecem vão se tratar em caríssimos hospitais particulares em São Paulo, pois ali fazem tratamento precoce com medicamentos, ja quem depende do SUS tem que se contentar em ficar em casa e tomar dipirona e só voltar ao hospital quando faltar ar. Como diz um leitor aqui o lockdown foi para preparar o sistema de saude e não pra ficarmos eternamente em casa. Quem recebe todo mês do governo sem sair de casa fazendo o home office este esta de boa mas e o resto da população. Vamos ficar mais um ano neste papo furado de um lado da ciência que acha que o virus vai sumir se ficarmos trancado em casa tomando cha de limão e alho. Acorda pra realidade.

  • Neto | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 15h46
    5
    0

    Tal medida é necessária para impactar no comportamento da população e permitir que os profissionais de saúde tenham mais tempo para dar melhor atendimento aos nossos irmãos. Por outro lado, essa medida pune o empresário e o emprego, pois devido a irresponsabilidade de alguns todos pagam. Essa medida, radical por parte do governo, também esconde e mascara a “irresponsabilidade” desses governantes, ninguém falou ainda em reduzir a alíquota do ICMS da energia, do ISS, redução dos alugueis, congelamento dos planos de saúde, correção da tabela do imposto de renda. Onde estão os hospitais de campanha? A Contratação emergencial dos profissionais de saúde? A Fiscalização mais rigorosa, principalmente a noite? Enquanto isso as articulações visando 2022 estão acontecendo e os privilégios continuam intactos.

  • Marcinho | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 15h19
    3
    1

    E a falta de CONSCIÊNCIA...COMO FAZER?

  • Glauber | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 14h52
    7
    7

    Pois é, meu povo, o pesadelo continua! Até os governadores que apoiavam esse lunático que esta na presidência, estão caindo na real, continuem ai nesse negacionismo da Familia Bolsonaro de que não precisa usar mascaras, quem usa é Maricás, de que, em plena Pandemia, tem que ter a liberdade e direito constitucional de se aglomerar. De que é só tomar Cloroquina e ja resolve, de que tudo é um plano diabólico da China pra dominar o mundo. Povo Brasileiro chega a dar pena de tanta ignorância e fanatismo, acreditaram numa ideologia barata de uma família de Milicianos que propagam Faknews ao invés de dar crédito a ciência e agora estão pagando com a vida e sofrendo por ter a renda reduzida, sem falar nos desempregados. Depois de 1 anos acreditam que caixões não estão sendo enterrados vazios. Esse é o preço do negacionismo e ignorância, a CONTA CHEGOU!

  • juvenal Juvencio | Segunda-Feira, 01 de Março de 2021, 13h43
    11
    4

    AGNELO se PASSOU UM ANO e ainda não deu tempo de montar esta estrutura? Não deu tempo de fazer um planejamento? Voce estava onde este tempo todo? Em Narnia? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Afff,

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...