CUIABÁ 300

Segunda-Feira, 08 de Abril de 2019, 12h:11 | Atualizado: 08/04/2019, 12h:17

Maioria odeia o calor, a saúde pública e o "busão", mas ama culinária, simpatia e noitadas - confira 10 itens mais citados

Selo Cuiab� 300 anos

 

O foi às ruas perguntar ao cuiabano o que mais ama e odeia na Capital, que está de aniversário nesta segunda (8). A maioria do pessoal disse que o melhor da velha senhora de 300 anos são as pessoas que vivem nela. A receptividade e simplicidade do povo cuiabano foi o item mais citado como motivo de orgulho. Em segundo, poucos resistem à culinária local. A combinação Maria Isabel, farofa de banana, feijão empamonado, peixe e paçoca de pilão conquista pela barriga tanto os daqui, quanto os paus rodados. O povo ama também o fato de Cuiabá ser perto da Chapada dos Guimarães e do Pantanal. Qualquer coisa, só dar um pulo lá, curtir cachoeiras, trilhas, passeios de barco, apreciar os bichos exóticos pantaneiros e tudo mais.

Porém, o pessoal também não mediu as palavras para reclamar. Citou mais motivos para odiar do que amar Cuiabá. A corrupção e os políticos foram lembrados pela maioria. A saúde pública precária vem em segundo, com preocupação. “Se eu precisar de SUS, estou lascado”, disse um idoso que nasceu na Capital. O calor aqui também não brinca, 40 graus na sombra é rotina. Criminalidade, o serviço de "busão", lixo e buracos também foram muito citados.

Fica a dica para autoridades públicas, sobre um pouco do que os cuiabanos e paus rodados que moram aqui pensam da cidade.

Confira 10 motivos (mais citados) para amar Cuiabá

1 – Receptividade e simplicidade do povo cuiabano

cuiabanos

O cuiabano, de modo geral, não tem dificuldade para sorrir. Ele é simples e rapidamente te convida para ir à casa dele, como aquele olhar de simplicidade

2 – Culinária cuiabana

Reprodução

comida-cuiabana1

Maria Isabel, farofa de banana, peixe frito, ensopado e assado, integram cardápio da comida cuiabana. Ninguém resiste, nem cuiabanos, nem paus rodados

3 – Ser perto da Chapada dos Guimarães e do Pantanal

Divulgação

chapada - ponte de pedra

Caverna Aroe Jari é a maior caverna de arenito do Brasil, com cerca de 1.550 metros de extensão e está localizada a 46 km de Chapada dos Guimarães

Divulgação

pantanal - cavaleiros pantaneiros

Durante o passeio no Pantanal a vida do homem pantaneiro pode ser observada, assim como a fauna exótica do lugar, um dos mais visitados do Brasil

4 – Vida noturna agitada

C�o Latino

Cidade é conhecida por sua vida noturna, barzinhos, que viram reduto cultural, ponto de encontro para um happy hour ou balada mais esticada. Aqui é festa!

5 – Seu linguajar e o sotaque

Arquivo público

Liu Arruda criou mais de 40 personagens tipicamente cuiabanos

Humorista Liu Arruda, já falecido, resgatou jeito de falar do cuiabano, que estava sendo criticado pelos migrantes e o valorizou como belo traço cultural

 

6 – Tem parques

Rodinei Crescêncio

Parque das �guas

Parque das Águas tem lagoa, pista de caminhada, animais, estacionamento e restaurantes. Capital tem ainda o Mãe Boifácia e Tia Nair, entre outros

7 – Oferece oportunidades de trabalho

Marcello Casal Jr

Carteira de Trabalho

Boa parte dos cuiabano, principalmente os que já saíram da Capital, para tentar a vida em outras paragens, ainda acredita que aqui tem mais emprego

 

8 – Rasqueado e lambadão

Valderlei Meneguini | GcomMT

rasqueado

O rasqueado e o lambadão não podem faltar nas festas da cidade e são levados aos quatro cantos do mundo como importante expressão musical local

 

9 – Mercado do Porto

Mercado do porto

Tem de tudo ali, frutas, verduras, peixe, queijo e muito calor humano, no trança-trança das pessoas comprando, com feirantes tradicionais

10 – Por do sol

Rodinei Crescêncio

Por do sol

Não tem como não elevar o pensamento ao ver um por do sol assim. Para cuiabanos, isso não é raridade. Na Capital, basta olhar para o céu para se orgulhar

Confira 10 motivos (mais citados) para odiar Cuiabá

1 – Corrupção e políticos

tornozeleira

População vê com ressalvas a classe política e diz que não aguenta mais gestores usando as tornozeleiras, embora corrupção não seja privilégio de nCuiabá

2 – Saúde pública precária

 

3 – Calor excessivo

 

 

4 – Criminalidade

VIATURA

Tráfico, roubos, furtos, homicídios e outros crimes preocupam a população que citou a insegurança como um dos problemas que a Capital tem para resolver

5 – Transporte coletivo

Rodinei Crescêncio

eliza da costa

Quem já pegou o transporte coletivo lotado, sem ar condicionado, no calor de 40 graus, sabe que esta reclamação não é mentira não, ela é muito justa

6 – Obras inacabadas da Copa

Gilberto Leite

Canteiros Prainha

Canteiros do VLT na Prainha quando começaram a ser aterrados. O projeto deixou um corte no coração da Capital, chegando à avenida do CPA

7 – Buracos no asfalto e falta de pavimentação

Gilberto Leite

buraco1.jpg

Em Cuiabá foram identificados 44,3 mil buracos em 198 bairros. Motoristas é que sofrem de ter que usar malha viária prejudicada e até sem asflato

8 – Infraestrutura precária

Gilberto Leite

esgoto bairro miguel sutil_gilberto leite (8).jpg

Bueiro entupido causa mau cheiro no bairro Miguel Sutil em Cuiabá. Mas esta cena pode ser vista em diversas localidades

9 – Lixo pela cidade e o habito de jogar lixo no chão

Rodinei Crescêncio

chuva e alagamentos

Lixo retirado de uma única boca de lobo após as chuvas e o alagamento na região central de Cuiabá após uma das chuvas no início deste ano

10 – Custo de vida alto

Michelle Silva

Compras supermercado

Pela distância dos grandes centros industriais, os mercados na Capital praticam altos preços, na visão das pessoas que foram ouvidas pela reportagem

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

AGEM entra no facão e é 2ª extinta

A Agência de Desenvolvimento Metropolitano da Região do Vale do Rio Cuiabá (AGEM), que teve como última presidente Tânia Mattos, foi extinta pelo Governo Mauro Mendes. A princípio, o MT-Par assumiria as atividades sistêmicas, os cargos, o patrimônio e as funções, mas isso se tornou inviável por questões jurídicas. Mauro então decidiu que todo o escopo da extinta agência permanecerá sob a...

Foto de Bolsonaro na urna e o arquivo

milene curtinha juiza 190   A juíza da 10ª Zona Eleitoral de Rondonópolis, Milene Aparecida Pereira Beltramini (foto), julgou um caso inusitado na última quarta, dia 15. Foi instaurado inquérito para apurar eventual crime de violação do sigilo do voto de Gerlei Batista de Jesus, que, durante o...

Solenidade da posse foi superfaturada

justino malheiros curtinha   O conselheiro do TCE-MT Luiz Henrique Lima determinou que o presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, suspenda pagamento de R$ 19,9 mil à empresa Capriata de Souza Lima, contratada no ano passado pelo então presidente Justino Malheiros (foto) para organizar a...

Governo vai enterrar de vez o VLT

O VLT vai mesmo morrer sem nunca ter nascido. O Palácio Paiaguás decidiu que não retoma as obras, pois teria que investir mais R$ 1 bilhão, mesmo valor já consumido no projeto, e a manutenção anual chegaria a R$ 50 milhões. Além da problemática financeira de um governo que reclama falta de recursos para investimentos, ainda existe confusão jurídica, um nó muito dificil de desatar. Há três...

Apelo à consciência para evitar greve

mauro mendes curtinha   O governador Mauro Mendes tem grande enfrentamento pela frente, que é o provável indicativo de greve puxado pelo Sintep, categoria que congrega os profissionais da Educação. A categoria apresenta uma extensa lista de reivindicações e a primeira delas é por reajuste salarial e...

Vereador já "colhe" rede de inimizades

abilio 190   Devido à maneira inconsequente como conduz o mandato, gravando conversas e reuniões, invadindo salas, além de manipular dados, dissimular e provocar discussões e brigas, Abílio Júnior (foto) conseguiu, em pouco tempo, ampliar a rede de inimizades em todos os núcleos por onde passa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.