Coronavírus

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 08h:45 | Atualizado: 26/03/2020, 09h:38

VETO A AGLOMERAÇÕES

Tidas como essenciais, igrejas evangélicas cancelam cultos, mas abrem para orações

Bíblia

Igrejas evangélicas cumprirão as determinações da Prefeitura de Cuiabá e vão abrir as portas de forma simbólica, mas sem realização de cultos e demais pregações que possam formar aglomerações, diz o presidente do Conselho de Pastores Evangélicos de Mato Grosso (Comec), Oscemário Dalto. A medida é contra o coronavírus.

A igreja não para, os cultos sim

Pastor Oscemário Dalto, presidente do Comec

Segundo Oscemário, é inevitável que as pessoas procurem igrejas e templos para buscar conforto espiritual em meio à pandemia. Mesmo com o isolamento social preconizado, “a igreja não para”, pontua. “Ela não é somente um prédio físico, mas está nas pessoas”. Ele reforça que templos religiosos serão o refúgio neste momento.

O Comec orienta pastores e fiéis a fazerem orações mais individuais. Mas, se o desejo de ir à igreja for muito forte, haverá nelas leituras de trechos da Bíblia, principalmente dos evangelhos, no altar. Todos serão também informados de como agir para evitar contágio.

Os fiéis devem seguir as orientações das autoridades públicas, manter distância e evitar aglomerações na igreja. “Isso é uma atitude de amor para com o outro”, diz o líder evangélico.

A medida também deve ser seguida para demais religiões. Em decreto desta terça (24), a Prefeitura determinou que templos religiosos, de qualquer crença, poderão manter suas portas abertas aos fiéis. Mas missas, cultos e rituais com a presença de público nestes locais estão proibidos.

O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto, publicado em Diário Oficial da União nesta quinta (26), considerando que igrejas prestam serviços essenciais. Sendo assim, ficam autorizadas a  funcionar mesmo durante restrição ou quarentena. Um decreto, que não exige aprovação do Congresso, tem validade imediata.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Juca | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 09h50
    0
    0

    E agora servidor, esta disposto a ser solidário, ou só vai pensar no próprio umbigo? *****"A redução de 30% no salário de servidores federais, estaduais e municipais seria suficiente para bancar um programa de renda mínima para 55 milhões de brasileiros. É o que conclui estudo do economista Matheus Garcia, associado do Movimento Livres, que tem entre os integrantes economistas de viés liberal como a ex-diretora do BNDES Elena Landau e o ex-presidente do Banco Central Pérsio Arida. A ideia é sugerir um programa que ampare a população que vai ficar sem renda com a pandemia do coronavírus, mas que tenha o menor impacto fiscal possível. "Nossa ideia é mostrar que dá para fazer um programa de renda básica, mas alguém tem que pagar. Viemos de uma situação fiscal difícil, a ideia é mostrar alternativas para o país não sair tão fragilizado dessa crise", afirmou.

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

A bronca de Saad com Wilson Santos

ricardo saad curtinha 400   O vereador Ricardo Saad (foto), presidente do PSDB da Capital, resolveu disparar a metralhadora verbal contra colegas tucanos. Sobre o ex-prefeito e hoje deputado Wilson Santos, considera que este nada fez para ajudar o partido a se reestruturar, visando as eleições de outubro. Mesmo sendo vice-presidente...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.