CULTURA

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 16h:30 | Atualizado: 20/04/2017, 16h:45

Bienal Paulista em Cuiabá terá obras sob demanda de Wladimir Dias-Pino

O artista Wladimir Dias-Pino decidiu encampar um projeto especialmente criado para a parte itinerante da 32ª Bienal de São Paulo que estará em Cuiabá, a partir do dia 15 de maio, no Palácio da Instrução.

Dias-Pino pretende estabelecer um diálogo com a cidade com a qual tem uma forte relação. Para isso, apresentará novas obras da série Outdoors (2015-2017), constituída por placas com abstrações geométricas. Algumas das placas (quatro unidades) foram criadas a partir de estilos gráficos dos povos indígenas do Xingu, enquanto outras quatro placas são baseadas na bandeira do Estado do Mato Grosso, com a estrela amarela como símbolo do poder local.

A Bienal termina em 09 de julho, mas as placas de Dias-Pino estarão dispostas em diversos pontos da área externa do Palácio da Instrução até o final do ano, em comemoração aos 300 anos de Cuiabá.

Em São Paulo, a série Outdoors foi representada por placas com abstrações geométricas produzidas a partir de paisagens, entre elementos arquitetônicos e hábitos sociais. As placas ficaram dispostas em diversos pontos do Parque Ibirapuera.

Wlademir Dias-Pino é artista, poeta, desenhador gráfico, vitrinista. Nascido no Rio de Janeiro, ele migrou ainda criança para Cuiabá, onde fundou um movimento pioneiro de poesia experimental na década de 40. Ao longo das décadas de 1950 e 60, participou da fundação dos movimentos Poema¿/¿Processo e Intensivismo. Ao propor uma leitura do mundo a partir das imagens, sua prática desafia a relação entre imagem e linguagem.

Em 2015, durante a realização do evento Setembro Freire, também com apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), o artista foi homenageado pelo governador Pedro Taques.

A mostra

A 32ª Bienal renova a parceria institucional entre a Fundação Bienal de São Paulo e a SEC. Em 2015, na 31ª edição, o Palácio da Instrução (revitalizado especialmente para a exposição) recebeu 8.900 visitantes.

Entre os dias 15 de maio e 09 de julho de 2017, as itinerâncias da 32ª Bienal de São Paulo chegam a Cuiabá. O recorte de obras pensado para o Palácio da Instrução terá trabalhos de Bárbara Wagner (Brasil), Carolina Caycedo (Colômbia), Charlotte Johannesson (Suécia), Dalton Paula (Brasil), Ebony G. Patterson (Jamaica), Eduardo Navarro (Argentina), Felipe Mujica (Chile), Francis Alÿs (Bélgica), Gilvan Samico (Brasil), Gu¨nes¸ Terkol (Turquia), Jonathas de Andrade (Brasil), Mmakgabo Helen Sebidi (África do Sul), Pierre Huyghe (França), Rachel Rose (Estados Unidos), Vídeo nas Aldeias (Brasil) e Wilma Martins (Brasil).

Intitulada Incerteza Viva (Live Uncertainty), a 32ª Bienal tem como eixo central a noção de incerteza, a fim de refletir sobre atuais condições da vida em tempos de mudança contínua e sobre as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas. A exposição se propõe a traçar pensamentos cosmológicos, inteligência ambiental e coletiva, assim como ecologias naturais e sistêmicas. A mostra foi concebida em torno das obras de 81 artistas e coletivos sob curadoria de Jochen Volz e dos cocuradores Gabi Ngcobo (África do Sul), Júlia Rebouças (Brasil), Lars Bang Larsen (Dinamarca) e Sofía Olascoaga (México).

 

A 32ª edição da Bienal, que recebeu 900 mil visitantes em 2016, terá recortes exibidos em cidades no Brasil e no exterior em 2017. Seleções de obras viajam às cidades de Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), São José dos Campos (SP), Cuiabá (MT), São José do Rio Preto (SP), Ribeirão Preto (SP), Garanhuns (PE), Palmas (TO), Santos (SP), Itajaí (SC) e Fortaleza (CE). Itinerâncias internacionais já estão confirmadas na Colômbia e em Portugal.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

Deputado, carona e ainda se gabando

paulo araujo 400 curtinha   Considerado de baixo clero na Assembleia, o deputado Paulo Araújo (foto) agiu de carona e num oportunismo condenável acerca do decreto do governador Mauro Mendes da última quinta, quando resolveu relaxar as medidas restritivas em meio à pandemia do coronavírus e liberou o funcionamento...

Políticos querem suspender eleição

Cresce o movimento entre políticos para adiar as eleições municipais de outubro. O argumento utilizado é o impacto que o coronavírus terá na economia, saúde e vida das pessoas. Isso porque, neste ano, uma vacina não deve ficar disponível ao mercado e os prejuízos causados pela Covid-19 ainda estão só começando. Entre os políticos de MT que defendem adiar o pleito para 2022, quando a...

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.