Coronavírus

Quarta-Feira, 01 de Abril de 2020, 15h:45 | Atualizado: 01/04/2020, 15h:57

Muitos prefeitos agiram por pressão da mídia, afirma governador sobre decretos

O governador Mauro Mendes (DEM), que suspendeu as aulas até 30 de abril e impôs regras mais rígidas de isolamento onde o coronavírus está circulando, atribui a edição de diversos decretos, com medidas conflitantes, à falta de coordenação e parâmetros nacionais de combate à pandemia.  Além disso, reafirmou sua preocupação em salvar vidas sem arruinar a economia.

“Entendo que existiu uma descordenação nacional e inexistiram parâmetros. Prefeitos de cidades sem nenhum caso suspeito pararam tudo, muitas vezes tomando a decisão por pressão da mídia”, disse Mauro no UOL Debate, realizado na manhã desta quarta (1º), com a participação dos governadores do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB) e mediado pelo jornalista Josias de Souza.

Reprodução

 Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul; Renato Casagrande, governador do Esp�rito Santo e Mauro Mendes, governador de Mauro Mendes e colunista do Uol Josias de Souza

Debate entre governadores Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul; Renato Casagrande, do Espírito Santo e Mauro Mendes, de Mato Grosso com Josias Souza

Além de ressaltar que adotou as medidas com base em critérios técnicos, Mauro afirmou que Mato Grosso não pode ser comparado com São Paulo, que adotou isolamento total para achatar a curva de contaminação.

Lembrou que o Estado que governa possui mais de 900 mil km2 de extensão e apenas 3 habitantes por km2.“São realidades diferentes. Não podemos dar o mesmo tratamento que São Paulo. Aqui, os prefeitos adotaram medidas drásticas, parando tudo em cidades sem nenhum caso suspeito, por conta do bombardeio midiático que veio da Itália", pontua.

Segundo ele, não se pode salvar vidas arruinando as de milhões de brasileiros. "Sem bom senso e decisões técnicas,  problemas gigantescos podem ser criados”, completou o governador.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Mito | Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020, 08h23
    3
    0

    Globolixo! Fora petistas! Fora comunistas!

  • Maria | Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020, 07h01
    3
    2

    Então precisaria ter casos confirmados e até morrendo pra daí tomar precauções, governador Mauro Mendes? O que quer dizer prevenção? Será que o senhor não sabe? Essa não é uma doença inventada pela mídia, faça-me o favor! O senhor, tal qual seu capitão que por hora ocupa cadeirae de Presidente da República, só querem preservar os interesses dos luros dos multi milionários. Para o povo nada, não é?

  • Dos Santos | Quarta-Feira, 01 de Abril de 2020, 19h35
    7
    5

    PQP esse cara esta totalmente alinhado com o capitão dele. Então, os prefeitos estão agindo por pressão da mídia, deve ser a mídia mundial. A maior pandemia do século simplesmente adiou para o próximo ano olimipiadas, adiou corrida da fórmula 1, imporantantes campeonatos e torneios internacionais, dentre outros e culpa da mídia. Ah...Faça-me o favor!

  • Junior | Quarta-Feira, 01 de Abril de 2020, 19h20
    2
    5

    Isso é um equivoco, a mídia não faria isso pelos notícias que passam a população como os 6 mil casos de corona no país, que todos vamos morrer pois não explicam que existe grupo de riscos e que já tem muita gente curada. O que, já tem isso tudo isso com corona, meu deus vamos todos moooooooorrrrrer.

Irmão de prefeito não deporá à CPI

francisco faiad 400 curtinha   Por meio de seu advogado Francisco Faiad (foto), Marco Polo de Freitas Pinheiro, o Popó, dono do instituto de pesquisa Mark e irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, comunicou oficialmente hoje à CPI do Paletó, da Câmara da Capital, que não irá prestar depoimento nesta...

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

Empolgado e já morando em VG

emanuelzinho 400   O deputado federal Emanuelzinho (foto), do PTB, está tão empolgado com a possibilidade de concorrer a prefeito de Várzea Grande que não só transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para o município vizinho, ainda no ano passado, como também alugou um apartamento...

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.