Coronavírus

Domingo, 02 de Agosto de 2020, 12h:18 | Atualizado: 03/08/2020, 07h:16

RELATOS APÓS DOENÇA

Pacientes curados da Covid apresentam sequelas no coração, nervos e rins - saiba

ROBERTO CÂNDIA

Médico cardiologista Roberto Cândia, que atua no hospital Amecor, em Cuiabá, fala sobre sequelas causadas em pacientes diagnosticados com a Covid-19

O cardiologista Roberto Cândia, do hospital Amecor, referência na especialidade em Cuiabá, diz que já é possível afirmar que a Covid-19 deixa sequelas no coração de parte dos pacientes sobreviventes da pandemia. Ele já trata alguns com uma série de avarias, além da miocardite, que é a inflamação do músculo miocárdio. Esta inflamação crônica prejudica o bombeamento do sangue, provocando arritmias e insuficiência cardíaca. Como o coração é órgão vital, é preciso verificar as condições dele no pós-Covid. Este é o alerta.

Cândia destaca que teve acesso à pesquisa alemã na qual indica que algo em torno de 30% dos pacientes que venceram o coronavírus ficaram com alguma sequela seja cardíaca, neurológica ou renal.

SINOHARA E NALDSON

Ex-secretário Pedro Sinohara e professor Naldson fazendo exames 

É o caso do ex-secretário adjunto de Esportes, Pedro Luiz Sinohara, de 59 anos, judoca de carreira, ex-treinador da seleção olímpica brasileira de judô, que perdeu 50% das funções renais. Ele foi pego pelo coronavírus e superou. Na quarta (29), após 9 dias de UTI, postou um vídeo, saindo do hospital Santa Rosa, na Capital, de mãos dadas com a esposa e feliz com a recepção do neto, de 3 anos, o esperando na cadeirinha do carro, com um desenho para o avô.

Segundo ele, está curado, mas quase não escapou. Um dos médicos que o acompanhou, José Kalil, o avisou que chegou bem perto da morte. “Ele me disse: ganhou uma sobrevida, mas vai ter que conviver com isso (a sequela renal), não precisa pensar em hemodiálise, mas tem que fazer dieta e tem que ir acompanhando”, relata Sinohara.

Sinohara detalha que foi com a família para o Pantanal, onde tem uma propriedade, acreditando que lá estaria até mais afastado da pandemia. “Mas eu fui afetado e sete pessoas da minha família também, inclusive minha mãe e meu neto de 3 anos”.

No Pantanal, o tempo virou e o judoca achou que a garganta ruim era resultado do choque térmico, por ter cozinhado um peixe no calor, enquanto esfriava. Mas não passava a dor de garganta e ele teve febre. No hospital, constatou a Covid-19. A pressão arterial estava 18 por 11 e a glicose 285. Tomografia apontou 25% do pulmão tomado e dias depois o comprometimento subiu para 50%. “Percebi a piora quando, na UTI, olhei para meu pé e não tinha diferença entre tornozelo e a batata da perna, inchou tudo, estava igual a uma bola”.

Mas Sinohara evoluiu bem ao tratamento e recebeu alta. Apesar da sequela, ouviu do médico que ganhou na loteria, nasceu de novo. “É agradecer a Deus e avisar a todos que estou bem”.

 

Também se recupera da Covid-19 o professor da UFMT Naldson Ramos, que se diz com sequelas. "Sou portador de doença auto-imune, a Espondilite Anquilosante, que exige uso de medicamento contíniuo para que não sinta dores na bacia. Tomo já há mais de 15 anos, a cada 15 dias uma ampola subcultânea, receitada por reumatologista. Doença auto-imune não tem cirurgia, nem cura, só controle. Quando baixa minha imunidade, inflamam nervos que passam pela bacia, o que provoca dores que nem sempre analgésicos conseguem tirar. Logo que senti sintomas da Covid, coriza, tossi seca, dores no corpo, vi que o sinal da espondilite aparecendo. Médicos explicaram que vírus baixou minha imunidade para entrar e despertou a doença, que estava quietinha e aí vieram à tona as dores, agora preciso estabilizar essa dor, com medicação anti-inflatmatória para voltar a andar, porque não estou conseguindo pisar. Para ir ao banheiro, vou me agarrando pelas paredes, para tomar banho", narra, assentado em uma cadeira de rodas, aguardando exames.

Ele crê que não vão ficar sequelas, quando puder voltar a injetar a vacina subcultânea, mas, por enquanto, não pode porque, com o organismo enfraquecido, se tomar, isso pode piorar o quadro.

Neurolologistas britânicos apresentaram no início deste mês estudos sobre como o novo vírus pode também causar graves danos cerebrais mesmo em pessoas com sintomas leves ou já curadas. Muitas vezes esses danos somente são identificados bem mais tarde. Um dos danos seriam problemas na marcha, ao andar.

Na pesquisa, de 43 pacientes analisados, 12 sofriam de inflamação do sistema nervoso central, outros 10 encefalopatia transitória com delírio ou psicose, 8 tiveram AVCs e outros 8 tiveram problemas nos nervos periféricos, em geral com o diagnóstico síndrome de Guillain-Barré. Uma mulher de 59 anos morreu em decorrência de complicações dessa síndrome pós-Covid.

Como se trata de uma doença nova, boa parte das pesquisas sobre sequelas ainda está em andamento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Ozéias | Domingo, 02 de Agosto de 2020, 12h23
    9
    7

    Essa doença da China maldita. A china vai pagar caro com Deus.

Galli espalha "fake"; Medeiros rebate

victorio galli 400 curtinha   O ex-deputado federal Victorio Galli (foto), presidente do Patriota-MT e primeiro-suplente da chapa de Fernanda ao Senado, começou a espalhar que José Medeiros (Podemos) irá desistir da corrida para senador porque não terá o apoio que tanta esperava do presidente Bolsonaro. Medeiros,...

PSDB joga pesado pra atrair Valdeníria

carlos avalone 400 curtinha   O PSDB de Cáceres acionou até o presidente estadual do partido, deputado Carlos Avalone (foto), para tentar convencer a vereadora de cinco mandatos Valdeníria Dutra Ferreira, que hoje está no PSC, a apoiar o tucano Paulo Donizete para prefeito. Ela poderia entrar de vice da chapa ou...

Barbudo apoia Fernanda para Senado

nelson barbudo 400 curtinha   Nelson Barbudo (foto), o deputado youtuber, anunciou que vai trabalhar o nome da tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota) ao Senado. Perguntado se Bolsonaro garantirá mesmo o apoio à militar, assim como fez no início do ano, bem antes da pandemia da Covid-19, Barbudo afirmou que...

Licença da PRF para disputar eleição

Arthur Nogueira_400_curtinha   As eleições municipais e ao Senado continuam inflacionando o número de pré-candidatos. O ex-superintendente da PRF, Arthur Nogueira (foto), anunciou que se afastou das atividades policiais para colocar o seu nome à disposição da Rede para concorrer a vaga da senadora...

Possível recuo de Fábio pra prefeito

fabio garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal, primeiro-suplente do senador Jayme e presidente estadual do DEM, Fábio Garcia (foto), faz mistério sobre encarar ou não a corrida pela Prefeitura de Cuiabá. Empurrou a decisão para a próxima semana, sem precisar data e horário. O dirigente do...

Fórum aponta traição de 3 deputados

joao batista 400 curtinha   Fórum Sindical está na bronca com os deputados que aprovaram a reforma da Previdência, mas voltam seus canhões com mais força contra 3 deles: João Batista (ex-presidente do Sindispen), Delegado Claudinei e Faissal Calil. Em nota, o Fórum dispara que se elegeram com os votos...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.