Setor de serviços emprega 74 mil pessoas e produz 50% da riqueza da Capital - leia

Selo Cuiab� 300 anos

Com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 22 bilhões, a Cuiabá que comemora seus 300 anos hoje, é a cidade dos serviços. O setor representa 55,9% da produção econômica da Capital e emprega 74 mil pessoas, sendo com isso o principal segmento a frente da indústria, agropecuária e demais tipos de ocupações e atividades produtivas.

Em um universo de 607 mil habitantes, conforme estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 12% da população está empregada em empresas prestadoras de serviços como educação, bares, restaurantes, hospedagem, transporte, imobiliário, hospitalares entre outros.

Gilberto Leite

Choppao1

Garçom do Choppão atendendo cliente é  um exemplo da qualidade dos  serviços na Capital

Considerando o PIB, que é a soma do valor agregado gerado pela produção econômica, dos R$ 22 bilhões produzidos em Cuiabá, R$ 12,3 bilhões provêm dos serviços prestados na cidade. Para o economista Vivaldo Lopes essa é uma perspectiva positiva.

“As cidades que possuem economia mais desenvolvida são aquelas na qual o setor de serviços tem maior participação no PIB. Cuiabá tem esse perfil também. É positivo porque Cuiabá não tem vocação agropecuária, não tem terras e nem histórico de produção agropecuária para competir com cidades como Sinop, Sorriso e Lucas”, explica Vivaldo.

O economista aponta que em razão dessas características, a tendência da Capital é se fortalecer nos setores de serviço, comércio, atacado e varejo, ampliando a oferta dessas pelas próximas décadas. “Cuiabá deverá atrair mais investimentos nestes segmentos pelos próximos anos”.

Para o consultor tributário da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio), Múcio Ribas, o setor de serviço passa por um momento positivo em Cuiabá. “A expectativa de crescimento nos últimos meses têm sido muito positivas, primeiro porque revela o aumento da oferta de emprego, uma perspectiva positiva dos empresários do setor”.

Rodinei Crescêncio

Cuiab� panor�mica

No fim de 2018, a cada 100 pessoas que estavam empregadas em Cuiabá, 25 trabalhavam no setor de serviços. Pesquisa divulgada pela Pnad Contínua

Múcio aponta que apesar de Cuiabá seguir a mesma tendência das grandes capitais, que possuem expertise na prestação de serviço, ainda existe grande demanda pela oferta de serviços de tecnologia. “Nós começamos a receber as universidades na linha de tecnologia, o governo do Estado está implantando o Parque Tecnológico, e tudo isso gera uma expectativa muito grande nesta área”, aponta Múcio.

Ao final de 2018, em cada 100 pessoas que estavam empregadas em Cuiabá, 25 trabalhavam no setor de serviços, conforme último levantamento do Pnad Contínua, que é a Pesquisa Nacional de Amostra dos Domicílios, divulgada trimestralmente pelo IBGE com dados dos Estados e Capitais.

Em Cuiabá, dos 607 mil habitantes, 294 mil ou 48,4% da população é formada por trabalhadores. Deste universo, 44 mil são profissionais das ciências intelectuais, o que inclui professores, comunicadores, pesquisadores, advogados entre outras carreiras. Outras 26 mil pessoas atuam em áreas técnicas de nível médio.

Segundo a pesquisa do IBGE, aproximadamente 33 mil cuiabanos atuam como apoio administrativo. Na agropecuária, o que inclui pesca, na classificação do instituto, apenas 4 mil cuiabanos possuem essa profissão. No setor de construção civil e mecânicas, são 40 mil trabalhadores. E cerca de 5 mil militares atuam em Cuiabá, entre exército, polícia militar, corpo de bombeiro e outras categorias de policiais.

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

Rosana reassume Sinop na quinta

gilson de oliveira 400 curtinha sinop   Pela segunda vez, o apresentador de TV Gilson de Oliveira (foto), do MDB, comanda temporariamente Sinop, a chamada capital do Nortão. A prefeita e empresária Rosana Martinelli saiu de licença não remunerada por 12 dias para cuidar de assuntos pessoais. Viajou aos Estados Unidos....

Vereador induzindo as pessoas ao erro

diego guimaraes curtinha 400   O vereador oposicionista pela Capital Diego Guimarães (foto), do PP, está induzindo a erro às pessoas. Mesmo o prefeito Emanuel já tenho anunciado que vetará a proposta da Câmara Municipal de aumentar o seu próprio salário, uma forma de criar o efeito cascata e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.