Coronavírus

Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 14h:32 | Atualizado: 03/03/2021, 14h:34

DECRETOS

Medidas restritivas trarão demissões e crise econômica, afirma Fecomércio

Rodinei Crescêncio

Centro - Cal�ad�o - com�rcio de Cuiab� - especial natal

A Fecomércio se manifestou sobre as novas medidas para conter avanço da Covid-19 e alerta que o setor tem sido muito prejudicado e prevê demissões

A Fecomércio-MT publicou nota nesta terça (03), referente aos decretos publicado pelo Governo do Estado e prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, onde indica que com as medidas restritivas adotadas para conter a disseminação do vírus, impactam no faturamento dessas empresas, e poderão implicar em cortes nos empregos e em fechamento de estabelecimentos.

No texto a federação ainda revela saber a importância das medidas que consideraram a gravidade do cenário atual, com 88,01% da taxa de ocupação de leitos de UTI no estado, e com índice de isolamento abaixo de 40%, associado às novas variantes do vírus e à negligência de parte da população em não cumprir as exigências sanitárias, por isso, reconhece a necessidade de medidas atuais para conter o avanço da doença.

"Durante todos esses meses de pandemia, a Fecomércio-MT atuou fortemente na divulgação e orientação sobre os protocolos de biossegurança – disponibilização de álcool em gel nos estabelecimentos comerciais, distanciamento social e exigência do uso de máscaras tanto pelos colaboradores quanto pelos consumidores", diz trecho.

Além disso, destaca-se que o setor tem sido bastante prejudicado, especialmente segmentos específicos como eventos, bares, restaurantes e shoppings, mesmo que o comércio ainda seja o maior arrecadador de impostos do Estado.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Benedita da Silva | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 19h00
    1
    1

    Wuhan fez isso no início, medidas drásticas, com isso, a China teve 3,5% de PIB, em 2020 o que não aconteceu em outro pais do mundo, já no pais da economia tem que girar, 40% dos contaminados e recuperados não volta a trabalhar, são os sequelados. As variantes estão infectando a força de trabalho mais jovem e aí?

  • Ze Burguês | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 18h10
    0
    2

    Gente FIQUEM EM CASA, é tão fácil fazer isso, pois não ponho o pé na rua faz UM ANO, quando começou a pandemia. Leio, aproveito meu pacote da TV paga, experimento receitas, até comecei a pintar. Exercito-me na esteira da sala do meu triplex. Peço meus queijos e vinhos importados, minhas compras no Supermercado do Santa Rosa, tudo por aplicativo. Não tenho contato com ninguém das ruas, isso deixo para os meus funcionários do meu Edifício. Faço sacrifícios: sinto falta da caminhada no parque, dos meus restaurantes Vips preferidos, de viajar para a Europa. Tenho trabalhado em casa faz 1 ano em Home Office e todo mês meu salário esta na conta. Você, não confinado, sabota meus sacrifícios, espalhando o vírus. Devo qualificá-lo como um ser antissocial, um genocida. Ficar em casa é tão fácil.. Se eu consigo todos conseguem.

  • Fagundes | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 14h47
    2
    3

    O comerciante, gastador e ruim......Tem que fechar mesmo. Os colaboradores encontrarão algo melhor ,com certeza !

  • Dirceu Carlino | Quarta-Feira, 03 de Março de 2021, 14h46
    2
    3

    Estou adorando. Quero ver esses empresários gananciosos que pressionaram abrir comércio e aumento de coronavirus quebrando. Economia se recupera. Vida não.

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

MAIS LIDAS