Coronavírus

Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 13h:51 | Atualizado: 14/07/2020, 13h:55

IMPACTOS DA COVID-19

Secretário já prevê aumento na passagem para compensar diminuição de usuários

Reprodução

L�dice Lannes e Antenor Figueiredo

A jornalista Lídice Lannes entrevistou de forma remota o secretário municipal Antenor Figueiredo (Semob), que falou sobre impacto da Covid-19

As empresas de transporte da Capital estão no limite. Por conta da redução de cerca de 200 mil usuários nos coletivos, elas enfrentam um déficit "muito grande", segundo o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figuereido. Em entrevista exclusiva ao RDTV, na manhã desta terça (14), o gestor não nega um futuro aumento no preço das passagens.

"Alguém um dia vai ter que pagar esta conta", disse. "Como nós estamos socorrendo as empresas dentro do possível, lá na frente eles podem pedir reequilibrio econômico. Tem ônibus que anda com uma pessoa. Não estou aqui para defender empresa. Estou aqui defendendo transporte coletivo. É necessário usuários circulando. E, no caso, alguém tem que bancar isso".

Segundo Antenor, antes da pandemia, em um dia normal de serviço, os ônibus chegavam a transportar cerca de 250 mil pessoas por dia. Mas, hoje, circulam 60 mil - alguns dias chegam a registrar 20 mil. Por isso, o secretário afirma que as empresas "trabalham com o custo da operação".

Dificuldades na fiscalização

O secretário Antenor também disse que, desde o começo da pandemia, a fiscalização foi a maior dificuldade da Semob. "Nosso pessoal foi muito reduzido. E alguns usuários continuavam pensando e fazendo que não conheciam essa doença. Andavam sem máscara e sem qualquer tipo de precaução", disse.

Para suprir o déficit de servidores, Antenor disse que contavam com auxílio policial para conter alguns usuários.

Em relação as linhas exclusivas para serviços essenciais, principalmente profissionais da saúde, também houve dificuldades de fiscalização. Fiscais estão parando ônibus e verificando o direito e, caso flagre alguém que não preenche ao requisito, é orientado a descer do ônibus e pegar o próximo. Mas, como não tem servidores para cobrir 350 veículos, a verificação não é 100% eficiente, como revela o secretário.

Ele comenta que é o próprio usuário que tem feito essa fiscalização e cobrado dos demais passageiros, como uso de máscara e distanciamento.

O secretário orienta que, caso usuário veja um ônibus de sua linha mais cheio, esperar pelo segundo. Isto por que 100% da frota está em circulação e, assim, os ônibus circulam a cada 10 e 15 minutos. Recomendam também fazer a recarga dos cartões antes das viagens - elas podem ser feitas inclusive pela internet -, mas que há promotores de venda nos principais pontos.

Cuidados com a Covid-19

Antenor conta ainda que, na sede administrativa da Semob, onde trabalham cerca de 140 servidores, 10 a 15 estão de licença por conta da Covid-19. "Então, nós tivemos uma baixa muito grande". Gestantes e pessoas do grupo de riscos também foram orientados a ficar em casa.

Ao final de cada corrida, os ônibus são higienizados. Motoristas e passageiros tem álcool-gel a disposição nas frotas, garante secretário. Até este fim de semana, as quatro empresas que operam em Cuiabá e Várzea Grande também vão instalar cortinas de plásticos para melhor isolar os motoristas, em todas os veículos, após o registro da primeira morte da categoria.

Juliano Lara faleceu neste domingo (12), no Pronto Socorro de Cuiabá, após 16 dias internados. Segundo a Associação Matogrossense dos Transportadores Urbanos (AMTU), outros 50 motoristas, entre 42 suspeitos e 8 confirmados, estão afastados das funções. Todos estão em tratamento domiciliar.

De acordo com o painel da Prefeitura de Cuiabá, desta segunda (13), há mais de 6,2 mil casos infectados com a Covid-19 na cidade. Destes, 334 não resistiram e faleceram.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • alexandre | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 18h55
    1
    0

    Os lucros são individuais, os prejuizos são coletivos... são empresas privadas...

  • joaoderondonopolis | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 18h07
    1
    0

    Com a palavra o Ministério Público do estado de MT.

  • Moreira | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 17h14
    2
    0

    Me diz em sã consciência, quem quer andar de ônibus no Brasil? Se todos tivessem a oportunidade de andar no mínimo de motocicleta, o faria. Mas a lógica da infraestrutura no Brasil é construir ruas e avenidas apertadas para legitimar o tal "Transporte de Massa". Nos Estados Unidos, Austrália e vários outros países mais organizados em infra estrutura, a lógica sempre foi de mais avenidas e ruas largas, com saídas e entradas planejadas, bairros com planejamento, algo distante para a realidade do Brasil..infelizmente...

  • O atalaia | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 14h32
    3
    0

    É possível que as concessionárias consigam o aumento desejado na tarifa, para compensar a baixa ocupação, assim como é possivel que haja autoridades municipais participando financeiramsnte desse favorecimento.

  • Ancelmo | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 14h20
    4
    0

    Essa estratégia botelhista e dos campos vêm dando mutio certo há tempos. Não sou ingênuo.

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

Sob recall e apoiamento de Bolsonaro

roberto franca 400 curtinha   Mesmo isolado e sem grupo político da época em que foi prefeito por duas vezes, Roberto França (foto), filiado ao nanico Patriota, não desiste da pré-candidatura em Cuiabá. E há um motivo forte que o deixa empolgado. Seu nome vem se consolidando como o segundo nas...

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.