Coronavírus

Sábado, 04 de Abril de 2020, 09h:25 | Atualizado: 05/04/2020, 08h:26

COVID-19

Por coronavírus, Emanuel estuda aplicar rodízio de veículos e toque de recolher

Assessoria/Prefeitura de Cuiabá

Emanuel Pinheiro em live no Facebook

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, usou suas redes sociais para fazer pronunciamento à população sobre a Covid-19 na manhã deste sábado 

O prefeito Emanuel Pinheiro disse estudar a possibilidade de implantar o rodízio de veículos e também uma espécie de toque de recolher em Cuiabá, caso as medidas de restrição na circulação de pessoas já aplicadas não tenham resultado até a próxima semana. Neste sábado (4), o prefeito anunciou a continuidade das medidas atuais até 10 de maio.

O decreto municipal, que prevê redução no transporte público, fechamento de atividades não essenciais do comércio e suspensão de aulas da rede pública durante a pandemia do novo coronavírus, venceria no domingo (5). Na segunda (6), será publicado novo decreto.

Emanuel destacou que as medidas mais duras só serão tomadas "se precisar, para cuidar da saúde da população, sempre com orientações técnicas". O estudo deverá ser feito nos próximos cinco dias pela secretaria Municipal de Saúde (SMS), Defesa Civil, e uma fiscalização unificada de outras pastas da prefeitura. O prefeito destacou que as atuais medidas tiveram resultado positivo nos 10 primeiros dias, mas apresentaram piora e relaxamento nos últimos cinco.

O prefeito fez o pronunciamento em transmissão ao vivo nas redes sociais na manhã deste sábado. As aulas da rede pública, por exemplo, continuam suspensas de 6 de abril até 10 de maio. Há recomendação para que instituições privadas sigam a mesma medida. A merenda escolar continuará sendo fornecida pela prefeitura, segundo o prefeito.

A frota do transporte público continua restrita a 30%. Desse total, 10% será para uso exclusivo dos profissionais da rede de saúde, pública e privada, devidamente identificados. Os outros 20% serão para usuários que trabalhem em atividades consideradas essenciais neste período.

O prefeito destacou que houve "uma movimentação não recomendável em alguns supermercados". "Não quero utilizar a fiscalização, mas alguns descumprem, está tendo tumultuo, cadê o álcool em gel, cadê a distância e 2m, cadê a fita de isolamento, as medidas sanitárias? Eu vou cobrar". Para facilitar a não aglomeração, ele liberou o funcionamento em feriados. O horário continua de 8h às 19h. Padarias podem abrir antes, às 6h.

Ele afirmou ainda que avalia o início de um plano de retomada da economia na Capital a partir de 13 de abril, como forma de mitigar os impactos do fechamento do comércio desde a chegada da pandemia em Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Jedae | Segunda-Feira, 06 de Abril de 2020, 09h03
    0
    0

    Jedae, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eleitor atento e precavido | Domingo, 05 de Abril de 2020, 22h32
    2
    1

    Atenção..... Inédito em Cuiabá MT a covid 19, para na sexta-feira e só retorna na segunda feira e só funciona em horário comercial, é uma brincadeira, mais é como a prefeitura e secretária de ordem pública tratam o problema, pois fui no site da prefeitura pegar o telefone da secretária, lá tem o número no entanto informa que só funciona em horário comercial. Uma vergonha em época de pandemia, você não ter a quem recorrer, em um caso de desobediência e que coloca a vida do povo cuiabano em risco.

  • José Vilmar Ferreira Costa | Domingo, 05 de Abril de 2020, 18h18
    6
    1

    Isso Prefeito....a cada 15 dias vai publicando um decreto cada vez mais restritivo...ate parar completamente a cidade; medida no meu ver insensata, desproporcional ao problema que se apresenta. ..jogue a cidade num caos econômico...depois explique como vai conseguir pagar funcionários...na grande Cuiabá, somo quase um milhão de habitantes; quantas pessoas ate agora apareceram com suspeita do Virus? Sera que não poderia ter adorado medidas mais adequadas à dimensão do que se apresenta o problema?

  • Julio Cesar | Domingo, 05 de Abril de 2020, 14h54
    4
    2

    Sobre a possibilidade de implantar uma espécie de toque de recolher em Cuiabá. Vejamos. Caro eleitor do RdNews, você só pode ser preso no Brasil ou sua liberdade de locomoção restrita se houver estado de sitio ou exceção. Tal ato não é competência do prefeito . O link do vídeo a seguir explana perfeitamente a explicação com embasamento. DESOBEDIÊNCIA CIVIL! https://www.youtube.com/watch?v=CPrN1MFmzbo

  • LEANDRO | Domingo, 05 de Abril de 2020, 12h52
    5
    2

    ESSE PALETÓ, NÃO PARA DE FAZER CAGADA.

  • Pedrinho | Domingo, 05 de Abril de 2020, 09h48
    8
    6

    Olá. Sr Pref. Deixe a demagogia de lado. O comércio e a cidade tem que trabalhar. O seu salário já e garantido...

  • Mauro Sergio | Domingo, 05 de Abril de 2020, 09h28
    7
    5

    Que falta de responsabilidade prefeito estava fazendo tudi certo até tinha decidido votar no senhor, mas derrapou na chegada , não esta vendo que vai quebrar CUIABÁ '?

  • Márcio Luz | Domingo, 05 de Abril de 2020, 00h04
    5
    13

    A culpa e de todo esse caos e do Presidente e não dos Governadores e Prefeitos que conhecem o sistema de saúde de seus estados e municípios...

  • Eleitor cuiabano | Sábado, 04 de Abril de 2020, 16h07
    10
    2

    Lojas Americanas no CPA 1, não tem álcool 70, não tem espaço entre clientes, funcionários sem proteção individual, sonegando nota ou cupom fiscal, e não tem fiscalização.

  • Ralf | Sábado, 04 de Abril de 2020, 14h47
    11
    8

    Octavio Augusto espero que quando a comida da sua geladeira acabar você não saia para as ruas ok. Fique em casa, não importa se acabar a comida ok. Fique em casa, assim você colabora com o prefeito.

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

Empolgado e já morando em VG

emanuelzinho 400   O deputado federal Emanuelzinho (foto), do PTB, está tão empolgado com a possibilidade de concorrer a prefeito de Várzea Grande que não só transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para o município vizinho, ainda no ano passado, como também alugou um apartamento...

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.