Coronavírus

Terça-Feira, 07 de Abril de 2020, 08h:49 | Atualizado: 08/04/2020, 14h:13

"BALBÚRDIA"

Na "guerra" à Covid-19, UFMT faz testes, álcool em gel, respirador e mapeia o vírus

João Conceição

pesquisa ufmt

A UFMT modificou todos os projetos de pesquisa e extensão em curso para entrar na “guerra” contra o coronavírus. Montou força-tarefa de auxílio ao Lacen no diagnóstico com testes laboratoriais e já produziu 6 mil litros de álcool-gel. Elabora protótipo de respirador, conserta ventiladores estragados e confecciona EPIs para profissionais da saúde. Desenhou mapa da circulação do vírus nos bairros de Cuiabá, fez o levantamento do número preciso de UTIs públicas e privadas no Estado, publicou cartilha para adultos e livro infantil sobre o novo vírus. Além disso, se dispõe a ajudar micro-empresas na elaboração de plano de crise em período de isolamento social.

Por estes e outros serviços, aparece entre as instituições federais, que veem respondendo com serviços na luta contra a pandemia às críticas feitas pelo atual governo. O presidente Jair Bolsonaro, na ocasião em que cortou 30% do orçamento das escolas públicas de ensino superior, chegou a dizer publicamente que universidade "só faz balbúrdia".

Patrícia Osório

Pró-reitora Patrícia Osório: "Mostra o lugar importante da ciência"

De acordo com a pró-reitora de Pesquisa da UFMT, Patrícia Osório, desde que a UFMT suspendeu as aulas da graduação, o trabalho na pesquisa e extensão acelerou e está dando resultados. “Isso mostra acima de tudo o lugar importante da ciência e da produção do conhecimento na nossa vida”.

Segundo ela, toda linha de pesquisa e extensão foi resignificada, para atender às necessidades do momento.

Em reportagem do Fantástico exibida neste domingo (5), a UFMT é marcada entre as instituições que fazem frente à pandemia no país, nove delas já atuantes e as demais se organizando para entrar no front, mesmo com enormes dificuldades financeiras.

Quanto ao custeio destes serviços extras que o coronavírus está exigindo, a instituição recebeu  do Ministério da Educação um crédito extraordinário de R$ 557.635. A UFMT também aguarda editais da Fapemat, que é a fundação estadual de apoio à pesquisa, e do CNPq, conselho ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para incentivo à pesquisa no Brasil.

Veja o que a UFMT tem feito:

Testes

No Hospital Universitário Júlio Muller, professores-pesquisadores da Faculdade de Medicina e Medicina Veterinária estão com a mão na massa, no laboratório do Hospital, fazendo frente junto com alunos, uma parte deles bolsistas, analisando amostras colhidas em 361 pessoas que teriam contraído o novo vírus no Estado. O laboratório do HUJM auxilia o Lacen, apressando o resultado dos exames. Uma vez diagnosticado, o paciente pode receber tratamento específico para a Covid-19, por isso é tão importante testar. Dois equipamentos também foram encaminhados ao laboratório do Hospital Universitário.

Fabricação de álcool em gel

No campus de Sinop, a professora Roberta Nogueira, do curso de Engenharia Agrícola, intermediou as parcerias com outros órgãos públicos e empresas, para produção de álcool em gel. Quem verifica a qualidade e deu suporte à produção é a professora Denia Mendes, da graduação em Farmácia. O resultado disso são 6 mil litros para profissionais da saúde e população carente. Neste projeto, a UFMT conta com apoio da prefeitura, e também de parceiros como a Sinop Energia, Puríssima e outras empresas.

Respiradores e EPIS

Professor Maurício Oliveira, coordenador da Arquitetura, desenvolve, junto com alunos, protótipo de respiradores e procura por equipamentos estragados, para consertá-los. Também está produzindo EPIs para profissionais da saúde feitos em impressoras 3D. Profissionais da saúde trabalham em contato direto com pacientes contaminados, daí a importância do uso de EPIs, uma vez que o próprio governo, reconhece que estão em falta. Quanto aos respiradores, são essenciais a pacientes com sintomas agravados da Covid-19, como falta de ar. Leia mais sobre isso aqui.

Plano de crise

Núcleo de Processos, Projetos e Planejamento (NPPP), vinculado à Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) disponibiliza gratuitamente consultoria para apoiar na construção de Planos de Gestão para Crise em Empresas do Estado de Mato Grosso. O objetivo da iniciativa é fornecer subsídios para que os estabelecimentos possam se planejar em virtude das consequências econômicas da atual pandemia. Saiba mais aqui.

Livro infantil

Veja o livro aqui

Cartilha

Confira aqui tudo sobre a doença.

Mais informações sobre ações da UFMT aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Benedita da Silva | Terça-Feira, 07 de Abril de 2020, 10h04
    26
    1

    Cade os detratores da UFMT? Aquele antro de balbúrdia? Terra de comunistas? Plantadores de cannabis? A UFMT sambando na cara dos imbecis!

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.