Coronavírus

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 19h:42 | Atualizado: 26/03/2020, 19h:43

"SÓ 11 CASOS DA COVID-19"

Secretário defende ajuste em decreto e diz que não há cenário para alarde no Estado

O secretario estadual Gilberto Figueiredo reforçou o posicionamento do governador Mauro Mendes (DEM), que flexibilizou o decreto que determinava o fechamento do comércio, durante transmissão ao vivo nas redes sociais no final da tarde desta quinta (26). De acordo com ele, a paralisação total das atividades econômicas pode atrasar salários dos servidores e funcionários do setor privado. 

Questionado sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) ter mantido o decreto municipal que determina o fechamento de lojas do comércio listadas como não-essenciais, Gilberto afirmou que a regra estadual vale para para todo o Estado, tendo o governador "autoridade" para autorizar a abertura de shoppings, indústrias e outros. 

De acordo com o secretário, Mato Grosso tem "apenas" 11 confirmações da Covid-19 e que só quando o estado atingir 50 casos positivos será possível "desenhar" um cenário sobre a pandemia, com estatísticas mais precisas. "Não temos casos graves, nenhum paciente demandou da nossa assistência hospitalar". 

Gilberto explicou que novas medidas, como o isolamento social, deverão ser dosadas de acordo com o "nível de pressão e temperatura" da pandemia causada pelo novo coronavírus. "Não há necessidade de fechar o Estado inteiro, por isso, nossas regras estão flexibilidas sim, para que não tenha uma paralisia total. Daqui a pouco não temos condições mais de pagar ninguém". 

O secretário da pasta ressaltou que as decisões quanto ao isolamento social em Mato Grosso foram feitas em acordo com o Ministério da Saúde. Para ele, se a população atender ao protocolo (manter distância de aproximadamente 1,30 metros e cobrir a boca na hora de espirrar ou tossir) o risco não será "tão grande". 

 "Hoje fui a uma lanchonete, me entregaram um lanche e disseram para comer do lado de fora. Foi o que eu fiz e funcionou bem", afirmou. 

Gilberto ainda ressaltou que alguns cientistas começaram a "fazer pesquisa ontem", com relação às consequências da pandemia, divulgando previsões "estratósfericas". "Como se aqui em Mato Grosso fôssemos ter maior número de mortos do que a própria Itália. Nós vamos continuar baseados em nossos estudos, que mostram situação preocupante. Mas adotaremos medidas de isolamento paulatimente". 

Ainda de acordo com ele, metade da população será infectada, seguindo a "natureza do vírus", mas serão enquadradas como casos leves que não demandarão paralisia total do estado. Ele ressaltou que o confinamento social continua em vigor, porém, sem paralisar as atividades econômicas. 

De acordo com ele, o Governo se posiciona "no meio" de setores que pedem pelo fim das restrições causadas pela prevenção do novo coronavírus e outros que pedem posicionamentos mais rígidos. "Aqueles nesse momento que apostam que não há nenhum risco, se comportem assim, mas depois não vão poder alegar que não foram alertados de que o confinamento fôsse a melhor opção".

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • APOLINARIO USKNOVO | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 09h02
    2
    0

    Esse secretário tá igual o "DOTO" da globo, o que ele fala cedo, desfala a meio dia e desfala novamente a tarde.

Vice e o uso político do Creci pró-Julio

claudecir 400 creci curtinha   O sindicato dos profissionais do Mercado Imobiliário de Mato Grosso, sob Juliano Lobato, em nota de repúdio, detona o atual vice-presidente do Creci-MT, Claudecir Contreiras (foto), para quem está fazendo uso político da entidade e beneficiando, de forma descarada, o...

Toninho e expectativa de retorno à AL

toninho 400 curtinha   Toninho de Souza, que no ano passado estreou como deputado, permanecendo no cargo por 46 dias, no lugar de Eduardo Botelho, vive expectativa de retornar à cadeira na Assembleia. Mas isso vai depender de uma decisão de Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez. Ela tem...

Parlamentar temido reassume em VG

caio cordeiro 400 curtinha   Com menos de 15 dias no cargo de vereador em Várzea Grande, o primeiro-suplente Caio Cordeiro (foto), do PRP, já terá de desocupar a vaga. Eis que está de volta, da prisão para retomar o assento de parlamentar, Jânio Calistro, que está no segundo mandato e responde...

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.