Coronavírus

Segunda-Feira, 30 de Março de 2020, 07h:35 | Atualizado: 30/03/2020, 11h:10

CUIABÁ E VG

Transporte roda só com 30% dos coletivos

Internauta

transporte coletivos

Com a suspensão parcial do decreto do governo, nesta segunda (30) só 30% da frota do transporte coletivo está circulando em Cuiabá, Várzea Grande e entre as duas cidades. O empresariado do setor cumpriu decisão judicial, dada em cenário de risco do coronavírus, e dispõe em Cuiabá de 111 carros, 26 em Várzea Grande e 40 no intermunicipal. O restante está na garagem, parado. Há também carros na reserva, de prontidão, porque aglomerações seguem proibidas. Os coletivos só podem circular com todos os passageiros assentados, ninguém em pé. 

O apurou que, quando forma fila para entrar no coletivo, como não pode entrar todo mundo, isso tem gerado alguns conflitos eventuais e os usuários do sistema não aceitam bem esperar pelo carro sobressalente. Segundo a MTU, que é a associação dos concessionários do transporte, nestes casos, se preciso, a polícia é acionada, para garantir a lei.

O transporte é um dos setores, além do comércio, afetado pela decisão do desembargador Orlando Perri, plantonista do Tribunal de Justiça (TJ-MT) neste domingo (29). Ele atendeu mandado de segurança impetrado pelo município de Cuiabá contra decreto do governo dado na última quinta (26). O decreto do governo possibilitava a reabertura  de shopping centers, lojas de departamento, galerias e congêneres, que anteriormente estavam fechados, como medida de barreira ao novo vírus. 

Quanto ao transporte, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, havia determinado a suspensão total da frota. No penúltimo domingo (22), o juiz Onivaldo Budny, plantonista do Fórum de Cuiabá, determinou que o serviço fosse prestado minimamente (30%), para atender trabalhadores de setores que também não estão totalmente parados. Neste caso, o pedido de flexibilização foi feito pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE). É o que volta a valer.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • walter liz | Segunda-Feira, 30 de Março de 2020, 09h23
    2
    0

    se tem pouco onibus fatalmente os onibus vão circular cheios, e outra , restringe onibus mas permitem locação de VANs, ou seja vans cheias não contaminam ? esta uma bateção de cabeça e o povão se ferrando

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

Priminho Riva deve disputar em Juara

priminho riva 400 curtinha   Dezesseis anos depois de comandar Juara por dois mandatos (1997 a 2004), Priminho Riva (foto) está de volta. Filiado ao PR, ele deve concorrer a prefeito. Político bastante popular e carismático, tende a enfrentar um páreo duro com dois nomes considerados fortes, o do ex-vice e que se tornou...

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

Prefeitos têm de trocar apadrinhados

kleber varzea grande 400 curtinha   Com a decisão do TJ-MT de considerar inconstitucional controlador-geral das prefeituras fora dos quadros efetivos de auditor municipal, muitos prefeitos terão de exonerar seus indicados políticos, vindo a escolher profissionais de carreira, assim como já se tornou prática na...

Controlador-geral agora só de carreira

angelo 400 curtinha   Uma decisão desta quinta do TJ, que julgou procedente, inclusive por unanimidade, uma ADIN proposta pela Associação dos Auditores e Controladores Internos do Estado (Audicom), presidida por Angelo Oliveira (foto), acaba, na prática, com os chamados controladores-gerais dos municípios...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.