Coronavírus

Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 18h:54 | Atualizado: 03/03/2021, 10h:31

REAGIU

Governo acusa Emanuel de politizar Covid e diz que seu decreto provocará mortes

Mayke Toscano

Mauro e Emanuel pasta

Em nota, governador Mauro Mendes acusa prefeito Emanuel Pinheiro de politizar Covid-19

Após decisão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que decidiu por flexibilizar o decreto do Estado, governador Mauro Mendes (DEM) emitiu nota nesta terça (2) em que diz lamentar a forma como a Prefeitura de Cuiabá politiza e trata a situação da Covid-19.

“Infelizmente, o prefeito continua cometendo erros, mostrando total despreparo e irresponsabilidade, o que poderá provocar a morte de muitos cuiabanos. Caberá ao Ministério Público e ao Judiciário decidir o que deverá prevalecer na cidade de Cuiabá”, disse.

Nesta segunda (1º), Mauro  havia publicado decreto em que determina o toque de recolher a partir das 21h e o fechamento dos estabelecimentos entre as 19h e às 5h. Emanuel, contudo, em anúncio feito em suas redes sociais, afrouxou as medidas impostas pelo governador.

De acordo com o documento, o toque de recolher foi adiado para as 23h. Outros estabelecimentos têm autorização para funcionar, em horários variados, entre as 6h e as 22h. No entendimento do prefeito, não há a necessidade de lockdown e é preciso colocar a economia em primeiro lugar.

o governador, contudo, citou que nesta terça, de acordo com boletim epidemiológico, vagas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) atingiram 88% de ocupação. Ainda, que Mato Grosso tem o acúmulo de 253.783 casos, além de 5.864 óbitos.

““Quando Cuiabá registrou o primeiro caso de coronavírus, há exato um ano, a decisão da Prefeitura de Cuiabá foi fechar tudo e instaurar um lockdown total no município. Agora, com um cenário crítico, a decisão foi flexilizar”, finalizou.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • margarida | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 09h25
    6
    10

    Mais de 1700 mortes em 24h no país .Recorde de toda pandermia. Cuiabá a beira do colapso do sistema de saúde. O prefeito fazendo politica. muito triste.

  • Chico Bento | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 08h21
    5
    1

    Está fácil entender que em MT estão usando de uma desgraça mundial (pandemia) para fazerem política, sem resolver ou pelo menos tentar resolver o alastramento exacerbado do vírus em Cuiabá e Mato Grosso. É só ler a matéria e refletir!

  • Adalto | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 08h05
    4
    13

    TEM QUE FECHAR TUDO, supermercado, posto de combustíveis, farmácias, bancos, não circular nenhum ônibus nas ruas, proibir transporte de pessoas e alimentos como delivery. Proibir funcionários de irem trabalhar em condomínios e prédios, pois ali tem vidas e todas as vidas importam. Não é só bares e restaurante que pega vírus. TEM QUE FECHAR TUDO. FECHAMENTO TOTAL DO COMERCIO. Ninguém nas ruas, não importa o horário. Lockdown geral por no mínimo um mês, e caso a doença não diminua vamos manter tudo fechado por meses até a doença desaparecer. Não importa se ficaremos desabastecidos, sem comida ou remédios, VIDAS IMPORTAM, ECONOMIA A GENTE VÊ DEPOIS.

  • joao | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 07h53
    9
    11

    A cada que passa fico mais surpreso com administração do Pinheiro, pois, todas as suas decisões são para amparar a população de Cuiabá, enquanto MM não faz o mesmo, MM com uma administração que não deixará saudades. Pinheiro rumo ao paiaguás em 2023. Parabéns Pinheiro.

  • Regio | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 07h37
    9
    0

    EP: biscoito!!- MM: bolacha!!

  • Adaildon Costa | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 07h20
    8
    1

    A disputa política do Governador e o Prefeito de Cuiabá está dando nojo. Enquanto brigam por espaço político a população está sofrendo nos leitos dos hospitais e muitas perdendo a vida, bem como, os trabalhadores e empregadores que dependem destas decisões para dar vida a economia, emprego e renda. Para sobreviverem. Lamentável!

  • JUSTO VERISSÍMO | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 07h05
    8
    10

    Nao votei no Emanuel Pinheiro mais depois desse decreto do prefeito atendendo os anseios da população onde ele reconheceu que funcionários públicos municipal, estadual e federal, tem todo o mês seus proventos na conta, enquanto que os trabalhadores da iniciativa privada, ambulantes e informais nao tem o mesmo privilégio, aplausos para o prefeito Emanuel, ja o Msuro Mendes como tem sua mordomia mora em condomínio de luxo com tudo na sua mão nao penso no povo trabalhador, perdeu ponto e sua reeleição ja foi para brejo, nao vai se reeleger nem para síndico, esse ditador de meia tigela.

  • Joelira Palhares da Costa | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 23h42
    6
    16

    Funcionários públicos são à favor do fechamento de tudo, recebem sem trabalhar. Ignoram que a iniciativa privada é quem trabalha para pagar o salário deles. Privatização já. Acabar com esta mamata.

  • Mauro | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 21h19
    19
    2

    O teatro entre esses dois está montado mais uma vez a população que se lasce que vergonha

  • Joao Rodrigo | Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 21h14
    12
    2

    eu acho q essa relação EP e MM tem nome e sobrenome.. chama se AMOR DEMAIS... é amor demais q esses dois sente um pelo outro... principalmente MM, MM é escandalosamente apaixonado por EP. esta na cara..

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...