Coronavírus

Terça-Feira, 31 de Março de 2020, 07h:44 | Atualizado: 31/03/2020, 16h:34

RONDONÓPOLIS

Juiz diz que saúde é mais importante e libera apenas uma parte do comércio

Reprodução

ze do p�tio_protesto_com�rcio

O prefeito José Carlos do Pátio editou quatro decretos municipais restringindo o funcionamento do comércio para evitar chegada do coronavírus

O juiz Francisco Rogério Barros, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Rondonópolis, determinou que indústrias e comércios de produtos de saúde, higiene e bebidas, suas atividades acessórias, e também os postos de combustíveis, podem ficar abertos na cidade. A decisão foi dada na noite de ontem (30) a pedido da Acir, que representa empresários da cidade.

A associação pedia derrubada de decretos do prefeito José Carlos do Pátio, que restringiu toda a atividade comercial no município como medida de contenção do novo coronavírus. A Acir queria que todo o comércio fosse liberado para funcionar em horário normal, o que atendido apenas parcialmente pelo magistrado.

“Embora haja enorme preocupação com a economia do país, preservação de empregos e sustento das famílias, nesse contexto que o mundo está vivendo, a preservação da saúde e o direito à vida deve se sobrepor ao interesse econômico”, argumentou o juiz.

Os postos de combustíveis estão liberados para funcionamento todos os dias da semana, inclusive aos domingos, entre as 7h e as 19h. No caso de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas, a liberação inclui atividades de suporte e fornecimento de insumos.

Assessoria/TJMT

Juiz Francisco Rogério Barros

Juiz Francisco Rogério Barros deu decisão liberando parte do comércio no município

A associação afirmava que Pátio determinou “o total lockdow do comércio, das indústrias e dos serviços, não fazendo ressalvas as atividades essenciais”. A Acir queria “a retomada do funcionamento das atividades produtivas, mantendo o abastecimento de gêneros necessários à população e o movimento da engrenagem socioeconômica, e, sobretudo, preservando empresas e empregos”.

Os decretos do prefeito liberou hospitais, laboratórios de análises clínicas, clínicas veterinárias, farmácias, postos de gasolina, empresas de distribuição de insumos hospitalares, mercados, padarias e açougues, entre outras atividades essenciais. Porém, suspenderam o funcionamento das indústrias e delimitaram dia de funcionamento dos postos de combustíveis.

Entre os argumentos da prefeitura para medidas mais duras está pouca disponibilidade de leitos de UTI e respiradores na cidade. O juiz afirmou que, apesar de ainda não haver casos confirmados de Covid-19 em Rondonópolis, as restrições impostas por Pátio são justificáveis e que “cabe a cada gestor público analisar a peculiaridade de sua cidade quando da adoção de medidas para conter a pandemia”.

Em reunião ainda na noite de segunda, o prefeito José Carlos do Pátio fechou acordo com membros do comitê de gestão de crise para que a partir de amanhã (1) passe a vigorar um novo decreto, por sete dias, com liberação do comércio com exigências de higienização e com os trabalhadores em turnos de seis horas. A evolução da doença na cidade será acompanhada para decidir sobre medidas futuras.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio | Terça-Feira, 31 de Março de 2020, 09h52
    0
    0

    Governos têm que levar população pobre em conta, diz chefe da OMS sobre 'lockdown'. Cadê a grande mídia, se calaram diante desta fala da OMS, ah mas se fosse o Bozo né, NOOOOOOOOSSSAA seria uma catástrofe, né. Vamos ao que disse a OMS ************* “E então, na questão do lockdown, no chamado lockdown. Talvez, vocês sabem, alguns países já tenham tomado medidas para o distanciamento físico, fechando escolas, impedindo aglomerações, e assim por diante. Isso pode ganhar tempo. Mas ao mesmo tempo, todo e cada país tem diferenças. Alguns países têm um forte sistema de bem-estar social e alguns países não. E sou da África, como vocês sabem. E eu sei que muitas pessoas realmente têm que trabalhar todo dia para ganharem seu pão de cada dia. E governos têm que levar essa população em conta, ok? Se nós fecharmos ou limitarmos movimentos, o que vai acontecer com aquelas pessoas que têm que trabalhar diariamente e têm que ganhar seu pão numa base diária?” “Então cada país, baseado em sua situação, deve responder a essa questão. Não estamos vendo isso como uma questão de impacto econômico num país, numa média de perda do PIB, ou como repercussões econômicas… Nós também temos que ver o que isso significa para o indivíduo na rua. E talvez eu tenha dito muitas vezes, eu venho de uma família pobre. E eu sei o que significa você sempre preocupar-se com seu pão de cada dia. E isso tem que ser levado em conta”, continuou. “Porque cada indivíduo importa e tem que ser considerado como cada indivíduo é afetado por nossas ações. E é isso que nós estamos dizendo. É sobre qualquer país, não é sobre a Índia, é sobre qualquer país na Terra. Mesmo o país mais rico na Terra pode ter pessoas que precisam trabalhar para seu pão de cada dia. Nenhum país está imune. Cada país tem que realmente assegurar-se que isso está sendo levado em conta!”.********* Mas como a imprensa não vai dar o braço a torcer vão achar um especialista de internet em interpretação e vão dizer que Bozo não tem razão e que houve um equivoco da OMS. Sempre assim, vamos seguir o que a OMS recomenda, menos isso kkkkkkkkk só publica o que lhe interessam.

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.