Coronavírus

Domingo, 07 de Março de 2021, 17h:11 | Atualizado: 07/03/2021, 17h:32

Covid-19

Mauro quer adaptar leitos para casos graves e pede ajuda a prefeitos - ouça

Secom/MT

Governador Mauro Mendes se re�ne com o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman

Governador Mauro Mendes pede auxílio para os prefeitos no combate a Covid-19 em MT

O governador Mauro Mendes (DEM) recomenda as prefeituras de Mato Grosso a adaptar os leitos de enfermaria para receber pacientes graves com a Covid-19 (a doença causada pelo coronavírus). “Ontem, aqui em Mato Grosso, batemos quase 100%. Não temos mais UTIs”, disse o democrata em áudio enviado para os 141 prefeitos.

A ideia do governador vem também junto com um pedido de levantamento que as prefeituras devem realizar. Mauro pediu dois conjuntos de dados. No primeiro, ele quer saber quantos leitos de enfermaria estão em funcionamento exclusivo para pacientes com Covid-19 nos respectivos municípios. Já no segundo, o democrata pede qual a quantidade de leitos que os prefeitos conseguem abrir no momento.

O objetivo de transformar os leitos de enfermaria para parecer uma unidade intensiva é que se consiga atender as pessoas antes que elas fiquem muito graves e precisem de UTI. “Às vezes, o cidadão está com 30% do comprometimento [pulmonar]. Se ele vai antecipadamente para uma enfermaria, recebe um pouco de oxigênio com uma máscara, isso vai evitar precisar de uma internação mais grave, que hoje nós não temos em nenhum lugar do Brasil”.

Para adaptar a unidade de enfermaria, o leito tem que ter profissionais da enfermagem e médicos, além de um cilindro de oxigênio improvisado para atender o paciente.

“O Governo está disposto a trabalhar um programa assim que receber essa informação dos senhores [prefeitos]. Eu peço que até às 12h devolvam essa informação que vamos compilar e, a tarde, lançar um programa para financiar esses novos leitos, cada um no seu município, para quem tiver condição”, completa.

Mauro também lembra que há uma dificuldade muito grande para abrir UTIs, já que não há profissionais capacitados disponíveis no mercado, além de destacar que, na grande maioria dos demais estados do país, as UTIs estão lotadas.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figuereido, já pediu ajuda para os demais governos, mas ainda não recebeu resposta. De acordo com o Governo, há 59 pacientes em estado grave esperando por uma UTI em Mato Grosso. O boletim de ontem (06) aponta uma taxa de ocupação de 99,58% nas UTIs.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Juvenal | Segunda-Feira, 08 de Março de 2021, 06h46
    6
    0

    Mas a conversa do secretario de saúde e do próprio governador era de que não tinha como fazer mais leitos de UTI e bla, bla, blá. E agora tem como fazer uma gambiarra. Gambiarra tem jeito, hospitais de campanha e UTI não tem como fazer? 1 ano pra se preparar. Manaus como alerta, e nada de hospitais de campanha. Quanta incompetência.

  • Ely | Domingo, 07 de Março de 2021, 18h21
    3
    0

    Senhor governador até quando vai se omitir, reabra os hospitais de campanha a covid, não permita mais pessoas morrerem por falta de atendimento, essas pessoas que precisa de sua ajuda não tem dinheiro pra ir pra São Paulo, e vc que tem q trazer recuso para São Paulo caber em Cuiabá e nossos irmãos ter um atendimento melhor pó. Até quando pare de rir, e arregaça as mangas e salve vidas.

  • João Moessa de Lima | Domingo, 07 de Março de 2021, 18h19
    8
    0

    O problema não é só a falta de vacina ou de UTIs o problema maior é a falta de censo das pessoas que não se comprometem com a sua própria saúde e a de outrem em especial seus próprios familiares. Ter contato com outras pessoas com risco de infecção trabalhando é compreensível agora ter contato se esfregando um ao outro em festas em baladas é simplesmente estupidez. Concordo com Governador abrir mais UTIs e quem vai operá-las profissionais para essa função não se forma da noite para o dia. Eu não gosto do PT não gosto de petistas mas quando um faz ou fala algo com autoridade ser reconhecer e reconheço que o Deputado Ludio Cabral disse dias atrás as UTIs estavam todas lotadas porque as pessoas estavam morrendo e abrindo vagas, lembro que Ludio Cabral é médico então sabe o que está falando, e as pessoas não percebem o tamanho do problema que estamos enfrentando.

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...